Já pensou em ir ao Japão? Pois vá! Eis algumas dicas que podem ajudar


  Japão  1710 visualizações

Visitar o Japão é se deparar com muitas belezas naturais, cultura diferente, um país de tecnologia de ponta, rico, e um povo admiravelmente honesto e hospitaleiro. Foi o único país que visitei que, acreditem, não aceitam gorjetas.
O clima tem as quatro estações bem definidas: as cerejeiras em flor na primavera, o verão bastante quente, as folhas caindo no outono, e muita neve no inverno.
Em todos os cantos encontramos santuários, templos e palácios dos samurais coexistindo em harmonia com a sociedade moderna, e cada região apresenta tradições e culturas próprias manifestadas através das festas que ocorrem quase diariamente em algum lugar do Japão.

Na primeira vez que fui fiz uma pesquisa detalhada e quero repassar os aspectos mais importantes para quem também pensa em conhecer esse país fantástico:

MOEDASOs balcões de câmbio nos aeroportos internacionais de Tóquio e Osaka ficam abertos no horário de expediente, e a taxa varia diariamente. O real não é cambiado.

   - Cheque viagem, American Express, VISA, Diners e MasterCard são aceitos pelos bancos, hotéis, ryokans e lojas das grandes cidades.

COMPRAS - Entre as áreas recomendadas para compras em Tóquio estão Ginza, Shinjuku e Shibuya. Já a zona eletrônica de Akihabara é mundialmente famosa por sua incrível variedade de aparelhos eletrônicos e elétricos de todos os tipos. Sugiro a rede Laox.

   - Para compras em shopping tax-free tenha sempre em mãos seu passaporte. Os turistas que gastarem acima de 10 mil ienes nas lojas tax-free autorizadas (como as grandes lojas de departamentos das cidades grandes), não pagam os 5% da taxa de consumo, contanto que apresentem os seus passaportes.

CARTÕES DE DESCONTO (Welcome card / Cultural card) - Oferecem descontos em acomodações, refeições, compras e diversões. O Kansai Welcome Guide, de 12 províncias e cidades como Osaka, Kyoto e Nara, tem informações úteis e oferece também vários privilégios.

HOTÉIS – Existem os clássicos ocidentais e o ryokan, estilo oriental, onde os preços por pessoa normalmente incluem duas refeições por dia. O Business Hotel é sem luxo, mas muito confortável e bem em conta (em Tokyo sugiro o Remm Akihabara, junto da estação de metrô)

   - Nota: Acomodações mais baratas: MInshuku (estilo japonês), Pension (estilo ocidental) e Albergues da Juventude.

TRANSPORTE - O transporte público é altamente desenvolvido e superpontual. Para viagens de longas distâncias, há trens superexpressos Shinkansen e voos domésticos. O transporte urbano é feito por trens, metrôs e ônibus.

   - Rede ferroviária - é uma das mais confortáveis e eficientes do mundo: seguros, velozes, pontuais e econômicos. Há vagões de primeira classe, superexpresso, expresso limitado, expresso comum, vagão leito e assentos reservados que variam conforme a distância. Para os turistas, o Japan Rail Pass tem excelente preço e praticidade. Este passe permite, dentro de sua validade (7, 14 ou 21 dias), viagens ilimitadas nos trens da JR, incluindo o trem-bala Shinkansen (exceto o superexpresso Nozomi). Deve ser adquirido no país de origem.

   - Linhas marítimas - Há uma extensa rede de transporte marítimo interligando as ilhas. Muitos balneários da costa possuem também serviços de barcos ferry hidrofólios de alta velocidade para turistas.

    - Voos domésticos - É possível fazer reservas para um vôo doméstico através de agência de viagens ou diretamente nos escritórios das companhias.

 BAGAGENS - Existe serviço de entrega da bagagem de qualquer tipo e tamanho, exceto bebida alcoólica, entre o hotel e o aeroporto de forma rápida, pontual, confiável e relativamente barata chamada takyubin ou takuhaibin. Nos aeroportos e estações de trem procure pelo "Baggage Delivery" ou similar. A empresa mais comum é a Kuroneko (gato preto), cujo símbolo preto e amarelo, com uma gata carregando seus gatinhos, é fácil de identificar. Escreva o endereço de seu hotel, pague a tarifa e chegará no dia seguinte, no horário combinado. A maioria dos hotéis e algumas lojas de conveniência também repassam a bagagem aos entregadores. Planeje bem o horário da entrega para que a bagagem chegue a tempo de você pegá-la no aeroporto e despachar.

- Tamanho das bagagens – Os lockers grandes são poucos nas estações de trem, e muitas plataformas da estação não têm escada rolante ou elevadores, por isso o despache é uma excelente opção. As prateleiras superiores dos trens são de 40cm X 60cm; há um espaço para dois a três suitcases grandes atrás da última fileira dos assentos em cada vagão interurbano. Em shinkansens pode-se colocar um suitcase na frente de você, mas é desconfortável.

- Lockers - O aluguel de lockers é contado da meia-noite à meia-noite, ou seja, se você locar um à noite, terá que pagar novamente ao retirar sua bagagem no dia seguinte. Os Lockers são esvaziados pela equipe de funcionários da estação após três dias.

ÁGUA – é potável em qualquer parte do Japão. Há bebedouros em estações de trem e na maioria dos grandes estabelecimentos comerciais.

ELETRICIDADE - A corrente elétrica em todo o país é de 100 volts. Nos hotéis há geralmente tomadas de 100 volts e de 220 volts. O hotel oferece um transformador caso queira.

SERVIÇO MÉDICO - O serviço médico e as instalações hospitalares no Japão são do mais alto nível. Há muitos médicos e dentistas que compreendem o inglês ou alemão.

INSTALAÇÕES SANITÁRIAS – As públicas são geralmente em estilo japonês, sem assentos, mas as lojas modernas, restaurantes e hotéis, possuem as em estilo ocidental.

ALGUMAS SUGESTÕES:

Metrô - É pago por distância a ser percorrida; se não souber o valor, compre o ticket mais barato e o tenha até a saída. Se foi insuficiente e a catraca não abrir, dirija-se ao caixa e pague a diferença. Se pagar a mais, não há devolução.

- Tenha anotado por escrito ou um mapa para onde quer ir - é mais fácil mostrar o endereço para pedir informações do que tentar a comunicação verbal em inglês.

- Evite perguntas negativas - você pode ficar confuso com a resposta devido à gramática japonesa. Se perguntar: Você não quer? – pode ouvir: Sim, não quero.

- Carregue um guardachuva – principalmente nos meses de junho e metade de julho, pode chover repentinamente; muitos hotéis oferecem ou alugam um

Leve calçados confortáveis e já amaciados - você vai andar muito!

Cuidado com a altura das portas - geralmente em casas ou hotéis tradicionais as portas são mais baixas.

- Peçam informações às mulheres – elas falam mais inglês que os homens. Mas, fale pausadamente, ou escreva num papel.

- No templo – tire o calçado antes de entrar, mas fique com as meias (por isso, use meias apresentáveis). No pátio, há um chafariz; pegue uma concha e ‘lave’ as mãos, e pode até beber um pouco da própria concha.

- Lixo – cuidado ao jogar algo no lixo; lá é separado por material, e até as tampas e rótulos das garrafas são removidos antes de descartar. Ah, e se não ver alguma lixeira, carregue o lixo até encontrar uma.

- Escada rolante - fique sempre à esquerda. O lado direito é reservado para as pessoas apressadas.

- Nos transportes coletivos - evite incomodar quem está por perto: não fale alto ou dê gargalhadas.

- Sinais: fique atento aos guardas; geralmente eles só sinalizam cruzando os antebraços ou uma mão aberta cruzada sobre a outra quando é proibido, e os dedos polegar e indicador em círculo quando permitido. 

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Rebecca Bittencourt

Rebecca Bittencourt comentou 3 anos atrás

Obrigada pelas dicas, Rute! Vou para lá em outubro :)

RUTECN

RUTECN  comentou 3 anos atrás

Que ótimo, Rebecca! E se já definiu os lugares aonde vai, posso lhe dar outras dicas específicas.

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Japão,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.