Ushuaia: o fim do mundo é longe pra caramba, mas vale a pena ir


  Ushuaia  6581 visualizações

“Nossa, isso aqui é o fim do mundo”. Um morador de Ushuaia deve ir à loucura quando ouve isso em qualquer lugar que não seja Ushuaia. Isso porque eles têm uma placa: “Ushuaia: fin del mundo”. É motivo de orgulho para a cidade. Orgulho nacional para a Argentina, tanto que eles travam uma “disputa” com o Chile pelo título de cidade mais austral do planeta. O país vizinho considera a sua Puerto Williams.

Mateus Souza adicionou foto de Ushuaia Foto 1

Fato é que Ushuaia é um destino bastante procurado exatamente por estar no fim do mundo. E o fim do mundo é encantador. Vamos conhecer o que fazer em Ushuaia nesse post. 

Como chegar
Se está localizada no fim do mundo, deve ser bastante difícil chegar, pensa o viajante. E ele tem razão! Chato seria se fosse fácil chegar no fim do mundo. Os mais malucos vão por terra. Mas é preciso definir uma origem. Buenos Aires, por exemplo, está a 3.068 km, um absurdo de longe. De El Calafate até Ushuaia já é mais acessível: 866 km. Duas empresas de ônibus fazem o trajeto: Ônibus Bus-Sur (cerca de R$ 300), em 18 horas, e a Taqsa (mais barata, R$ 200), porém em 26 horas. Ir de carro, com balsas no percurso, leva cerca de 15 horas. De avião, é possível fazer tanto Buenos Aires-Ushuaia, quanto El Calafate-Ushuaia, porém as passagens costumam ser um pouco caras, embora a agilidade para chegar compense.

Caso opte por chegar a Ushuaia de carro, dê preferência a um 4x4, pois existem alguns lugares e passeios que só são acessíveis por eles. Não chega a ser necessário preparar o carro com aditivo na água ou correntes nos pneus. Pegue as rodovias Carretera Austral e depois Ruta 40. Ande sempre com um mapa de Ushuaia e da Argentina.

Mateus Souza adicionou foto de Ushuaia Foto 2

Por que existe vida no fim do mundo?
A ocupação humana existe em todos os extremos - da Sibéria ao interior isolado da Amazônia. No caso de Ushuaia, a capital da província do Fogo, a história é curiosa e relativamente recente. Os registros de povoamento e ocupação datam do século XVI, logo nos primórdios da dominação europeia sobre o continente americano. Porém, foi apenas no início do século XX que o governo argentino resolveu investir na ocupação daquele território, devido a sua importância estratégica e ecológica. Para isso, resolveu criar um presídio, que funcionou até 1947, quando foi fechado por um decreto presidencial.

Desde então, o turismo em Ushuaia passou a crescer. 

O frio
A temperatura em Ushuaia é muito baixa, como é de se esperar no ponto mais austral do planeta. Prevenção básica: leve muita roupa de frio, inclusive reserva no caso de molhar/sujar. Ir no verão não é garantia, prova disso é o relato do viajante Tiago Imperatori, de Lajeado. “Mesmo sendo em fevereiro, no verão, foi uma viagem bastante fria”, conta.

Mas é no verão de Ushuaia que acontece a alta temporada e os passeios estão mais disponíveis, embora seja perfeitamente possível visitar Ushuaia no inverno. Se ficar inseguro sobre as roupas que levou, fique tranquilo. Ushuaia é uma zona franca. Na calle San Martín, a principal rua da cidade, encontram-se diversas lojas que vendem roupas e acessórios para o frio como The North Face, Columbia, Rip Curl e Patagonia. Quer se proteger, mas não acha o momento ideal para investir em uma roupa como essa, geralmente mais cara? Na mesma rua existem lojas que alugam roupas de frio, o que será um gasto menor.    

Mateus Souza adicionou foto de Ushuaia Foto 3

Estação de esqui
No fim do mundo, um dos principais passeios é a estação de esqui de Ushuaia, a Cerro Castor, localizada a 26 km do centro de Ushuaia. Para chegar lá, pouco mais de meia hora em uma estrada bem pavimentada. Por sua localização no fim do mundo, o inverno em Ushuaia dura mais. Por tabela, o período de funcionamento da estação de esqui também é maior do que a média: vai de junho a outubro, geralmente. A estrutura do lugar é bacana (não chega a ser do tamanho de um Valle Nevado ou Bariloche, mas suficiente para uma boa diversão). São 31 pistas de todos os níveis, lojas com aluguel de equipamentos, restaurantes e lanchonetes, wi-fi.

Ah, a neve em Ushuaia é a tipo “powder”, daquela fresquinha, que acabou de cair. Isso deixa a pista bem macia e dá uma sensação de leveza ao esquiador.

Mateus Souza adicionou foto de Ushuaia Foto 4

Tren del fin del mundo
Simplesmente um passeio obrigatório em Ushuaia. O Trem do Fim do Mundo, conhecido também como "O Trem dos Presos", pois era por onde chegavam os presos na época do presídio, permite conhecer a história da Terra do Fogo. O trajeto percorre paisagens deslumbrantes, montanhas nevadas, rios, lagos e bosques virgens. A duração da viagem é de cerca de uma hora e faz apenas os últimos oito quilômetros da rota original, anteriormente de 25 km. A Estação do Fim do Mundo também foi completamente reconstrúida e hoje é um charme só. Abriga um museu com fotografias históricas, oficinas de manutenção, uma loja de souvenir e um bar.

Mateus Souza adicionou foto de Ushuaia Foto 5

A natureza
Há muito o que fazer em Ushuaia em meio à natureza. Caminhe pela orla no Canal Beagle, onde você pode avistar a Cordilheira dos Andes e o Porto de Ushuaia (onde está a legendária placa do "fim do mundo"). Do Porto sai passeios pelo Canal Beagle, que permite conhecer alguns pontos de interesse de Ushuaia, como a Ilha dos Lobos e o Farol Les Eclaireus.

A Pinguinera, como é conhecida a Isla Martillo, é onde vivem milhares de pinguins e o primeiro lugar indicado para visitar. Como apenas uma empresa está autorizada a fazer o tour para lá (chama-se Piratour), o número de turistas por dia é limitado. Reserve assim que chegar a Ushuaia.

Mateus Souza adicionou foto de Ushuaia Foto 6

Quando o tempo estiver aberto, suba ao Glaciar Martial de teleférico (também dá para subir a pé, mas é preciso fôlego) e curta a vista para o Canal Beagle, Ushuaia e a Cordilheira dos Andes. Impossível não se encantar pelo fim do mundo.

Quem vive de passado é museu
Sim! E em Ushuaia isso é ótimo. Museu Yamana, Museu Marítimo e do Presídio, Museu do Fim do Mundo e Museu da Cidade, além da Galeria Temática Pequena História Fueguin. Não faltam museus em Ushuaia. E em cada um você aprenderá mais sobre a região e o desenvolvimento de uma área tão remota.

Viva o fim do mundo!

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Jeannie Klein

Jeannie Klein comentou 2 anos atrás

Dúvida: quanto dias são ideais para ir a Ushuaia?

Mateus Souza

Mateus Souza comentou 2 anos atrás

Oi Jeannie, tudo bem? Pelo menos três dias para curtir com calma!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Ushuaia,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.