13 dicas para você curtir Veneza sem nenhum stress


  Itália, Veneza  1991 visualizações

Pó Dourado adicionou foto de Itália,Veneza Foto 1
Este é mais um texto afirmando que o barato em Veneza é vagar sem rumo e se perder. Aliás, a ideia aqui é exatamente reforçar esta afirmação. Nada criativo? Pode ser. Dentre as mais diversas emoções que a cidade desencadeou em mim, a maior delas foi morder a minha própria língua. Descobri, entre um canal charmoso e uma ruela escura que eu adoro um cliché. Veneza é um dos maiores deles quando o assunto é viagem e, por isso mesmo, é um lugar único.

A questão aqui é: como se perder, afinal? Por que uma flanada nela é tão especial? Tem algum segredo? Não sei se tem, mas queria dividir algumas dicas para que esse NADA seja mais do que especial
 
 

01. Compre um ticket de Vaporetto

Pó Dourado adicionou foto de Itália,Veneza Foto 2
Jardins do Parque Bienalle
 
 
Em Veneza não tem carros, ônibus nem mesmo as costumeiras bicicletas ou vespas, tão presentes nas cidades italianas. Todos estão em pé de igualdade em terra, seja subindo pontes, escorregando em poças ou se perdendo o tempo todo. A única certeza são os canais - são eles que te guiarão
Talvez você se assuste com o preço: são 20 euros por dia - o valor vai amortizando dependendo da quantidade de dias. Provavelmente, é o transporte público mais caro que você pegará em vida. No entanto, ele te permitirá uma mobilidade muito maior, economizará o seu tempo e garantirá uma visão bem mais ampla. Certos detalhes só conseguem ser observados vistos da água. Por último: com o Vaporetto você visitará as ilhas de Murano, Burano, o Lido, Giudecca e outros lugares, inacessíveis à pé.
 
 
 

02. Pegue o Vaporetto à noite

Uma, duas, várias vezes. O Vaporetto passa em todos os pontos a cada 10 minutos, até a meia noite. O silencio da cidade adormecida é de tirar o fôlego.

 
 
03. Durma em Veneza
 
Pó Dourado adicionou foto de Itália,Veneza Foto 3
Mercado de Rialto, que inicia suas atividades 6am
 
Não caia no conto de que uma hospedagem em Veneza Mestre é mais negócio por ser econômico. Ok, isso não é conto, mas vale pesquisar uma hospedagem alternativa (seja Airbnb ou quarto coletivo em hostel) ou reservar o seu hotel com antedecência. Lembre-se que regressar para Mestre todo dia custa tempo e dinheiro também. E claro, ver o sol nascer em Veneza ou acordar ao som dos sinos da igreja mais próxima não tem preço.

 
 
04. Durma mais de duas noites em Veneza
 
 
Como disse, Veneza é um dos maiores clichés do mundo. Isso significa que, até você perceber que aquilo tudo é real e tem um ritmo próprio, você precisará de tempo. Somos bombardeados desde que nascemos com imagens da cidade flutuante - seja em filmes, fotos de amigos ou em imagens na internet. Permita-se viver aquilo ao máximo e tentar entrar no ritmo da cidade. Além disso, visitantes de um dia são nocivos à cidade.

 
 
05. Não dependa de outros para ir para Veneza
 
Outro lugar-comum da cidade é que ela é destino de casais apaixonados. Limitar Veneza a um posto de um hotel all inclusive no Caribe ou nas Maldivas é jogar no lixo toda a importância histórica, arquitetônica e simbólica que ela construiu nestes últimos vinte séculos. Acho que o maior exemplo de como essa visão romântica do lugar é equivocada é a tal Ponte dos Suspiros. O nome foi dado por ser o último suspiro que os prisioneiros davam, ao passar por ela, antes de serem jogados na cela.

 
 
06. Leia sobre a história de Veneza antes de ir

São mais de 20 séculos de história, passando nas mãos de diversos povos e contribuindo para a produção cultural e acadêmica mundial. Quanto mais você souber sobre a cidade, mais perceberá o quanto ela é apaixonante, imponente, progressista e poderosa.

 
07. Veneza não é itália
 
A própria Italia não é Italia. Trata-se de uma nação que só foi unificada há pouco mais de dois séculos, e, por isso, não espere encontrar aqui o que você busca em Roma ou Firenze. Veneza é uma nação independente há séculos, com características muito próprias.

 
 
08. Não tenha medo de turistas
 
Pó Dourado adicionou foto de Itália,Veneza Foto 4
Tranquilidade, e muita. E isso às 11am.
 
Sou do tipo de pessoa que tende a arrogância quando o assunto é atração turística. Por isso, relutei muito em incluir Veneza em alguma viagem minha. Preços altos, nativos com má vontade com forasteiros e lugares abarrotados me dão nos nervos. Hoje, me arrependendo de não tê-la incluído antes. Hordas de turistas são realidade em qualquer cidade mega turística e é claro que Veneza não é diferente. No entanto, é muito fácil escapar da multidão. A maioria da galera concentra-se na região de San Marco e não desbrava todas as ilhas. Tem muito canto quieto, tem muito restaurante com preço honesto e, conversando direito com os locais, tenho certeza de que será bem recebido.

 
 
09. Não tenha medo da previsão metereológica
 
Pó Dourado adicionou foto de Itália,Veneza Foto 5
 
Em um dia de sol, os canais ganham um azul esverdeado maravilhoso. Com um tempo nublado, a cidade ganha tons de cinza e uma aura misteriosa cinematográfica. Na chuva, você poderá presenciar o fenômeno de acqua alta, a famosa enchente. Para cada situação, Veneza desenha uma narrativa diferente e, eu tenho certeza que você irá querer voltar para viver as que não viveu.

 
 
10. Respeite a culinária local
 
Pó Dourado adicionou foto de Itália,Veneza Foto 6
Prosecco geladinho te aguarda
 
Acho que esse é um dos maiores erros dos viajantes. Tem quem visite Veneza e reclame que a pizza era horrível ou que a lasagna a bolognesa era congelada. Em vez disso, prove o que Veneza tem a oferecer e deixe sua pizza para Napoles e a lasagna para Bologna. Isso garantirá que você pague menos por uma comida fresca, muito bem feita e, além de tudo, mais barata. Você sabia que o prosecco é produzido no Veneto? Uma taça desse delicioso frizante pode custar certa de 1 ou 2 euros por lá. Também sabia que em Veneza você come peixes fresquíssimos muito bem executados? E, sabia que mesmo que não queira pagar fortunas por um prato de frutos do mar num restaurante bambambam você pode beliscar sandubinhas deliciosos feitos com eles, por menos de 3 euros em diversos bares pela cidade? E bom, você sabia que o Aperol Spritz foi inventado em Veneza?

 
 
11. Pode e deve se perder sim
 
Veneza é uma das cidades mais seguras do mundo, por mais que nós, brasileiros, nos assustemos à primeira vista. São ruelas mal iluminadas e becos que dão para o nada ou que revelam incríveis tesouros. Não precisa recorrer a um mapa -----

 
 
12. Não faça check lists
 
Você pode ser o doido-de-ticar-atrações quando viaja e eu não vou condena-lo por isso. Apenas peço para que você dê um tempo desta gincana quando chegar na cidade. Veneza é uma cidade complicada para se localizar e, por isso, obrigar-se a seguir um roteiro certinho te deixará frustrado e muito cansado. Todo o encanto do seu labirinto será ofuscado pela necessidade de encontrar a Piazza San Marco ou a capela do sei lá quem.

 
 
13. Não se irrite
 
Pó Dourado adicionou foto de Itália,Veneza Foto 7
Veneza dorme cedo, tem diárias caras e uma geografia que desafia até quem tem o melhor senso de direção do mundo. Também tem lugares pega-turistas, navios gigantescos atracados, sofre com enchentes que alagam e, dependendo da época, tem mosquito pra caramba . Tudo isso faz parte de sua personalidade. Aceite as suas imperfeições e aproveite uma das cidades mais maravilhosas que este mundo tem.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Cintia Costa

Cintia Costa comentou 2 anos atrás

Não querendo me meter, já me metendo rsrsrs. .. Sugiro ir à Murano e Burano e ainda dar uma fugida à Padova visitar a Basílica de Sto Antônio. Foram outros passeios q fiz de Veneza, amei e super recomendo. ????

Cristiana Macedo Pimentel

Cristiana Macedo Pimentel comentou 2 anos atrás

Entrou na lista! Obrigada!

Andréa Sâmia

Andréa Sâmia comentou 2 anos atrás

Fui algumas vezes e amei cada uma delas. Cada descoberta, cada beco, nativos, turistas. Na primeira vez que fui e ao descer na estação de trem e dar de cara com aquela ponte, as gôndolas, fiquei extasiada, me senti em um filme, demorou um pouquinho para cair a ficha. Me perder naqueles becos sem pressa tomando aqueles sorvetes mais gostosos que provei na vida e sai na praça San Marco foi inacreditável, chorei de emoção, apaixonada por Veneza.

Pó Dourado

Pó Dourado comentou 2 anos atrás

Andrea, também chorei quando cheguei na San Marco. Era mais de 21h e não tinha NINGUÉM. Daí atravessei a praça, dei de cara com o Palazzo Ducale e com o canalzão <3 Lugar lindo, meu deus.

Fabricio  Gomes

Fabricio Gomes  comentou 2 anos atrás

o ticket de Vaporetto é limitado em quantos usos por dia?

Pó Dourado

Pó Dourado comentou 2 anos atrás

Oi, Fabricio! O Vaporetto oferece algumas opções. Você pode comprar o ticket único por $7,50 e andar livremente por 75 minutos ou então pode pegar o ticket de vários dias: - 20,00 € - 1 DAY TICKET - 30,00 € - 2 DAYS TICKET - 40,00 € - 3 DAYS TICKET - 60,00 € - 7 DAYS TICKET Nestes bilhetes temporais não há limite de uso. A única coisa importante é SEMPRE valida-los na entrada.

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Itália, Veneza,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.