São Francisco Xavier tem mirantes encantadores na Serra da Mantiqueira


  São Francisco Xavier  5793 visualizações

São Francisco Xavier. Nem todo mundo conhece, mas deveria. Distrito de São José dos Campos (SP), São Francisco Xavier tem um turismo que mescla natureza e inverno. Próximo a Campos do Jordão e São Bento do Sapucaí, e vizinha de Monte Verde, São Francisco Xavier tem seu próprio charme e algumas vantagens que as cidades citadas não têm, como, por exemplo, um fluxo de turistas menor, que proporciona mais sossego, e preços mais camaradas.

A seguir, conheça o que fazer em São Francisco Xavier, saiba como chegar e onde ficar.

Mateus Souza adicionou foto de São Francisco Xavier Foto 1

Como chegar
Êta distritinho longe! No mapa, São Francisco Xavier está quase na divisa com Minas Gerais. A distância entre São Francisco Xavier e SP não é tanta (149 km), mas leva um tempo para chegar. Uma vez em São José dos Campos (97 km de São Paulo, sendo possível chegar pela Dutra ou pela Ayrton Senna) ainda é preciso percorrer mais duas horas pela SP 0-50. Primeiro até o pequeno município de Monteiro Lobato e depois uma vicinal até, finalmente, São Francisco Xavier. A estrada é bastante montanhosa e com uma vista incrível em boa parte do percurso. 

E o esforço é bastante recompensador, como veremos nas próximas dicas do que fazer em São Francisco Xavier.

O turismo
Conhecida popularmente como “São Chico”, o turismo no local é novo, do início dos anos 90, até por isso pode passar despercebido por muita gente. Foi quando se criaram áreas de proteção ambiental, impondo restrições ao desmatamento e a novas construções. Os moradores viram, então, potencial nas trilhas, mirantes e cachoeiras de São Francisco Xavier e o ecoturismo passou a se desenvolver, primeiro com moradores de São José dos Campos. Com a fama crescendo, hoje São Francisco Xavier já recebe gente de todo o estado de São Paulo, Minas e Rio. Mas o Brasil é o limite, por que não?  

Mateus Souza adicionou foto de São Francisco Xavier Foto 2

Lista de atrações
Há muito o que fazer em São Francisco Xavier. Vamos começar pelas cachoeiras de São Francisco Xavier. A Pedro Davi é a mais próxima do centro do distrito e por isso a mais visitada. Queda larga, porém pequena. Tem poço para banho. A Pouso do Rochedo é um complexo de sete cachoeiras, a mais bonita com queda forte e compacta. Mas a Cachoeira do Roncador é a mais bonita de São Francisco Xavier, a 14 km do centro, na estrada do Rio do Peixe. São 45 metros de queda, que na sequência é dividida em várias outras quedas.

De picos e mirantes, São Francisco Xavier também não tem do que reclamar. O Pico do Selado, o mais alto deles, a 2.082 metros de altura, proporciona bela vista para o Vale do Paraíba e o sul de Minas Gerais. É preciso preparo físico para subir. O Pico do Focinho da D’anta vem logo atrás. Mais baixo, com 1.712 metros, é todo rodeado por mata, e a vista é tão incrível quanto. Outros mirantes que valem a pena: Pedra Redonda (1.925 m), Pedra do Chapéu do Bispo (1913 m) e Serra do Queixo D’anta.   

Para andar a cavalo, o Rancho São Xico é a principal opção de turismo equestre.

Mateus Souza adicionou foto de São Francisco Xavier Foto 3

São Francisco Xavier: a cidade
Típica cidadezinha do interior, com a igreja na área central delimitando as praças e ruas. É no entorno que se encontram os bares, restaurantes e lojas de artesanato de São Francisco Xavier.

Onde comer
Há bons restaurantes em São Francisco Xavier. O Pesqueiro Pantanal proporciona uma das experiências mais ricas: a vista da natureza ao redor, os lagos em volta nos quais se praticam a pesca esportiva, e, claro, as porções de peixes incrivelmente saborosas. O Restaurante e Truticultura Serra das Águas segue o mesmo caminho. As trutas são imperdíveis, por sinal.

Padarias, pizzarias, bares, bistrôs, opções não faltam em São Francisco Xavier. Nos dias de sol a pino (e na Serra da Mantiqueira isso é bastante comum), a Sorveteria do Vovô é ideal para se refrescer. A Pizzaria Caboclo proporciona um dos jantares românticos mais gostosos de São Francisco Xavier, enquanto a Pangea Bar é o lugar para beber uma cachaça e esquentar o corpo do frio noturno.

Mateus Souza adicionou foto de São Francisco Xavier Foto 4

Onde ficar
Há ótimas pousadas em São Francisco Xavier, indo desde pequenos chalés até requintadas pousadas, tanto dentro da cidade quanto ao pé das montanhas que rodeiam o distrito. Para escolher o que mais lhe convém e cabe no bolso, segue link com todas as opções.

Vizinhança
Algo muito positivo na Serra da Mantiqueira é o fato de ser muito difícil ir para um lugar que não seja agradável. Tanto que a vizinhança de São Francisco Xavier também tem ótimas opções.

Na vizinha São Bento do Sapucaí (SP)
O viajante Fernando Ceron, de São Paulo, considera obrigatória, a quem está em São Francisco Xavier, a visita à Pedra do Baú, formação rochosa de quase 2 mil metros de altura e que pode ser vista de várias cidades da região. Vá pela face norte, onde fica o Restaurante Pedra do Baú e o estacionamento. A subida tem alto grau de exposição próximo ao cume, portanto ande com bastante atenção. “Depois de fazer a caminhada, o restaurante é uma ótima pedida para repor as energias”, diz Fernando.

Mateus Souza adicionou foto de São Francisco Xavier Foto 5Foto: Ana Paula Hirama/Creative Commons

Na vizinha Monte Verde (MG)
Distrito da cidade mineira de Camanducaia, Monte Verde e São Francisco Xavier situam-se, ao mesmo tempo, perto e longe uma da outra. É que de carro são 65 km em uma estrada sinuosa que leva 2h30 para ser percorrida. O curioso é que em linha reta estão a somente 15 km! Mas dá para transpor a pé, em uma trilha que leva cerca de quatro horas em um ritmo normal de trekking. Trata-se de um dos percursos mais famosos que liga uma cidade a outra na Serra da Mantiqueira.

De carro ou a pé, uma vez em Monte Verde você não vai se arrepender. Apesar de ter muito o que fazer em São Francisco Xavier, passar um tempo em Monte Verde é dica válida, independente do tempo de sua viagem. Se ela for mais curta (um final de semana, por exemplo), então compensa mais um bate-volta. Se tiver tirado os dias para uma imersão no meio da natureza e for permanecer cinco dias ou mais, veja se consegue encaixar ao menos uma pernoite em Monte Verde.

Para o viajante que quer economia na hora de dormir, o viajante Nicolas Leite, de São Paulo, recomenda o Chalés Eucalipto. Simples e pequeno, porém com ótimo atendimento e tudo limpo. Monte Verde segue o cardápio de São Francisco Xavier, com muitos caminhadas no meio da natureza. São passeios rurais por cachoeiras e trilhas. As tirolesas também estão presentes. São duas, de 65 e 75 metros, por R$ 65 por pessoa. A volta de quadriciclo andando 13 km sai por R$ 120 o casal.

Mateus Souza adicionou foto de São Francisco Xavier Foto 6

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Everton Cerqueira

Everton Cerqueira comentou 2 anos atrás

Olá Mateus,, você citou o pico do selado,, e pedra do herói do bispo, só achei referências a trilhas saindo de monte verde.é possível chegar nesses lugares por são Francisco xavier?

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para São Francisco Xavier,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.