Vale a pena alugar um carro na Europa?


  Europa, França, Alemanha  2806 visualizações

Se você estiver com uma ou mais pessoas, vale, sim.

As vantagens são muitas. Mas, basta lembrar da flexibilidade de poder parar onde quiser, de explorar as áreas próximas ao roteiro elaborado, e de economizar no tempo que se gastaria com os horários de embarque; é bom lembrar que lá fora tempo é sinônimo de dinheiro.

RUTECN  adicionou foto de Europa,França,Alemanha Foto 1

E a emoção de ver paisagens lindas, e poder registrar momentos únicos? Lógico que de carro essas oportunidades são bem maiores.

RUTECN  adicionou foto de Europa,França,Alemanha Foto 2

Bem... tem inúmeras desvantagens também, e que devem ser levadas em conta. Por isso, fiz questão de anotar as observações seguintes que podem ajudar quem esteja a fim dessa fantástica aventura:

 - Embora na carteira de habilitação internacional haja uma cópia da CNH brasileira, é importante levar ambas e portar um cartão de crédito para pagamento mesmo que já tenha sido pago o aluguel; esse valor será depois reembolsado.

- Alugue o carro antes de viajar, pois ele pode não estar mais disponível; procure os que tenham quilometragem livre e com o portamalas compatível com o volume que quer levar.

- Verifique se o carro tem seguro; se não tiver, pague um com boa cobertura e viaje com tranquilidade.

- Se viajar no inverno para regiões que nevam muito, convém verificar se o carro tem pneus adequados para isso.

- Tanto as estradas principais quanto as secundárias são bem sinalizadas e em perfeitas condições.

- As estradas principais estão todas cobrando pedágio, o que onera consideravelmente a viagem. No site http://www.viamichelin.pt/ traça-se um roteiro com ou sem pedágios.

- Os radares geralmente são colocados em pontos estratégicos, como em postes bem altos para captar à distância.

- Atenha-se às velocidades permitidas:

Em rodovias secas

- 130 km/h - em todas as rodovias; em autoestradas da Alemanha não há limite de velocidade

- 110 km/h - em rodovias de pista dupla sem pedágio

- 90 km/h - em outras estradas

- 50 km/h - nas cidades. No nome da cidade começa o limite, e uma barra através do nome da cidade é o término da restrição

Em rodovias molhadas

- 110 km/h - em quase todas as rodovias; na Alemanha aparecem limite de velocidade nessas situações

- 100 km/h - em rodovias de pista dupla e rodovias sem pedágio

- 80 km/h - em outras estradas

 Nas rodovias com neblina (visibilidade de menos de 50 m)

- 50 km/h

 - As sinalizações nas pequenas cidades muitas vezes são confusas ou inexistentes; apesar do GPS informar o sentido a pegar, é importante observar as placas indicativas nas ruas, pois podem ser divergentes.

- O abastecimento do combustível é feito pelo motorista, com o pagamento no caixa da loja de conveniência anexa.

- Existem várias lanchonetes na estrada, mas se quiser comprar lanches em supermercado, há áreas para pequenas paradas junto às rodovias para esse fim.

- Em cidades de médio-grande porte, o melhor é deixar o carro no estacionamento e andar a pé ou usar os meios de transportes locais, pois pode não encontrar lugar para parar. Em alguns lugares, mesmo tendo carro parado é proibido, e você pode levar multa.

- Reserve hotéis que dispõem de estacionamento.

- Os hotéis da Europa não retiram a bagagem do carro; por isso, em pequenas estadias convém que tenha separadas algumas roupas em uma sacola ou mochila.

- Um bom planejamento - roteiro, dicas - proporciona uma viagem mais proveitosa.

- Encha o tanque na devolução do carro; paga-se um valor absurdo se esquecer desse detalhe.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Fernando Ceron

Fernando Ceron comentou 3 anos atrás

Aluguei um carro na Italia, e com todas as taxas e seguros pagos antecipadamente feitos no Brasil. Importante observar o grupo do carro escolhido, pois pode não ser adequado para a quantidade de pessoas e/ou malas envolvidas na viagem. Se preocupar com a agencia escolhida tem posto de devolução na cidade da qual voce planeja devolver/entregar o carro. Verificar os acessorios inclusos, pois quando percebi o auto estava sem antena de radio. Não usei carteira internacional so a cnh brasileira serviu, mas bom verificar a necessidade nos países a serem visitados, ja que as legislações podem variar. Abçs.

RUTECN

RUTECN  comentou 3 anos atrás

Fernando, em Paris foi um transtorno. Eu não levei a brasileira e fiquei muito estressada, principalmente porque a atendente da Sixt não foi nem um pouco gentil. Por sorte, meu irmão tinha a dele e também a internacional; depois de mais de hora, transferência de titular para ele e tudo o mais, no papelzinho-documento que nos entregou nem constava o seu nome, e sim o meu!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Europa, França, Alemanha,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.