Santiago do Chile: pontos turísticos que você precisa conhecer


  Santiago  4511 visualizações

Em Santiago do Chile os pontos turísticos não são frequentados exclusivamente por turistas. Os Cerros San Cristobal e Cerro Santa Lucía são dois bons exemplos disso, pois são “points” dos santiaguinos. Para chegar ao Cerro San Cristobal você pode escolher se vai a pé, de carro ou teleférico. Se estiver com pressa, vá de carro, se não, prefira a caminhada, para aproveitar os encantos do trajeto. Pelo caminho há um zoológico e bares e restaurantes. No topo, a vista de Santiago é de tirar o fôlego, principalmente no inverno, quando a Cordilheira do Andes fica mais branquinha.

DUBBI  adicionou foto de Santiago Foto 1

Localizado em pleno centro da cidade, o Cerro Santa Lucía também oferece aos visitantes uma vista deslumbrante. É como um oásis com mirantes, natureza preservada e construções e obras de arte históricas. Convertido em parque no século 19, o Cerro Santa Lucía pode sediar eventos e é muito procurado para casamentos pelo ar romântico que tem naturalmente, sem precisar de muita decoração para encantar os convidados. Em Santiago do Chile, os pontos turísticos costumam ter acesso fácil, e aqui não é diferente. Para chegar ao topo, a melhor pedida é a caminhada, que não é cansativa. Em dias de muita poluição, não é boa ideia visitar nenhum dos cerros e mirantes da cidade, pois a visão fica realmente prejudicada.

DUBBI  adicionou foto de Santiago Foto 2Divulgação/Shutterstock

Próximo ao Cerro Santa Lucia está o Parque Forestal. Aliás, por estar no coração de Santiago do Chile, pontos turísticos próximos é o que não falta: além do Cerro, também não estão distantes pontos como o Museu Bellas Artes e o tradicional Mercado Central. Principalmente no verão, o parque é ponto de encontro tanto de santiaguinos quanto de turistas. Aos domingos se encontram muitos ciclistas, pois a avenida próxima ao parque é reservada às bikes. No inverno e outono, o colorido bucólico dá ares europeus ao Parque Forestal.

DUBBI  adicionou foto de Santiago Foto 3

Outra área verde que vale a pena ser visitada é o Parque das Esculturas. Um verdadeiro museu a céu aberto em Santiago do Chile, o ponto turístico se diferencia dos demais pelas várias esculturas de autoria de artistas locais espalhadas por sua área de cerca de 15 mil metros quadrados. Falando em parques, o Bicentenario é um dos mais bonitos da capital do Chile, com suas áreas verdes e vista privilegiada tanto das montanhas que cercam Santiago do Chile, quanto de seus modernos prédios. Aqui também podem ser vistas obras de arte ao ar livre, em menor número do que no Parque das Esculturas, mas também muito legais. Fique ligado na programação, pois o Parque Bicentenário sedia vários eventos culturais, shows, festivais e exposições ao longo do ano.

DUBBI  adicionou foto de Santiago Foto 4

Em Santiago do Chile os pontos turísticos não são compostos apenas por parques, mirantes e belezas naturais, há também muitos museus interessantes, como o Museu de Bellas Artes. Fundado em 1880, o Museu de Bellas Artes está em seu prédio atual desde 1910 e é um dos mais conhecidos do Chile. Com um acervo composto por mais de três mil obras de arte de pintores e escultores nacionais, além de uma belíssima e completa biblioteca, o Bellas Artes não pode ficar de fora de seu roteiro.

Se você gosta de aprender sobre a história do lugar que está visitando, em Santiago do Chile pontos turísticos imperdíveis são o Museu Nacional de Historia Natural e o Museu de Arte Precolombino. Um dos mais antigos do continente, o Museu Nacional de História Natural existe desde 1830 e desde 1876 ocupa o belíssimo prédio em estilo neoclássico em que está situado, dentro do Parque Quinta Normal, pertinho da estação de metrô de mesmo nome. Logo na entrada há um imenso esqueleto de baleia-azul que dá aos visitantes uma dimensão do completo acervo de fósseis, insetos, plantas e minerais que contam a história do Chile através da fauna, flora e elementos geográficos que compõem o país. Além da exposição permanente, há ainda exposições temporárias, então vale a pena conferir a programação do museu antes de visita-lo.

Também contam a história chilena as mais de duas mil peças que compõem o acervo do Museu de Arte Precolombino. São objetos feitos de cerâmica, madeira e pedra, máscaras, incensários, urnas funerárias, artefatos usados em jogos e obras de arte que ajudam o visitante a entender como era a vida na América antes da chegada dos europeus ao continente.

DUBBI  adicionou foto de Santiago Foto 5

O Museu de Arte Precolombino fica bem próximo à estação de metrô Plaza de Armas, e é possível ir a pé à Plaza e visitar o Correo Central e a Catedral Metropolitana de Santiago do Chile, pontos turísticos dos mais tradicionais da capital do Chile. Construído em 1882, o Correo Central é onde fica o Museo Postal y Telegráfico, museu voltado à história postal do Chile. É um prédio muito bonito, então se você não é nenhum aficionado por filatelia, admirá-lo por fora já será um deleite. Já a Catedral Metropolitana atrai os amantes da história, arquitetura e da arte sacra. A fachada atual é obra do arquiteto Joaquín Toesca, foi construída em 1789 e teve em 1800 a adição de duas torres que completam o prédio que conhecemos hoje. Uma curiosidade interessante sobre a Catedral Metropolitana é que, contando com a adição das torres, essa é sua quinta versão a ser construída. A primeira, feita em adobe, foi incendiada por índios da tribo Mapuche, e a segunda e a terceira reconstruções foram postas abaixo por terremotos em 1647 e 1730.

Próximo à Plaza de Armas, o Paseo Ahumada é outro lugar a conhecer se você for visitar Santiago do Chile. Ponto turístico para conhecer como vivem os nativos da capital do Chile, o Paseo Ahumada é um movimentado centro comercial em que além de fazer compras é possível apreciar artistas de rua e se familiarizar com os costumes santiaguinos. Um destes costumes são os Cafes con Piernas, um tipo de café que só existe no Chile - e aos montes no Paseo Ahumada. Nos Cafes con Piernas as atendentes se vestem com roupas curtas e sensuais e estão acostumadas a conversar fiado com os clientes, em sua grande maioria homens. O horário em que os cafés ficam mais cheios é logo após o almoço, então se você não é fã de lugares lotados, dê preferência a ir em outro horário.

Falando em cultura chilena, seu passeio a Santiago do Chile e pontos turísticos da cidade não estará completo sem uma visita à Casa-Museu La Chascona, antigo lar do poeta chileno Pablo Neruda, que tem a forma de um barco e abriga objetos ligados ao artista que são como uma representação de sua personalidade. Para a viajante Ana Luiza Carvalho, de Salvador, a única coisa que realmente merece o título de imperdível na capital do Chile é La Chascona, que ela classifica como “incrível”. Os viajates Tissiana e Matheus, de São Paulo, contam que já estiveram duas vezes lá e todas as vezes acharam a visita sensacional “Objetos e decoração rica, aliados à área verde do Cerro San Cristóbal tornam a casa um charme”, completam.

DUBBI  adicionou foto de Santiago Foto 6

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Roberto Ramirez

Roberto Ramirez comentou 3 anos atrás

http://acampandochile.com/

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Santiago,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.