Turismo Responsável


  Buenos Aires, Tailândia, Orlando, África, Cancún  1515 visualizações

No último mês me deparei duas vezes com o mesmo assunto, assunto esse que eu nunca tinha dado muita atenção: Turismo Responsável, ou sustentável. A primeira vez que ouvi falar do assunto, foi em um evento de blogueiros de viagem onde a Fundação FAADA abordou o assunto de uma maneira super leve e consciente! 

Quando o assunto veio atona, eu queria me esconder atrás das cadeiras por já ter nadada com os golfinhos, boto cor de rosa ou por já ter andada de camelo e também ter tirado fotos com um bicho preguiça (acho que "só" isso). Não fui, mas desejei muito ter ido no zoológico de Buenos Aires tirar foto com o leão.

Me tranquilizei minutos depois quando a fundadora da fundação disse que não precisavamos nos recriminar por já ter feito algo desse tipo, que apenas tinhamos que nos conscientizar e talvez mudar a mente e as atitudes daqui pra frente. Como estavamos em um evento de blogueiros de viagem, pediu que a gente ajudasse, não incentivando esse tipo de turismo. E aqui estou eu hoje, fazendo a minha parte e alertando aqueles que nunca pararam para pensar nesse tipo de turismo.

Ah, a segunda vez que eu tive contato com o assunto ? Foi um seriado que está na Netflix, chamadoZOO (baseado em um livro, é bem interessante e nos faz refletir um pouco), mas não vou entrar no detalhe, quem quiser vai lá assistir ;) 

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Buenos Aires,Tailândia,Orlando,África,Cancún Foto 1

Definição de  turismo responsável ou sustentável?

O turismo resposável é um condutor entre a gestão das necessidades e recursos – económicas, sociais e ambientais – das localidades e dos turistas. Este tipo de turismo é coerente na medida que coloca a integridade cultural e moral dos processos ecológicos e da diversidade biológica, pretendendo assim criar um equilíbrio entre o turismo e meio ambiente.

Turismo responsável e sustentável baseia-se nos princípios da integridade ambiental, justiça social e maximizar os benefícios económicos locais que todos os complementos para "fazer um lugar melhor para as pessoas viverem e melhores lugares para as pessoas a visitarem". 

Para pensar:

As centenas de likes no nosso facebook, de uma foto com um leão, valem mais do que a vida do próprio animal ? Você sabia que ele é drogado para sair "bem" na nossa foto ?

A nossa diversão por 30 minutos, nadando com um golfinho ,valem mais do que deixar aquele animalzinho preso em um tanque e não solto no mar ?

Assistir um show no sea world, vale mais do que a vida de um filhote junto da sua mãe ?

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Buenos Aires,Tailândia,Orlando,África,Cancún Foto 2

A que ponto nós seres humanos chegamos, onde os animais viraram produtos que as pessoas comercializam como se estivessem vendendo um souvenir! Que egoismo da nossa parte, achar que esses animais tem menos direito que nós de viver livre ou simplesmente viver do jeito que natureza escolheu para ele viver.

A verdade pro de trás desse tipo de "entretenimento" é que alguém arrancou aquele animal do seu habitat natural e colocou em um habitat artificial, obrigando-o a se comportar de maneira impropria para a sua espécie.

O uso de bichos para o entretenimento dos turistas, causam uma série de problemas para o bem estar do animal e em alguns casos chegando a arriscar a conservação da espécie. As situações que se utilizam os animais na indústria do turismo são as mais diversas possíveis.

Vamos direto para as  mais comuns. Mas acho que fica como lição de casa, quando se deparar com qualquer atividade turistica que envolva animais, pensar em como aquele animal chegou até aquele ponto e se aquilo é algo normal para a sua espécie. 

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Buenos Aires,Tailândia,Orlando,África,Cancún Foto 3

90% dos casos de entretenimento com animais, o "treinador" ou mesmo o turista tem que oferecer comida ao animal em troca de atenção, se engana quem pensa: Que sortudo esse bichinho, nem precisa caçar que já tem comida o dia todo! Animal precisa caçar a sua presa, ou seja, o fato dele caçar a sua comida gera outros milhares de benficios em sua vida, além claro de se alimentar. 

Geralmente esses animais que comem durante todo o dia (enquanto tem turista tem comida), eles acabam virando dependentes daquilo . Agora pense você, o que seria de você se te dessem comida o dia todo ? 

Como você acha que um animal selvagem iria se compartar ao lado de um humano se o mesmo chegasse para fazer carinho, dar mamadeira ou pegar no colo o seu filhote ? Existem zoológicos que oferecem opções para você fazer tudo isso "sem risco", por que os leões e tigres de lá são bonzinhos né ?

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Buenos Aires,Tailândia,Orlando,África,Cancún Foto 4

Não, eles não são bonzinhos e eles continuam sendo leões, a diferença está na droga que o zoológico da pra ele ficar lá posando o dia todo para nós turistas, e para ele não sair com cara de sono na foto, de tempo em tempo é jogado água fria na cara do animal para ele "acordar". 

E as garras desses animais ? Para que não haja problema algum com turistas, eles arrancam, simples assim! Pelas minhas pesquisas, esse é um processo extremamente doloroso para o animal, muitas vezes até prejudicando o seu caminhar de tão afetada que ficam as suas patas.

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Buenos Aires,Tailândia,Orlando,África,Cancún Foto 5

Muitos se dizem ser refúgios e orfanatos de animais. Um centro de recuperação real é cuidadosamente gestionado, não iria comercializar os seus animais e nem permitir o contato entre visitates e animais, lugares como esses são livres de qualquer tipo de exploração. O bem-estar do animal será sempre prioridade absoluta em centros de resgates.

Não sou nenhuma ativista, apenas achei o assunto interessante para compartilhar aqui, onde temos milhares de turistas! Quem alimenta esse comércio somos nós turistas e está em nossas mãos mudar isso ou não.

Eu já ouvi falar que existem agências especializadas em turismo responsável, que eles conhecem lugares onde não existem maus-tratos e etc ... eu não conheço. Se alguém conhece algum, acho bacana deixar a dica aqui nos comentários ;)

Passaporte com Pimenta - Maytê  adicionou foto de Buenos Aires,Tailândia,Orlando,África,Cancún Foto 6

Qual é a sua opinião sobre o assunto ?

Pessoal, eu sei que o assunto é muito mais amplo que isso, tentei resumir apenas como uma forma de alerta!

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo)

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo) comentou 2 anos atrás

Muito bom Maytê... Nunca tinha pensado racionalmente sobre essas questões, mas vou fazê-lo agora. Instintivamente, entretanto, recuso esse tipo de turismo: não quis nadar com golfinhos em Cuba ou visitar o zoo de Buenos Aires. Quando era jovem fui ao Sea World e detestei. Bj Ana

Já imaginou fazer uma viagem 100% personalizada e feita sob medida para você?!

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em criar roteiros 100% personalizados e sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e interesses e recebe uma consultoria grátis de um Especialista de viagens. Após fazer o orçamento, basta realizar o pagamento que o Instaviagem organiza toda a sua viagem do começo ao fim!

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.