Uma viagem gastronômica por Lisboa


  Lisboa, Portugal  1461 visualizações

Já adianto, se estiver com fome é melhor pegar algo para “beliscar” enquanto desfruta desse saboroso post de Lisboa, São Pedro não colaborou e a viagem cultural se transformou em uma prazerosa viagem gastronômica.  

Se você acha que vai encontrar um post recheado de bacalhau, está enganado. Saímos da rota turística e fomos descobrir onde comem os habitantes locais.

São Pedro e seu time todo vacilaram. Fiquei puta! Mal sabia eu que boas coisas me aguardavam para os próximos dias.

A primeira recompensa chegou logo cedo, para fugir da chuva seguimos para Igreja de São Roque, que refúgio incrível. A igreja por fora não é nem um pouco atrativa, escondendo um verdadeiro tesouro dentro dela.

Supõe-se que essa é a igreja mais cara da Europa, boa parte da sua decoração veio da Itália por volta do ano de 1747. A construção tem um pé direito alto, mas na verdade o que chama atenção não é a sua altura e sim o fato de não ter colunas distribuídas pelo salão, algo mais comum nas igrejas. A falta delas nos deu uma perspectiva de que o espaço era ainda maior e deixou o local ainda mais imponente.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 1

O tapete azul me chamou a atenção, diferente da maioria que dão espaço para vermelho te conduzir até o altar, aqui era o azul que contrastava lindamente com o dourado. Um barroco sem exageros, que o pouco que reluziam sob o nosso olhar, era quebrado pelo delicado mármore que comprova a boa e velha frase: menos é mais!

O teto pintado em talhas de madeiras, e os anjos que ali estavam me levaram para outra dimensão. Aliás, pela janela da pintura, o céu lá fora dava sinal de que a chuva tinha ido embora e dava espaço para um belo dia sol.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 2

Foi só uma ilusão mesmo, mas não somos de açúcar e não brincamos em serviço! Entre uma gota e outra fomos descobrir o bairro do Chiado, o elevador de Santa Justa e a rua Augusta. Rua essa recheada de bares e de “malandros”, pois todos dizem vender os melhores bolinhos de bacalhau e pastéis de nata.

O convite mais inusitado veio de um mineiro, isso mesmo, aquele que sabe fazer um bom pão de queijo nos ofereceu o melhor pastel de nata de Portugal (que ele mesmo fazia). Não acreditei, dei risada da piada e vou ficar sem saber se ele falava a verdade ou não.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 3

A fome apertou tanto quanto a chuva, sinal de que estava na hora de cometer o pecado da gula.

O nosso primeiro pecado ocorreu na Casa do Pasto, indicação de uma barman que trabalhava em um bar cujo o nome era bem suspeito, Pensão do Amor (acredite, era só um bar).

Nosso atendimento ficou por conta de uma simpática baiana, com muita paciência decifrou todo o cardápio (sim, ele estava em português) e deu sua sugestão: Presa Ibérica, carne de porco preto, mal passada! Carne de porco mal passada? Sim, ela nos garantiu que não teríamos problemas e que seria a melhor carne de nossas vidas.

Eu passo! Fui no peixe com risoto (claro) acompanhado com uma maionese de ervas que só não me permitiu ter lembranças da comida da minha avó, porque a minha não sabe fazer risoto. A lembrança ficou por conta do espaço aconchegante com decoração de casa de vovó.

Não contei, mas estava na companhia de mais 4 amigos. Não teve um que não tenha gostado da sua opção. A mesa estava bonita e um vegetariano teria uma síncope: carne (crua e bem passada), peixes, polvo e pato. O que aconteceu mesmo naquela mesa foi uma invejinha (boa) do prato do vizinho. Voltaria lá por uma semana seguida, só para provar todo o cardápio.

Ah, a presa ibérica? Quem provou, comprovou: “um dos melhores pratos que já comi na minha vida!” E olha que o Zé (o corajoso que provou a carne de porco mal passada) entende de gastronomia heim. ;)

A sobremesa ficou por conta do Leite Creme, se você já provou o famoso Crème Brûlée, siga em frente, os dois são irmãos.

A chuva pareceu dar uma trégua. Não pensei duas vezes e corri para o Convento do Carmo.

Mais uma igreja nos aguardava, dessa vez não tinha teto para admirar, o teto ficaria por conta do céu (de preferência azul e sem chuva).

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 4

Ao som da música: era uma casa igreja muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada. Eu apreciei como uma criança apreciaria uma brinquedo novo. O terremoto que passou pela cidade em 1755 nos deixou de presente as ruínas do Convento.

As colunas e os arcos estão todos lá. O que antes formavam a principal igreja gótica da capital, hoje forma uma famosa atração para os turistas um pouco mais avisados. A fachada dela não dá indícios do que tem lá dentro, se você não conhecer, provável que passe pela frente e não entre. Espero que você tenha anotado essa dica.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 5

Descemos do Convento a pé até o bairro do Chiado, sim mais uma vez aqui. Esse bairro foi feito para isso: andar, ver as lojas, passear, sem pressa e sem rumo.

A primeira turma estava cansada, foram embora para o hotel. Meu marido e eu, ativos e jovens que somos (mentira), estávamos só começando a noite. Era hora de encontrar um casal de amigos (que moram no Porto) não tem melhor ponto de encontro em dia de chuva e frio do que um restaurante cheio de gordice.

Acabamos no To.B to Burguer or not to Burguer, esse foi um achado! No bairro do Chiado, clima descontraído e jovem, mesinhas alta, tubulação a mostra, sofás e uma música um pouco mais alta do que o ideal para uma boa noite de bate papo.

A comilança começou com as entradas: as minhas favoritas (sempre) batata rústica e batata chips com molho de alho, a última era tão crocante quanto o "crec" que faz na propaganda de qualquer batata chips por aí.

Já o hambúrguer optei pelo Honey Goat (queijo de cabra, mel e mostarda). Qualquer pessoas que me conhece bem, saberia que essa seria a minha opção (sou um pouco previsível com essas coisas). O pão estava fofinho, a carne suculenta. O queijo derretido e com toda a sua potência de um bom queijo de cabra. A mostarda e o mel, meus queridinhos, que qualquer descrição seria primorosos para mais… Não tinha como dar errada aquela combinação. Já estou desejando um retorno a Lisboa.

Saindo um pouco da comilança, se você, assim como eu é apaixonada por potinhos de louça aqui vai a dica de ouro. Muito próximo a hamburgueria, há uma loja que vende louça a quilo, isso mesmo, uma loucura. Cerâmicas na Linha, uma loja cheinha de "potinhos" para você ser feliz. Basta escolher a cor e o modelo, colocar na balança e carregar o peso o resto do dia.

Já no dia seguinte um lindo dia de sol.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 6

Por coincidências da vida, esse foi o dia que reunimos todos os nossos amigos que estavam em Lisboa, agora éramos um grupo de 10 pessoas (chegaram mais 4). A turma toda é da cidade de Itu-SP, que embora seja "vendida" como a cidade onde tudo é grande, ela própria é pequena e todo mundo se conhece.

Era o dia da excursão da Tia Mayte (eu no caso). Andamos pelo Castelo de São Jorge, subimos ruínas, descemos as escadarias, tiramos fotos nas sacadas com vista para a cidade, fizemos tudo o que tínhamos direito, só não encontramos o dragão (que piada ruim =x).

Eu como uma boa guia, não poderia falhar, seguimos para a Torre de Belém. Todo primeiro domingo do mês em Lisboa, as entradas de todas as atrações são free e por esse único e exclusivo motivo, você pode imaginar o tamanho da fila para subir na torre. E quem é que queria perder calorias com a prática do exercício? Nós queríamos mesmo era ganhar mais algumas provando o famoso Pastel de Belém!

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 7

Também tinha fila e não era pequena, mas de uma maneira muito organizada e rápida em menos de 30 minutos já estávamos cada um com uma caixinha de 4 pastéis na mão.

Não é legal falar palavrão aqui no blog, mas imagina um bem ’"feio" foi esse mesmo que soltamos ao morder o pastel de belém (o original) quentinho, cremoso e amarelinho. PQP, estava muito bom mesmo.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 8

O Mosteiro? Com fila! Imaginem só o que aconteceu? Fomos comer! A culpa bateu logo em seguida, não pela comilança, claro. Mas sim por ter deixado pra trás um local tão icônico como o Mosteiro de Jerónimos. Ás vezes deixamos para trás bons motivos para voltar a uma cidade.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 9

Hora de almoçar, seguimos então para o Pharmacia. Um restaurante que está localizado dentro do museu da farmácia, a chef Felicidade (nome da chef) não nos proporcionou tantas alegrias assim.

Ops, vamos por partes. A chef sim nos proporcionou alegria e felicidade, a comida era boa mas o atendimento deixou a desejar muito, já que o restaurante super bem indicado não tem um atendimento a sua altura.

O conceito do local gira em torno de uma farmácia (claro), as garrafas de água e os drinques, são todos servidos em recipientes "estranhos", tubo de ensaio, vidros de remédio e por aí vai. O local é super bacana e te oferece realmente um clima divertido.

Como você já sabe, estávamos em 10 pessoas, fizemos a nossa lição de casa e ligamos com antecedência para reservar uma mesa. Chegamos lá e parece que nos acomodaram em uma caixinha de remédio, pedimos para trocar de mesa, falaram que não era possível (o restaurante estava vazio) e isso nos deixou bem frustrados.

A ideia do local é compartilhar felicidade (comida) através de comidas em pequenas porções e todos compartilham os pratos.

Pedimos 10 porções para uma mesa de 10 pessoas, se você é bom de conta já entendeu que no fim das contas uma porção por pessoa foi o suficiente.

A ideia de compartilhar virou uma salada mista e comemos bacalhau, camarão, polvo, batata e carne ( 2 porções de cada, para cada um provar ao menos um pouco de cada tipo de prato).

Final das contas todo mundo saiu feliz e de barriguinha cheia. Eu só fiquei chateada pelo atendimento ter sido bem ruim em um local tão bacana.

Optamos por não pegar a sobremesa por lá, eu tinha uma carta na manga: o Gelato Devvero. Com certeza, deixa qualquer Rochinha, Dilleto ou Baccio di Latte no chinelo. Além do sabor incrível, a criatividade para a elaboração dos sabores é fantástica.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 10

Entre tantas opções tradicionais, encontrei os inusitados: caramelo salgado, manjericão, ricota com nozes, wassabi, cenoura, castanhas e por aí vai. Os sabores variam muito do dia.

Está curioso para saber qual eu provei? Manjericão e torta de maçã. Nem pense em fazer eco, o mais gostoso e refrescante foi o de Manjericão. Com tantos amigos juntos, provei também ricota e caramelo salgado - aprovados também!

Time Out Mercado foi a nossa parada final. Sim, sim, sim, depois do almoço e do sorvete seguimos para o mercado, a princípio com o objetivo de conhecer, mas não demorou muito para a gente achar uma mesa e comprar a primeira garrafa de vinho, em seguida cada um procurou aquele restaurante que mais lhe agradava e mandou ver.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Lisboa,Portugal Foto 11

O espaço é super bacana: gastronomia para todos os gostos e bolsos! Um galpão enorme, ao centro inúmeras mesas longas, eram mesas compartilhadas. Cada um respeitando o espaço do outro. Dando a volta no galpão e abraçando todos os turistas que se juntavam naquelas mesas, os restaurantes vendiam os mais variados tipos de comida e bebida: bacalhau, lanches, tapas, sorvetes, vinhos, sopa… com certeza, algo irá lhe agradar.

Balanço geral? São Pedro foi brother. Lisboa é uma delícia. Suco verde para os próximos 10 dias!

 Esse post foi retirado do blog: Passaporte com Pimenta

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Roberta Giordano

Roberta Giordano comentou 2 anos atrás

Adorei seu post, acho que engordei uns 10 kilos só de ler..kkk. Desembarco em Lisboa no fim do mês e já anotei todas as dicas.

Passaporte com Pimenta - Maytê

Passaporte com Pimenta - Maytê  comentou 2 anos atrás

Roberta, que bom que gostou =D Imagina eu que comi tudo isso rsrs...mas em viagem pode tudo! Isso, vá e dpois volte para me contar o que achou. Se quiser mais dicas de Portugal que não tenha encontrado por aqui, lá no blog está recheado de posts do país ;)

Caio Martins

Caio Martins comentou 2 anos atrás

Adoreiiii!! Parabéns Maytê! Fui para Lisboa e, como você, adorei a comida de lá! :)

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Lisboa, Portugal,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.