Como uma paixão platônica me fez cometer um monte de loucuras na Itália e quase ser presa


 Europa, Itália     Itália, Imola  3511 visualizações

Como toda adolescente eu vivia um grande amor, daqueles platônicos. Mas o destino foi cruel. Ele morreu em um trágico acidente na Itália. Eu fiquei de luto, usei roupa preta por um mês, fui ao seu funeral aqui no Brasil. Mas eu não me conformava, não entendia, não aceitava de jeito nenhum.

Foi então que tive uma ideia. ‘Vou lá ver como aconteceu, quem sabe eu aceite essa coisa horrível’. Telefonei para uma amiga belga, a Rita, que havia conhecido aqui no Brasil, pedindo para ela me levar até o local da tragédia, e ela prontamente aceitou.

Comprei a passagem para Bruxelas e lá fui eu com minha irmã. O problema que eu tinha muito medo de voar. Pânico total. Passei mal a viagem toda, com 40º C de febre, taquicardia, tontura. Para piorar, cheguei no auge do verão europeu, um calor de matar, os dois primeiros dias foram terríveis. Depois, passou.

Alugamos um carro na Bélgica e seguimos até a cidadezinha dele na Itália. Pedimos algumas informações e consegui chegar até o local em que ele havia morrido. Quase morri de tristeza, muitas homenagens, flores, cartazes. Eu continuava não me conformando.

Eu ainda estava um pouco distante do local do acidente. Não tinha viajado tanto para ficar ali, do lado de fora. Eu queria entrar, olhar a curva no exato ângulo que foi a batida. Seguimos o que um senhor nos ensinou. Descemos a pé, embaixo da ponte por qual passa um córrego. Andamos por um 1 km no meio do mato. Então subi o barranco e… ERA LÁ. A maldita curva.

Elaine Moraes adicionou foto de Imola Foto 1

Fiquei prostrada, mas ainda assim queria entrar no local melhor, apesar de estar fechado pela polícia. A Rita teve uma brilhante ideia, de procurar alguma emenda no alambrado. Com um chaveiro chinês, destes que viram alicate, tesoura e tudo quanto é coisa, fizemos um “pequeno” buraco. ENTRAMOS!

O problema é que três rapazes do outro lado gritaram perguntando como tínhamos entrado. Respondi em português que não entendia o que ele falava. Sei que depois de alguns minutos lá estavam eles para nos atrapalhar, que raiva!

Elaine Moraes adicionou foto de Imola Foto 2

Foi então que me senti em um daqueles seriados de televisão como Miami Vice, Havai 5.0, 24 horas. Aparece do nada correndo a primeira Fiorino branca, já com a porta aberta, um cara de cabelo vermelho, com rabo de cavalo, saindo já com a perna para fora sem o carro ter parado. Cada braço dele era dez vezes meu tamanho. Ele era enorme.

Eu, minha irmã e Rita tremíamos feito vara verde. Não enxergava mais. Eu podia ser presa, o que fosse, só não podia perder as minhas fotos. Por isso, escondi elas dentro da calcinha. Para nossa sorte, o rapaz enorme foi para cima dos rapazes, devem ter pensado que estavam com a gente.

E agora, por onde escapar? Socorro! Lógico, pelo buraco por onde entramos, por onde mais? Começou a correria, os caras gritando, eu passei primeiro, em seguida minha irmã, e a Rita, por ser gordinha, se rasgou, caiu, rolou na ribanceira. Minha irmã, na tentativa de segurá-la, foi junto. Corremos feito condenadas mato afora, pegamos o carro, nos escondemos, coração saindo pela boca. Depois de um tempo, ficamos nos recompondo do susto.

Tudo isso aconteceu em Imola. Sim, o meu amado é ele, Ayrton Senna! E a curva que invadimos é a famosa Tamburello.

Elaine Moraes adicionou foto de Imola Foto 3

Anos mais tarde voltei com dois amigos em Imola e me deparei com um monumento maravilhoso em homenagem a ele. Foi a primeira vez que vi dois rapazes chorarem de verdade. Desde então, não parei mais de viajar, e a Rita, sempre que pode, viaja comigo.

Elaine Moraes adicionou foto de Imola Foto 4

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Ana Paula Teixeira

Ana Paula Teixeira comentou 4 anos atrás

que legal! estória linda.

Elaine Moraes

Elaine Moraes comentou 3 anos atrás

Obrigada Ana!Foi minha primeira viagem internacional!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Itália, Imola,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.