O que fazer em Bonito (MS)


  Bonito  1346 visualizações

Todo mundo conhece pelo menos uma pessoa que já foi para Bonito, no Mato Grosso do Sul. Se você é um amante da natureza, deve se tornar o próximo nessa lista. Isso porque se trata de um dos principais pontos de ecoturismo do Brasil, com grutas, cachoeiras e rios se que misturam em cenários paradisíacos de tons verde e azul.

DUBBI  adicionou foto de Bonito Foto 1

Divulgação/Shutterstock

Quer saber o que fazer em Bonito? O Dubbi conta com o maior prazer!

Alta temporada
Há muito o que fazer em Bonito no verão, a alta temporada da cidade. Como é a época das chuvas, a vegetação atinge o auge de sua exuberância, tal qual vemos nas fotos (e você vai poder comprovar que não se trata de Photoshop). O volume de precipitação, em algumas ocasiões, acaba por turvar demais a coloração da água, diminuindo a visibilidade dos mergulhos e flutuações, mas nada que chegue a ser um impeditivo.

DUBBI  adicionou foto de Bonito Foto 2

Divulgação/Shutterstock

Festival de Inverno de Bonito
Quem pensa que só há o que fazer em Bonito no verão, está profundamente enganado. O Festival de Inverno de Bonito, já em sua 17ª edição, não nos deixa mentir. Sua programação conta com um pouco de tudo: shows, musicais, teatro, danc?a, circo, exposições de artes plásticas, mostra de cinema, literatura, oficinas e debates. Em 2016, por exemplo, passaram por lá grandes nomes da música brasileira, como Elza Soares, Nação Zumbi e banda Barra da Saia. Para se programar, o festival acontece geralmente no mês de julho.

Mas no inverno é muito frio em Bonito?
Ok, o festival parece bem legal, mas julho é mês de frio, então vá preparado, com agasalhos mais quentes, pois em frentes frias a temperatura pode cair para perto dos 5ºC. Mas há muito o que fazer em Bonito no inverno, período em que a vegetação está mais seca por chover pouco. A contrapartida positiva é que as águas ficam mais claras, aumentando a visibilidade da vida aquática. Isso torna os mergulhos e flutuações ainda mais gostosos. Por isso, a dica é tentar ir em uma semana em que a previsão seja de mais calor.  

Comidinhas
Se o frio muda a maneira como nos comportamos e o que fazer em Bonito, não podemos nos esquecer que ele traz uma vantagem em relação ao verão: a culinária. Comece com um chá ou chocolate quente com uma chipa quentinha, e depois procure restaurantes da cidade que sirvam caldos de peixes e de mandioca. No centro, está cheio deles. Pronto, o frio já terá dado adeus.

DUBBI  adicionou foto de Bonito Foto 3

Divulgação/Shutterstock

Afinal, o que fazer em Bonito?
O passeio mais procurado são as flutuações, um tipo especial de mergulho. Mas há todo um ritual em uma flutuação, não é simplesmente chegar na água, colocar as roupas e os equipamentos e sair mergulhando. Esse processo envolve etapas anteriores, como trilhas em matas fechadas, com a vegetação do cerrado ao redor e encontros inesquecíveis com mamíferos da região como quatis, macacos, queixadas, cotias e tamanduás.

DUBBI  adicionou foto de Bonito Foto 4

Os mergulhos no rio da Prata, no rio Sucuri, no Aquário Natural e na Nascente Azul estão entre os de maior procura. Todos custam a partir de R$ 90, dependendo da duração e de outros passeios que serão colocados no pacote. Os condutores dos barcos e botes fazem paradas estratégicas nos lugares em que a observação dentro da água é melhor. A duração média de uma flutuação é de quatro horas.

A vida marinha submersa é encantadora e diferente de tudo o que você já viu. Dezenas de cardumes, de peixes dos mais diversos, como piraputangas, dourados, curimbatás, piaus, matogrossinhos farão o viajante se sentir em um Procurando Nemo da vida real.

Mas há muito mais o que fazer em Bonito além dos mergulhos. Um exemplo são as grutas de Bonito (em torno de R$ 45 por gruta). A do Lago Azul é sempre a mais indicada por quem já foi, principalmente por sua tonalidade de azul cristalino de tirar o fôlego em certos pontos. Isso acontece pela incidência solar logo pela manhã, através de uma pequena fresta nas formações rochosas, com os raios incidindo diretamente na água. Esse fenômeno é mais evidente durante o verão. Existem outras grutas, como a de São Miguel, que possui estalagmites e estalactites impressionantes.

DUBBI  adicionou foto de Bonito Foto 5

O turismo rural já se consolidou em Bonito. Estamos falando das visitas a fazendas, sendo a Boca da Onça a mais importante delas. Mais do que uma fazenda, o local se autointitula como um “complexo turístico”, uma vez que oferece trilhas, mergulhos, observação de aves e o mais puro contato com a natureza. Dentro do espaço, riachos proporcionam cachoeiras com água transparente, por estarem localizadas em depósitos de calcário puro. A Boca da Onça, que dá nome ao lugar, é a mais incrível, com 157 metros de altura, apenas a mais alta do estado do Mato Grosso do Sul.

DUBBI  adicionou foto de Bonito Foto 6

Agências e passeios
Depois de saber o que fazer em Bonito, hora de entender um pouco melhor como funcionam as coisas por lá. A primeira e mais importante informação que você precisa saber é que não existe diferença de preço nas agências locais. Exato, os valores cobrados são tabelados, uma forma encontrada pelo turismo local de aumentar a confiança do visitante (afinal, quando preços não são impostos, é comum ver variações exorbitantes para um mesmo passeio). As atrações de Bonito têm número limitado de pessoas que podem entrar. Como não existe ingresso na porta do local, a entrada só é feita por intermédio das agências.

A dica a seguir do Leonardo Araújo serve para todos os viajantes do Brasil. “Como os preços em Bonito são padronizados, comprar em uma agência do seu estado só encarece o pacote, já que será uma agência comprando de outra”, diz. Está achando muito difícil esse negócio de todas terem o mesmo preço? “Escolha a que te dê mais solidez e tenha menos reclamações na internet. No entanto, acredito que você não terá problemas. Bonito é modelo de turismo no Brasil”, completa Leonardo.

DUBBI  adicionou foto de Bonito Foto 7

Divulgação/Shutterstock

Existem duas modalidades de roteiros sobre o fazer em Bonito: os de curta duração e os de dia inteiro. “Nos de curta duração, estão as visitas às cavernas e flutuações, que podem ser combinadas no mesmo dia. Nos passeios para um dia inteiro, estão as visitas às estâncias e fazendas. E, além destes, existem passeios coringas, como os balneários, que podem ser mesclados com os de curta duração”, explica Leonardo.

Tem mais dicas do que fazer em Bonito? Deixe nos comentários e inspire viajantes

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

RUTECN

RUTECN  comentou 3 anos atrás

Fiquei muito contente ao ler essa reportagem. Bonito é realmente espetacular, e pode ser visitado o ano todo; mesmo no inverno, que tem pouca duração, suas águas quase não variam de temperatura. Fica a 300 Km de Campo Grande, e para chegar lá há ônibus e vans, além de voos da Azul duas vezes por semana partindo de Campinas. Pela diversidade de passeios, é natural que quem vai pela primeira vez fique em dúvida na hora de escolher, mas os que acho imprescindíveis são: Lagoa Azul (entre 8 e 9:30h), flutuação no Sucuri (um período) ou na nascente do Rio da Prata (dia todo), um passeio e banho de cachoeiras do Rio do Peixe ou do Pq das Cachoeiras (dia todo) e um dia no Balneário Municipal. O almoço no Rio do Peixe é excelente, e há macacos e araras domesticadas que adoram ser fotografadas nos nossos ombros. A entrada no Balneário Municipal é barata e dispõe de toda infraestrutura, riacho lindo cheio de peixes que pulam para pegar comida e nos rodeiam, e muito verde. Quanto tempo ficar lá? Se dispor de dez dias com certeza vai tê-los todos preenchidos e voltar planejando uma nova ida. A cidadezinha é simpática, com noites agitadas e muitas pousadas no centro. Não é à toa que foi um dos maiores destinos turísticos da Copa do Mundo 2014 e das olimpíadas deste ano.

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Bonito,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.