INTO THE WILD - ACAMPANDO NA ARGENTINA


  Argentina  2408 visualizações

Esta é uma tradução do relato de Karin-Marijke Vis na Matador Network. O post original você encontra aqui.

***

Há muitos campings espalhados pela Argentina, mas você não depende deles para aproveitar as suas belezas naturais. O governo permite acampar em áreas remotas sem qualquer estrutura e a prática é bastante comum por lá – de fato, os lugares mais extraordinários ficam onde Judas perdeu as botas, acessíveis apenas de carro ou moto (de bicicleta, só se você for um atleta MESMO). Esse é o motivo pelo qual o país é o paraíso das road trips.

A Argentina está no topo da lista de aventureiros do mundo inteiro, que chegam a embarcar seus veículos de outros continentes para passar meses a fio explorando suas paisagens. Se você não tem muito tempo disponível nem moto ou automóvel próprios, é possível alugar carros em qualquer cidade do país, bem como trailers e caminhonetes em Buenos Aires ou em outros grandes centros.

A seguir, confira alguns dos lugares mais deslumbrantes da Argentina – aonde você nunca irá chegar de transporte público.

Fotos: Coen Wubbels

Praias desertas na Costa Atlântica: solidão

 Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 1

A Costa Atlântica é formada por praias imensas e imaculadas, sem a presença de uma alma-viva sequer. É impressionante a sensação de liberdade em dirigir por 60 quilômetros a beira-mar, desde Mar Azul (ao norte de Mar del Plata) até um farol. Dica: esvazie um pouco os pneus para não atolar. 

Altiplano nas proximidades de Salta: cores

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 2

O altiplano, conhecido localmente como La Puna, se alonga até os territórios da Bolívia e do Chile. É um lugar tão remoto, árido e majestoso que o sentimento não será outro que não o de reverência pela natureza. As cores do entorno estão em constante mutação: montanhas vermelhas, castanhas e de terracota; riachos azuis ou transparentes, sempre cintilantes, margeados por grama ou musgo verde/cinzento; branquíssimas e imensas áreas cobertas de sal. Rebanhos de vicunhas pastando completam o panorama. Dentre os nossos trechos preferidos, cito as estradas poeirentas perto de Cachi e a estrada para Tolar Grande. Para esse último trajeto, é preciso atravessar o Deserto del Diablo, onde você vai se sentir uma formiguinha diante da natureza monumental do lugar.

Península Valdes: baleias

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 3

A Península Valdes é um parque nacional na Costa Atlântica, onde acampar não é permitido. Também não há nenhum tipo de acomodação por lá, o que significa que todo mundo tem que voltar para o continente quando o sol se pôr. A exceção é Punta Pardelas, um canto remoto da baía de Golfo Nuevo. Mas atenção: pode ser que a administração do parque cancele essa autorização a qualquer momento – então fique esperto quando for planejar sua viagem. Não há absolutamente nenhuma estrutura lá (inclusive acesso a água potável), então você vai ter que levar tudo o que for precisar. Todos os anos, entre junho e dezembro, cerca de 2 mil baleias migram do Sul para procriação e parto. A melhor chance para encontra-las é entre augusto e outubro. Os baleais podem aparecer em diversos horários ao longo do dia, mas o tiro certeiro é tentar avistá-los ao nascer e pôr-do-sol, quando dá para se aproximar delas a até um braço de distância.     

Distrito dos Lagos: tranquilidade

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 4 

O Distrito dos Lagos é rico também em rios, vulcões e montanhas. Foi apenas por causa de interferência humana que a área foi dividida em duas: há cerca de 200 anos, uma parte do território ficou para a Argentina e a outra, para o Chile. Enquanto cidades como Bariloche, às margens do Lago Nahuel Huapi, são facilmente acessíveis, muitos dos lagos não são. Ao longo da fronteira, passamos pelos lugares mais tranquilos e deslumbrantes da região. Então ziguezagueamos pelos dois lados: alguns dias no Chile, outros tantos na Argentina. Nossos lugares preferidos: Lago Quillén e Lago Aluminé.

Iruya e cercanias: um desafio off-road

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 5

No Norte de Quebrada, há uma estrada sinuosa que sobe 4 mil metros montanha acima. Escondido entre desfiladeiros, incrustrado no meio de uma garganta, há o pitoresco e amigável vilarejo de Iruya. Armamos nossas barracas nas redondezas do povoado e saímos para explorar a área. De carro, fomos até a aldeia de Las Higueras. O trajeto é duríssimo: nos trechos secos, a estrada é de pedregulhos e, em alguns momentos, você vai ter que atravessar córregos em que a água bate nos joelhos. Obviamente, não há transporte público nessa rota, que só deve ser encarada por quem tiver bastante experiência em off-road.

Sierras Chicas: muita energia

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 6

As Sierras Chicas ficam entre Jesús María e La Cumbre, na Argentina central, onde estradas de cascalhos serpenteiam por entre as encostas das montanhas. Os moradores se recusam a pavimentar as vias justamente para aproveitar os espetaculares desafios off-road da região. Não por outro motivo, o rali Paris-Dakar é uma das competições que regularmente organizam etapas nessa área. Além do espírito de aventura, o lugar tem vocação mística: Cerro Uritorco, que fica a 1.949 metros de altitude, é conhecido como um suposto ponto de observação de óvnis, além de possuir campos de energia muito fortes. Algumas pessoas acreditam que, em Capilla del Monte, os óvnis teriam estabelecido uma passagem secreta para uma cidade subterrânea chamada Ciudad ERKS. Seja qual for a sua motivação, há muitos campings e locais próprios para acampar em toda a região de Sierras Chicas.

Parque Nacional Perito Moreno: no meio do nada

 Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 7

Esta não é uma descrição da Geleira Perito Moreno, mas de um parque nacional que fica bem mais ao norte, em uma das áreas mais inacessíveis de toda o país, a 90 quilômetros a oeste do final da Ruta 40. O parque é uma zona de transição entre as estepes secas da Argentina e as florestas exuberantes do Chile, onde a precipitação aumenta e a natureza repentinamente fica verde novamente. O parque, com lagos imaculados, rios brilhantes e montanhas com neve em seus cumes, onde residem guanacos e pássaros, foi um dos nossos locais preferidos para caminhadas.

Punto Tombo: pinguins

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 8

Peninsula Valdes não é o único lugar para se ter contato com a vida selvagem. Ao longo da Costa Atlântica, há muitos pontos em que você pode encontrar criaturas maravilhosas como leões marinhos, elefantes marinhos e pinguins. Punto Tombo é um parque natural muito popular, diariamente visitado por milhares de turistas que vão até lá para observar cerca de meio milhão de pinguins-de-magalhães. A principal vantagem de acampar nas redondezas é poder explorar o lugar entre 8 e 10 da manhã, antes de chegarem os ônibus abarrotados de turistas.

Patagônia: o vazio

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 9

Na Patagônia, a vida animal é onipresente. Rebanhos de ovelhas, guanacos, nandus e emas cruzavam a estrada conforme seguíamos a viagem. Aves de rapina mapeavam o território em busca de suas refeições e coelhos corriam em desabalada carreira. A ausência de civilização faz da travessia uma experiência indescritível. Viajar com o seu próprio veículo vai te dar o privilégio de parar e se assentar aonde você quiser.

Nas profundezas dos Andes: neve

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 10

A Quebrada de La Troya, um impressionante cânion com rochas que irradiam um vermelho profundo no final da tarde, é a porta de entrada para uma área pouco visitada dos Andes argentinos. Em meio a paisagens inóspitas, inicia-se uma estrada de terra sinuosa que, curva atrás de curva, vai te levar até uma altitude de cerca de 4 mil metros.

A região é o habitat de vicunhas, que são uma versão reduzida das lhamas – e também os membros mais elegantes da família dos camelos. Às vezes as flagrávamos em duplas, outras tantas em rebanhos maiores. A 4.500 metros de altitude está a Laguna Brava, um lago azul-turquesa parcialmente coberto por gelo e cercado pelos cumes das montanhas – cobertos de neve até no verão.

Ruta 40: pela paixão de dirigir

Antonio Mammi adicionou foto de Argentina Foto 11

Viajar pela Argentina de carro não apenas lhe dá a liberdade de se assentar aonde quiser, como também proporciona o prazer de dirigir por estradas lindas e desafiadoras. A travessia da Ruta 40, uma das mais genuínas road trips da América do Sul, é uma experiência na qual você vai ficar sozinho, às vezes durante dias, em paisagens remotas e deslumbrantes – que variam entre altiplanos, montanhas e planícies desérticas. Você vai poder parar onde e quando quiser, para tirar fotografias ou apenas apreciar a beleza e o silêncio da natureza.  

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Nina Ferreira

Nina Ferreira comentou 3 anos atrás

Antônio que delícia de lugar....e as fotos são incríveis!!

Já imaginou fazer uma viagem 100% personalizada e feita sob medida para você?!

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em criar roteiros 100% personalizados e sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e interesses e recebe uma consultoria grátis de um Especialista de viagens. Após fazer o orçamento, basta realizar o pagamento que o Instaviagem organiza toda a sua viagem do começo ao fim!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.