Viajar para o Nordeste: a experiência inesquecível do interior


  Caruaru, Campina Grande, Feira de Santana, Juazeiro do Norte, Imperatriz, Vitória da Conquista  3925 visualizações

Praias paradisíacas, areias incrivelmente brancas, redes de dormir amarradas a coqueiros bem conservados. Quem nunca sonhou de viajar para o Nordeste e sentir todos esses prazeres? É uma viagem que deveríamos fazer sempre que possível (e tiver R$), tendo em vista a proximidade e o refresco na alma.

No entanto, viajar para o Nordeste guarda uma outa série de experiências fenomenais, pouquíssimo mencionadas nos guias de viagem: o interior. Cidades de pequeno e médio porte guardam uma riqueza de histórias, tradições, danças, folclores. Um retrato do Nordeste, um retrato do nosso país.

DUBBI  adicionou foto de Caruaru,Campina Grande,Feira de Santana,Juazeiro do Norte,Imperatriz,Vitória da Conquista Foto 1

É por isso que o Dubbi, que AMA a região, faz questão de trazer essa reflexão aos nossos leitores. Vai viajar para o Nordeste? Que tal conhecer o interior?

Como ir?
Algumas cidades podem não ter aeroporto ou voo direto/disponibilidade de voo, mas isso está longe de ser um empecilho. Que tal reservar alguns dias de uma viagem maior para explorar o interior do Nordeste? Por exemplo, de Salvador para Feira de Santana (BA) são apenas 113 km pela BR-324. Perfeitamente possível fazer um bate-volta.

Mas viajar para o interior do Nordeste como destino direto também pode ser uma boa opção. Vamos dar outro exemplo. De São Paulo para Campina Grande (PB) existem voos diretos e com escalas pela Azul e Gol saindo de Guarulhos. O preço é ok: a partir de R$ 725. E então você pode ficar quantos dias quiser para curtir “o Maior São João do Mundo”, como eles autodenimam sua festa junina.

DUBBI  adicionou foto de Caruaru,Campina Grande,Feira de Santana,Juazeiro do Norte,Imperatriz,Vitória da Conquista Foto 2

Onde ficar?
Às vezes o viajante pode achar que por ser interior não existirão opções de acordo com o seu perfil. Tire isso da cabeça. É claro que o turismo, em todas as regiões e cidades do Brasil, poderia ser mais desenvolvido e aproveitado. Mas atualmente, mesmo as cidades do interior do Brasil, desde que pontos de interesse turístico, servem hospedagens de todos os estilos: de hostels mais econômicos a pousadas mais requintadas.

O bolso agradece
Viajar para o Nordeste e conhecer seu interior tem ainda uma outra vantagem: a economia. Sempre buscamos economizar, mas muitas vezes acabamos indo só para os lugares mais procurados. Agora, fazer turismo em regiões turísticas, repletas de atrações, mas fora do grande circuito de guias de viagens, é a certeza de ter uma viagem mais em conta. A diária da hospedagem não será de saltar aos olhos, nem você terá que procurar com sacríifício um restaurante que não estoure o cartão de crédito. Ou seja, os destinos baratos para viajar ao Nordeste em 2017 estão no interior. 

Cultura
Esse é outro aspecto extremamente interessante de viajar para o Nordeste em cidades além das capitais/praias. Nós viajantes sempre querendo mais cultura e conhecer aspectos diferentes de um povo. Mas se acabarmos indo sempre para as capitais, por mais particularidades que elas possam ter, acaba sendo uma cultura de capital. De certa maneira, toda cidade grande adquire hábitos universais, e fica difícil diferenciar se estamos no Nordeste, no Sudeste ou em algum país afora. Agora ouvir uma roda de prosa de literatura de cordel em Caruaru (PE) no Museu do Cordel será uma experiência marcante até o final da vida.

O que fazer
Bom, acho que já listamos motivos suficientes para mostrar o quão vantajoso e culturalmente rico será viajar para o interior do Nordeste. Se tiver mais motivos, deixe nos comentários. Mas não pense que esse texto acabou: agora daremos dicas para quem busca o que fazer no interior do Nordeste.

Feira de Santana (BA)
A grande pedida da cidade baiana é uma “festa carnavalesca” fora de época: a Micareta de Feira de Santana, que atrai dezenas de milhares de turistas todos os anos. Ideal para quem não conseguiu aproveitar o Carnaval no ano ou para quem simplesmente não consegue largar o osso das festanças. A tradição começou em 1937, quando uma grande enchente atingiu a cidade e o Carnaval teve que ser adiado em alguns meses. No ano seguinte, as pessoas acharam válido comemorar novamente no mesmo período (mas sem esquecer o Carnaval oficial). Com isso a cidade ganhou dois Carnavais.  

DUBBI  adicionou foto de Caruaru,Campina Grande,Feira de Santana,Juazeiro do Norte,Imperatriz,Vitória da Conquista Foto 3

Festa do Vaqueiro, Festival de Sanfoneiros e a Festa de Reis são outros eventos que reúnem o melhor da cultura popular. Para visitar, o Observatório Astronômico Antares recebe turistas diariamente, interessados nos telescópios dos planetários, e o Mercado de Arte Popular é o lugar para comprar um bom artesanato.

Campina Grande (PB)
“O Maior São João do Mundo”. Você vai ouvir isso o tempo inteiro enquanto estiver em Campina Grande, em qualquer época do ano. Programe-se para visitar a cidade no mês de junho (com alguma sorte, se estende até o início de julho), pois a festa é realmente deliciosa. O forró domina as ruas e praças da cidade e as comidas típicas vindas do milho são encontradas em abundância: é difícil saber se a canjica é mais gostosa que a pamonha, ou vice e versa. Tudo isso em um cenário de muitas bandeirinhas e pessoas alegres.   

DUBBI  adicionou foto de Caruaru,Campina Grande,Feira de Santana,Juazeiro do Norte,Imperatriz,Vitória da Conquista Foto 4

Em Campina Grande está situado o moderníssimo Museu de Arte Popular, obra do mestre da arquitetura brasileira Oscar Niemeyer, que projetou-o em formato de três pandeiros. Se a ostentação de sua fachada não tem nada de popular, dentro estão algumas das maiores preciosidades da cultura popular paraibana. Imperdível. O Engenho Triunfo, no meio da estrada, terá a melhor e mais pura cachaça que um viajante conseguirá experimentar.

Caruaru (PE)
Só não vá para Caruaru falar que o maior São João do mundo é de Campina Grande, pois Caruaru também clama possuir a melhor e maior festa junina do planeta. Qual tem a razão? Melhor hora para ficar em cima do muro é impossível. Cada cidade é dominada pela emoção na hora de se denominar. O que é certo: ambas as festas são incríveis (a mesma descrição feita acima serve também para Caruaru). Recomendo aos viajantes visitar as duas (como são na mesma época do ano, dá até para ir no mesmo ano) e depois tirar as próprias conclusões. Por ora, o Dubbi crava: conheça as duas maiores e melhores festas de São João do mundo.

DUBBI  adicionou foto de Caruaru,Campina Grande,Feira de Santana,Juazeiro do Norte,Imperatriz,Vitória da Conquista Foto 5

Continuando pela cidade, conheça o Museu do Forró Luiz Gonzaga, dedicado a uma das figuras mais importantes da música brasileira. A cidade é um verdadeiro polo de museus: abriga ainda a Casa Mestre Galdino, a Casa Museu Mestre Vitalino e o Museu do Barro/Espaço Zé Caboclo.

DUBBI  adicionou foto de Caruaru,Campina Grande,Feira de Santana,Juazeiro do Norte,Imperatriz,Vitória da Conquista Foto 6

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Caruaru, Campina Grande, Feira de Santana, Juazeiro do Norte, Imperatriz, Vitória da Conquista,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.