Transporte, Roteiro; Custos de viagem e Câmbio, Restaurantes, Passeios e Pontos Turísticos, Hospedagem, Curiosidade e Inspiração   Tailândia, Malásia, Bangcoc, Singapura

Tailândia - Sozinha na Tailândia, onde se hospedar, o que fazer e quanto tempo ficar?

Estou programando uma viagem pra Tailândia em janeiro/fevereiro de 2018. Tenho aproximandamente 3 semanas.

Gostaria de algumas dicas:

- Vou sozinha, é seguro?
- Ainda não tenho roteiro, sugestões do que fazer, onde se hospedar, comer, comprar, passeios, restaurantes, lugares...
- Nessa viagem, gostaria de passar uns poucos dias, tipo 2 ou 3 em Singapura ou talvez em Macau ou talvez algo em Hongkong. Alguma sugestão pra isso? Pensei em talvez começar ou terminar a viagem de um desses lugares.
- Dicas de hotel e hostels são muito bem vindas.
- Quanto de dinheiro e qual dinheiro levar?
- Quanto a cartão de crédito, são aceitos normalmente?

Acho que é isso!! ;)

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro

Responda a dúvida de Mariana

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

4 Respostas

Rafael Tamashiro

MELHOR RESPOSTA

Rafael Tamashiro Londres

respondeu 2 anos atrás

Tailândia no geral é um país bem seguro, principalmente para turistas, dado que o turismo é uma das fontes primárias de renda do país. Os cuidados que você deve tomar são os mesmos que você tomaria em qualquer outro país (câmbio em casas oficiais, tomar somente taxis registrados, etc).

Eu viajei sozinho em 2013, fiquei 5 dias em Bangkok, mas creio que 3 dias são mais que suficientes. Tente conhecer os templos principais (Wat Phra Kaew, Wat Pho, Wat Arun e Wat Saket), o mercado flutuante de Amphowa, a rua dos gringos Khao San Road, e a culinária local que é excelente! Recomendo o hostel de um conhecido meu (http://www.oldtownhostelbkk.com/http://www.oldtownhostelbkk.com/), vai conseguir te passar as melhores dicas.

Depois fiquei 2 dias em Krabi, pois queria fugir um pouco das grandes concentrações de turistas, então escolhi uma região com praias mais frequentadas pelos nativos. Ao Nang Beach vale a pena!

Singapura é uma cidade-estado maravilhosa, recomendo fortemente que fique de 2 a 3 noites lá, mas prepare-se pra abrir a carteira, pois é um dos lugares mais caros que já visitei. Aproveite o cassino do Marina Bay Sands, conheça Gardens by the Bay, China Town, Little India, o centro financeiro, e a vida noturna que é bem bacana! Prove o prato mais famoso da ilha (Chili Mud Crab), e o drink Singapore Sling do Raffles Hotel, super famoso também!

Hong Kong e Singapura são muito parecidas, acho que se você fizer uma das duas, já está de bom tamanho (particularmente gostei mais de Singapura).

Você praticamente não vai conseguir trocar BRL nesses países, a não ser nas casas de câmbio dentro dos aeroportos que cobram uma tarifa absurda, portanto leve uma quantidade de dólares para eventuais emergências, mas boa parte das coisas podem ser pagas com seu cartão de crédito (o meu é Mastercard e tive 0 problemas).

Rogério Coelho

Rogério Coelho

respondeu 2 anos atrás

Ola Mariana,

Tailandia vai ser sua melhor viagem da vida,rs garanto, vamos as respostas.

- Vou sozinha, é seguro?

Você vai sozinha, mas não vai estar sozinha nunca rsrs existem muitosss turistas que certamente vai fazer amizade. Tailandia é seguro, mas é bom não vacilar, principalmente na Khao San Road em Bangkok.


- Ainda não tenho roteiro, sugestões do que fazer, onde se hospedar, comer, comprar, passeios, restaurantes, lugares...

Tenho uma planilha completa com dias e lugares de onde fui, se quiser passa seu e-mail que passo.


- Nessa viagem, gostaria de passar uns poucos dias, tipo 2 ou 3 em Singapura ou talvez em Macau ou talvez algo em Hongkong. Alguma sugestão pra isso? Pensei em talvez começar ou terminar a viagem de um desses lugares.

Fiz 23 dias somente na Tailandia, e não me arrependo, tem muito lugares distintos que voce deve conhecer, como Bangkok, Ilhas e Chiang Mai.


- Dicas de hotel e hostels são muito bem vindas.

Já respondido.

- Quanto de dinheiro e qual dinheiro levar?

Depende do que você já pagou aqui, mas certamente não precisa de muito, para 23 dias eu gastei no total, mais ou menos, 8 mil reais. Como paguei muitos hoteis daqui e passagens eu levei pouco.


- Quanto a cartão de crédito, são aceitos normalmente?

Utilize o dinheiro local, leve dolar e troque la. Não é valido ficar pagando taxa.

Qualquer duvida, pode perguntar.

Abraços,

= )

Lina Castro

Lina Castro São Paulo

respondeu 2 anos atrás

Oi Mariana! Sim, é super seguro! Fiquei 2 meses lá e não tive nenhum problema.. claro que é preciso ficar esperta com golpes típicos contra turistas, tipo com taxistas etc. Olha, eu ficaria no máximo 4 dias em Bangkok, depois seguiria para o norte para conhecer Chiang Mai e também uma cidadezinha incrível que chama Pai. Acho que uns 5 dias por lá são suficientes.

Depois para as ilhas no Sul, porque aí vc fica mais a vontade para passar os dias que quiser nas praias que quiser, sem pressa de ir para outra região do país. Eu fiquei 2 noites em Ao Nang, e de lá saem muitos passeios para as ilhas da região.

Depois descobri uma praia bem alternativa que é vizinha da famosa Railay, chama Tonsai e é incrível, fiquei 2 noites lá mas juro que teria ficado mais!! Lá é bem alternativo mesmo, é barato pra se hospedar e comer e dá pra ir a pé pra Railay! Depois de lá, fui pra PhiPhi, onde fiquei 3 noites. Lá é bem legal pra festas, e tem muuuita coisa linda por perto. Uma dica em PhiPhi é tentar juntar uma galera e alugar um barqueiro pra ir pras praias, sai um pouco mais barato que ir por agências.

Koh Lanta é bem legal também, uma ilha pequena que dá pra conhecer tipo em 2 dias e é muito boa pra relaxar, normalmente o pessoal vai pra lá depois do agito de PhiPhi. 

No outro lado do litoral da Tailândia, eu acho que Koh phangan vale só se vc fizer questão de ir na Fool Moon Party, pq a ilha é meio cheia e um pouco suja por conta da festa. Ali em Koh Samui e Koh Tao é bem legal pra mergulhar, se vc curtir. 

Dica de lugar pra NÃO ir: Phuket. É uma cidade com uma vibe mais pesada, puro turismo sexual, não me senti nada bem lá, e várias pessoas que encontrei durante a viagem também não recomendaram ir pra lá. 

Leva dólar, mas troca só um pouco no aeroporto e deixa o resto pra trocar em casas de câmbio na cidade. Em todas as cidades tem vaaaarias casas de cambio pela rua, tipo a cada 10 passos haha. E não, eles não aceitam cartão na maioria dos lugares. Só num restaurante ou outro quando é um pouco mais chique, e talvez em lojas em Bangkok. 

Karen Mello

Karen Mello São Paulo

respondeu 2 anos atrás

Olá Mariana,

Estive na Tailândia no final de dezembro 2016 / início de janeiro 2017, mas minha viagem por lá durou apenas 15 dias, então me mantive só pela Tailândia mesmo para não ficar pingando muito de um lugar para outro.

Fui com uma amiga e não me me senti insegura em momento algum.. inclusive em Railay Beach, fizemos uma trilha pra chegar numa lagoa e no meio do caminho conhecemos uma garota britânica que estava sozinha. Puxamos papo com ela, se não tinha medo de se meter em furada (a trilha incluia uns momentos tensos de escalada e a garota além de sozinha estava descalça) e ela disse q a viagem estava correndo super tranquila.. aliás, recomendo muito esta trilha (mirante + lagoa azul) - necessário espírito aventureiro aqui!

Meu roteiro ficou mais ou menos assim: 1+1/2 dia em Bangkok, 3+1/2 dias em Chiang Mai, 3 dias em Phi Phi, 4 dias em Railay Beach e os 2 últimos dias de volta a Bangkok.

Queria muito ter conhecido Ayutthaya mas não deu para incluir.. E depois que cheguei em Chiang Mai também quis estender a estadia, pois me apaixonei pelo lugar (dica: hospede-se dentro de Old City) mas tive que seguir pois passaria o reveillon em Phi Phi.

Nesta viagem fiquei apenas em hotéis e recomendo muito o hotel de Chiang Mai 99 The Heritage Hotel, muito lindinho e ótima localização, em Old City em frente ao templo Wat Phra Singh. Eles têm bicicletas que emprestam para os hóspedes e foi uma maneira bacana de explorar a cidade. :)

Em Phi Phi fiquei em long beach no Paradise Resort, ótimo hotel também, com um restaurante bem gostoso de frente pra praia e preços justos de comida e bebida.

Em railay, o hotel foi o Railay Bay Resort & Spa.

Se for pra Chiang Mai, visite o Night Bazaar e o Ploen Ruedee Night Market - basicamente vc vai se perder num camelódromo sem fim - local ótimo para comprar lembrancinhas e tudo que é treco, inclusive pulseirinhas daquelas que dão voltas no pulso maravilhosas!

Restaurantes: se for ficar em Bangkok, minha dica é o Thip Samai (os caras preparam uma quantidade violenta de pad thai num cercadinho na frente do restaurante na calçada e vc come por lá mesmo! foi o melhor pad thai da viagem - bem diferente do daqui - enrolado em uma fina camada de ovo). Em Chiang Mai fui no Khao Soi – Dash! e curti bastante também.. mas o local pode ficar bem cheio. 

Quanto ao dinheiro, levei tudo em dólares (acho que uns $600) para gastos com comida, passeios, transporte, lembrancinhas, etc... e comprei algumas coisas no cartão de crédito (sem problema algum). Hoteis, ferrys e os principais transfers já estavam pagos daqui...

E dica de ouro: faça toda a massagem que puder fazer!! É barato demais (principalmente em Chiang Mai e Bangkok - fui para a Khaosan Road no dia que cheguei exausta do voo e sentar com uma cerveja na mão pra fazer massagem nos pés salvou o dia! - indo para as praias o negócio começa a inflacionar)

Bom, isso é um resumo.. querendo saber mais alguma coisa é só perguntar! ;)

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Tailândia, Malásia, Bangcoc, Singapura,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Responda a dúvida de Mariana

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

Recomendamos para você:

Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.