EXPLORANDO AVIÕES ABANDONADOS EM BANGCOC


  Bangcoc  2812 visualizações

Esta é uma tradução da postagem de Pete Rojwongsuryia no Solo Traveler Journal, do BucketListly. O post original você encontra aqui.

***

Já faz um tempo desde a minha última missão urbana em Bangcoc (a visita ao arranha-céu fantasma que relatei aqui). Agora, estou de volta para uma outra aventura na capital tailandesa: explorar um Boeing 747 abandonado em um cemitério de aviões.

Um cemitério de aviões? No meio da cidade? Eu sei! Assim como você, fiquei surpreso quando descobri a existência disso. Não tinha a menor ideia sobre esse lugar até o dia em que vi algumas fotos na internet e decidi explorar cada canto dele. Aqui, você encontra um guia descrevendo o passo-a-passo dessa empreitada.

 Importante: O cemitério de aviões é uma propriedade privada, logo, invadi-lo é ilegal. Não encorajo ninguém a fazer o mesmo que fiz e não posso garantir a segurança de quem decidir fazê-lo. Os aviões estão abandonados há muitos anos e suas estruturas estão perigosamente frágeis, com alto risco de desmoronamento. Se você decidir ir em frente mesmo assim, tenha ciência de que é por sua conta e risco.

 COMO CHEGAR

O cemitério de aviões não é próximo a nenhuma parada de transporte público, nem há qualquer ponto de referência facilmente identificável nas redondezas. Assim, o melhor a fazer é tomar um táxi com destino à rua Ramkhamhaeng Soi 105. A maioria dos taxistas saberá onde é a rua, mas não a localização exata do Soi 105 – logo, você terá que atuar como copiloto e conduzir o motorista quando chegar à Ramkhaemhaeng. O Google Maps será um bom amigo nessa hora.

Conforme o táxi seguir pela rua em direção à região nordeste de Bangcoc, você notará alguns aviões de grande porte à sua esquerda. É quando saberá que chegou.

 Sugestão: vá de manhã bem cedo, pois a coisa pode ficar feia se a aventura se estender até depois do meio dia.

 COMO ENTRAR

 Relembrando: trata-se de invasão de propriedade privada, então agora é a hora da verdade.

Quando fui, estávamos em quatro amigos e, quando nos aproximamos da pequena cerca de bambu que separa o cemitério da rua Ramkhamhaeng, notamos a presença de um vigia e da casa de sua família. Segui adiante e parei a primeira pessoa que encontrei para perguntar se poderíamos explorar um pouco o lugar. Era a mulher do vigia que, embora tenha sido um pouco relutante no começo, pediu 200 bahts de cada para deixar-nos entrar.

 O QUE LEVAR

 Você irá escalar uma estrutura enferrujada e caminhar sobre um solo instável, então alguns equipamentos serão necessários:

  • Sapatos resistentes e antiderrapantes são essenciais. Você irá caminhar sobre uma superfície metálica bastante escorregadia, especialmente as asas do avião, bastante oleosas.
  • Água. Bangcoc é quente e úmida em qualquer época do ano e a combinação do clima com a umidade dentro da estrutura metálica do avião vai lhe dar a sensação de estar caminhando dentro de um forno.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 1

Acordamos de manhãzinha e, por volta das oito, pegamos um táxi para o cemitério de aviões. O lugar é uma joia escondida: não havia ninguém lá a não ser a gente.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 2

Havia uns 4 ou 5 aviões abandonados no local, a maioria de pequeno porte. A exceção era um gigante de sucata perto da entrada: o 747.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 3

Decidimos explorar o menor avião primeiro, para sentir um gostinho de como seria a experiência. Extremamente úmido, conforme esperado, e com um cheiro desagradável, mas tolerável.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 4L

Lógico que eu fui direto para a cabine do piloto. Nunca tinha entrado em uma, então essa era a minha chance!

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 5

Olhem para mim. OLHEM PARA MIM! Sou o comandante agora.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 6

Boa parte dos painéis de controle ainda estava intacta. De qualquer forma, eu te aconselharia a não tocar em nada...

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 7

A área externa do cemitério era surpreendentemente verde. Um contraste perfeito entre uma estrutura enferrujada, feita pelo homem, e uma exuberante vegetação que toma o lugar.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 8

Confesso que fiquei muito tentado em levar isso de suvenir para casa. Não seria o máximo ter uma máscara de oxigênio no seu quarto?

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 9

Depois de uma hora de preparativos, era o momento de explorar o chefão: o 747.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 10

Se eu tiver deduzido corretamente, o 747 era da companhia Orient Thai. O motivo pelo qual ele estava no meio da cidade é um mistério para mim.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 11

O melhor jeito de entrar dentro dele é escalando a abertura lateral. Assim, ó.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 12

Esse foi um momento marcante... a primeira vez da minha vida em que botei os pés na Primeira Classe.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 13

Então essa é a sensação de voar de Primeira Classe... não é tão confortável quanto eu imaginava.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 14

Desiludido com a qualidade da Primeira Classe, decidi vazar e explorar outros aviões.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 15

Crianças, não usem drogas. Olha o que fizeram com o Pikachu!

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 16

Essa foto captura perfeitamente o espírito da aventura urbana – o contraste entre vida e degradação.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 17

Os outros aviões não estavam em condições razoáveis como os dois primeiros, então decidimos ficar na miúda.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 18

Por volta do meio-dia, o pessoal que deixou a gente entrar começou a ficar nervoso e mandou a gente sumir dali. Não sei por que motivo.

Antonio Mammi adicionou foto de Bangcoc Foto 19

Tiramos uma última foto da nossa gangue e decidimos encerrar nosso dia por ali.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Nina Ferreira

Nina Ferreira comentou 3 anos atrás

Show!! Mes que vem estarei lá =)

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Bangcoc,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.