Uma aventura inimaginável!


  Istambul  1245 visualizações

Todas as vezes que comunico a família de uma viagem que farei sozinha noto uma boa dose de preocupação dissimulada no rotineiro conselho para eu me cuidar. Mas, depois da primeira experiência bem-sucedida qualquer turista solitário tem a agradável sensação de que o mundo inteiro se abriu ao nosso espírito aventureiro. Por isso, quando me preparava para ir ao Japão, em 2012, eu jamais poderia imaginar que viveria a maior aventura e o maior sufoco da minha vida.

A viagem ao Japão foi um sucesso; consegui me comunicar com o pouco que sei da língua, e era minha segunda vez lá, embora dessa vez sozinha.

Na volta a Turkish Air Lines nos levou ao Artemis Prince Hotel (atualmente consta como fechado) a mais de hora do aeroporto para passarmos a noite. O saguão estava cheio de passageiros em trânsito, e pela primeira vez vi um hotel ficar com os passaportes para devolver na hora do check out; por isso, anotei em um papel que tinha que pegá-lo. Só que na manhã seguinte pus o papel no bolso do casaco e desci, e acabei indo com a multidão ao restaurante para o desjejum.

Na estrada de volta é que me lembrei dele e avisei o motorista da van, que ao celular comunicou o hotel e me tranquilizou dizendo que eles iriam leva-lo para mim. Quando paramos em outro hotel perguntei se eu não devia pegar um táxi e voltar, mas o rapaz disse que não. Passados uns quinze minutos, uma americana preocupada com seu voo desceu e foi chamar o motorista. Escutei quando ela lhe disse: ‘ Mas, não é o meu passaporte!’ E entraram no carro. Mas, quando estávamos na autoestrada, o motorista parou e me disse: “ DESÇA!”.

Todos os cinco outros passageiros me olharam assustados. Realmente, não havia tempo para voltar e nem ir ao aeroporto e voltar. E ele sugeriu que eu pegasse um táxi.  Mas, táxi numa autoestrada??

Fiquei um tempão olhando os carros passando em velocidade, mas nada de táxi naquela estrada sem ao menos uma casa por perto. Eu estava apavorada, quase entrando em pânico, e aí lembrei que Deus nunca me abandonava. Foi quando surgiu um ônibus velho se aproximando.

Dei sinal e ele parou. Um senhor de idade saiu à porta e eu lhe disse o nome do hotel; ele pediu para esperar, foi consultar o motorista e me fez sinal para subir. Pediu-me duas liras turcas com os dedos; nossa, eu só tinha duas notas de cinquenta dólares! Mesmo assim, vasculhei a mochila e... Não é que encontrei uma moeda de 2 liras, troco de um lanche da ida ao Japão?

No hotel, convenci uma garota eslovenia e uma mongoliana a irem comigo ao aeroporto de táxi, e assim que cheguei ao portão de embarque os passageiros do meu voo já estavam entrando. Nossa! Foi por pouco...

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Istambul,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.