O que fazer em Praga, a capital das (boas) cervejas


  Praga  1940 visualizações

Um destino relativamente barato. Uma cidade histórica, encantadora e vibrante. Bares e baladas que só existem ali. Não é preciso falar mais nada para incluir Praga, capital da República Tcheca, em seu próximo mochilão na Europa. Muita gente busca o que fazer em Praga em 2 dias, mas, caso consiga ficar mais tempo, não irá se arrepender.

Bom, vamos às dicas sobre os principais pontos de interesse de Praga.

Mateus Souza adicionou foto de Praga Foto 1

O que fazer em Praga (sem bebida)
Sim, devemos separar o roteiro do que fazer em Praga em dois, com e sem bebida, porque ambos contam com um cardápio cheio. Não que não seja possível visitá-las ao contrário, mas essa divisão me parece melhor.

Na parte sóbria do roteiro, comece pela Charles Bridge, a ponte que liga o Castelo de Praga ao restante da cidade. A inauguração da estrutura ocorreu no ano de 1402, mas até hoje ela se mantém imponente graças às suas 30 estátuas barrocas de figuras religiosas. Sua largura de quase 10 metros é apoiada em 16 arcos que também dão um caráter único à ela.  

Mateus Souza adicionou foto de Praga Foto 2

Depois de atravessar a ponte, dirija-se ao Castelo de Praga, que, apesar do nome, não é um castelo propriamente dito, daqueles medievais que estamos acostumados. Trata-se na verdade de um complexo com várias igrejas, palácios e museus. Mas nem por isso é menos interessante a visita. Pelo contrário, tem tanta beleza e atrações juntas que fica difícil conseguir fazer tudo. Caso tenha pouco tempo, a Catedral de São Vito é indispensável, cheia de tumbas e joias da coroa tcheca.

Seja você fã ou não dos Beatles (em minha modesta opinião, a chance de alguém ser fã é muito maior), Praga abriga a já famosa parede de John Lennon, no centro da cidade. Mas o que diabos é isso, em Praga, que historicamente não tem um elo tão forte com banda? A história surgiu meio que do nada mesmo. Após a morte de John Lennon, em 1980, o muro começou a ser pintado com imagens do músico e grafites em homenagem à banda, tornando-se hoje um ponto presente em todos os guias sobre o que fazer em Praga.

Mateus Souza adicionou foto de Praga Foto 3

A capital tcheca abriga, também, um pedaço da história da antiga União Soviética no Museu da KGB (apesar de a República Tcheca não fazer parte da URSS). O serviço secreto era um dos principais alicerces do governo comunista, tendo existido de 1954 a 1991. O papel de espionagem desempenhado pelo órgão atrai até hoje a curiosidade das pessoas. No museu, é possível encontrar objetos que pertenceram a agentes do mais alto escalão, além de objetos inusitados, como uma máscara de cera do rosto de Lenin e a arma que matou Leon Trótsky. Ingressos por cerca de R$ 40.

Há ainda muito o que fazer em Praga. Já que entramos na seara histórica, o próximo local de visita deve ser Josefov, o bairro judeu de Praga onde fica o cemitério judeu mais antigo do mundo. Os judeus chegaram na cidade por volta do século X e logo começaram a se estabelecer na região. E depois construíram seu próprio cemitério. Como é frequente (infelizmente) na história do povo judeu, começaram a sofrer perseguições e foram alvo até de alguns massacres. O bairro em si é charmoso e bastante diferente do restante de Praga. Josefov conta também com algumas sinagogas e o Museu Judeu, que deve entrar na programação.  

Para quem, como eu, não consegue visitar uma cidade sem buscar o local com a melhor vista possível, deve obrigatoriamente se encaminhar ao Monte Petrin. O local conta com um lindo jardim florido (no verão), um antigo labirinto de espelhos, um observatório astronômico do início do século XX e uma mini Torre Eiffel, de onde se tem uma vista ainda melhor da cidade, em 360ºC. Quantos pontos turísticos de Praga em um só local!

Mateus Souza adicionou foto de Praga Foto 4

O que fazer em Praga (com bebida)
Agora, vamos à parte não sóbria do rolê, ou seja, o que fazer em Praga à noite. A cidade abriga a maior balada da Europa Central, a Karlovy Lázne, aberta em um prédio construído no século 15. São cinco andares de pura diversão, com pessoas de todos os tipos e estilos, que combinam com um ritmo de música e decoração diferente a cada andar. Simplesmente inesquecível, você vai querer voltar lá toda noite. A casa abre todos os dias, das 21h às 5h. A entrada sai por volta de R$ 25.

Mateus Souza adicionou foto de Praga Foto 5

E não é à toa que as opções de o que fazer em Praga à noite envolvem tantos bons bares. Apesar da fama de alemães e ingleses, são os tchecos os verdadeiros campeões quando o assunto é consumo de cerveja. Cada cidadão do país ingere, em média, 143 litros da bebida por ano --ou seja, quase 240 garrafas de 600 ml.

Continuando nossa peregrinação por ambientes alcoolicos, o Praga Beer Museum é o próximo destino. Não é propriamente um museu, mas um dos mais tradicionais pubs de Praga e considerado um templo da cerveja. Quem for terá a mesma reação da viajante Carolina Araújo, que ficou encantada com a variedade do cardápio de lagers, pale lagers, cervejas de trigo, red ales e até uma feita com burberry. Quer a dica de ouro? O bar vende também um menu com pequenas doses, que permite experimentar diversos sabores e opções. Caso esteja de estômago vazio, a comida por lá é abundante e muito boa. O pub abre diariamente das 12h às 3h.

Mateus Souza adicionou foto de Praga Foto 6

E a lista de lugares imperdíveis para  tomar uma boa cerveja não acabou, acreditem. Ainda tem o The Pub, outro pub tradicionalíssimo. Ele conta com um serviço incrível: self-service de bebida! Isso mesmo, seus problemas acabaram em ter que ficar esperando o garçom trazer a próxima ou ir até o balcão e esperar aquela fila quilométrica. No The Pub, a torneirinha de chope está na sua própria mesa. Basta acionar a sua comanda e liberar o próximo copo.

Ainda preciso explicar por que Praga é genial?

Mateus Souza adicionou foto de Praga Foto 7

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo)

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo) comentou 3 anos atrás

oi Mateus! Adorei Praga vista através de seus olhos (ou palavras): muito atraente! Ana

Fernando Ceron

Fernando Ceron comentou 3 anos atrás

Mateus, Valeu. Ja tinha vontade de visitar praga, pela beleza dos monumentos e adernou um novo motivador. Gosto da 1795, imagino como deve ser conhecer outras no local. So uma pergunta: como se comunicar lá, ingles?

Mateus Souza

Mateus Souza comentou 3 anos atrás

Você vai gostar, Fernando. Isso, inglês é tranquilo. E obrigado pela mensagem, Ana Luiza!

Rosana Oliveira

Rosana Oliveira comentou 3 anos atrás

Nossa amei as dicas, em setembro estou indo pra la....e com certeza irei no museu da cerveja....ersrsrsr...

VALDENICE NUNES

VALDENICE NUNES comentou 2 anos atrás

Oi Amei as dicas irei passar por la em Março tem alguma sugestão de hostel?

Mateus Souza

Mateus Souza comentou 2 anos atrás

Oi Valdenice! Que bom que gostou! Recomendo o Plus Hostel, https://www.plushostels.com/en/plusprague, boa localização, ótimo preço, e instalação completa!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Praga,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.