Tudo o que você sempre quis saber sobre viajar de carona, mas ninguém nunca te contou


  Europa, América, Ásia, África  2242 visualizações

Viajar de carona é uma maneira de economizar bastante em trips, em especial mochilões. No entanto, o medo acaba sendo repulsivo para muitas pessoas, principalmente as mulheres. O Dubbi conversou com os viajantes Aline Campbell, 27, e Stéfano Mariotto, 25, especialistas na arte de pedir caronas.

Confira as dicas imperdíveis que eles deram.

DUBBI  adicionou foto de Europa,América,Ásia,África Foto 1

Aline Campbell
Eu viajei de carona por 14 países da Europa, sem gastar nada. A primeira carona que peguei na vida foi em uma viagem para o Canadá. Eu não sabia o que esperar, não tinha referência de ninguém. Mesmo no Canadá, com um índice de violência baíxissimo, as pessoas ainda eram um pouco reticentes em pegar caronas.

Cada viagem de carona é uma história, eu fiquei apaixonada. É uma forma de se conectar com pessoas locais, é algo muito autêntico. O motorista que abre a porta do carro para receber um desconhecido se entrega, quer desabafar. O simples fato de escutar o outro faz muito bem àquela pessoa. Tudo isso me marcou muito.

A primeira dica para viajar de carona: é importante não se prender muito a um planejamento. Nem sempre você consegue carona para o exato lugar em que gostaria de ir. Eu delimito os lugares que eu quero muito conhecer e tento chegar neles de alguma maneira.

DUBBI  adicionou foto de Europa,América,Ásia,África Foto 2

Passei a viajar de carona mais por gosto do que por necessidade. Até aqui no Brasil, se vou para algum lugar tento entrar em um carro desconhecido. Outra dica para viajar de carona é estar com o tempo livre, porque você nunca sabe quanto vai demorar até um carro parar e abrir as portas. Até por isso passei a ter outra relação com o tempo, pois mais de uma vez fiquei mais de 24 horas esperando uma carona. Não pode ter preocupações, elas só atrapalham a viagem. Viajar de carona nem sempre é fácil.

Eu não escolho carona, se a pessoa para é porque ela quer te levar. Não tenho pressentimento ou isso de ir com a cara ou não, eu simplesmente confio em todo mundo. Você tem que estar seguro do que quer. Se pensar um monte de coisa negativa, acaba atraindo mais coisas negativas. Eu nunca tive uma experiência que possa chamar de negativa, mesmo quando algo aparentemente não é tão positivo, eu paro para refletir e isso acaba somando.

Esqueça a história de que só porque é mulher vai conseguir uma carona fácil. Nem sempre é assim. Uma vez no Chile eu e um amigo, separados, pegamos carona. Ele chegou bem antes de mim. Mas reconheço, sim, que a tendência é de uma mulher sozinha conseguir carona antes de um homem sozinho.

A história mais louca que já aconteceu comigo foi quando eu estava saindo de Budapeste e indo para Viena. Um motorista com um carrão, uma Mercedes muito chique, parou. Contei para ele os lugares que já fui. Em determinado ponto a conversa chegou no Cirque de Soleil, que eu amo. “Amanhã vai estrear um festival deles em Bratislava (capital da Eslováquia), não quer ir?”. Lógico que eu queria. E não é que ele comprou o ingresso para mim. Depois foi só arranjar uma carona até lá. Ele quis me proporcionar essa experiência legal. Essa relação vai muito além do dinheiro. Se ele fez isso para mim, eu posso no futuro ajudar viajantes que também não conheço.

DUBBI  adicionou foto de Europa,América,Ásia,África Foto 3

O machismo aqui na América Latina é muito maior do que na Europa. Quando eu pego carona, sempre tem uns papos chatos de “mas cadê seu marido?” e “se fosse mulher minha eu não deixava”.

Stéfano Mariotto
Tem que estar disposto a esperar, nem sempre é rápido pegar uma carona. Eu já fiquei dois dias acampado em beira de estrada porque ninguém me dava carona. Por outro lado já teve vez que em 10 minutos consegui. É muito variado. Tem que estar disposto a esperar, porque senão vai batendo o desânimo. Se você ficar nervoso porque não está conseguindo, ficar baixo astral, ficar com cara feia, aí que não vai conseguir carona nenhuma mesmo. Tente transmitir simpatia, abrir um sorriso, não ficar bravo se a pessoa não para. Coloque-se no lugar do motorista: você daria carona para alguém assim?

Minha primeira dica para viajar de carona é parar perto de pedágio ou posto de gasolina, lugares que dá para tomar uma água, conversar com alguém. Muitas vezes eu conseguia carona ali mesmo, pois você tem um contato direto com o motorista. O cara vê que você não é ladrão, não está mal intencionado. Curioso que é o tipo de pessoa que poderia não te pegar se estivesse na beira da estrada só passando por você.

Outra dica para viajar de carona é botar um papelão para onde você quer ir e tentar não ser muito específico. Por exemplo, quando eu estava em Santiago e queria ir para Punta Arenas, coloquei sul. A pessoa vê que você está querendo ir pra qualquer lugar, isso amplia seu leque de possibilidades de conseguir uma carona.

DUBBI  adicionou foto de Europa,América,Ásia,África Foto 4

Eu também nunca pego carona de quem cobra. E não é por miseriar não, tanto que se o caminho é muito longe posso até dar uma ajuda financeira para ela. Mas não pego porque você vê que a pessoa não está nem aí para ser legal contigo, ela só quer a grana. E não é a minha vibe, gosto de viajar para conhecer gente.

Quer mais dicas sobre como viajar de carona? Confira aqui ou no vídeo abaixo.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Europa, América, Ásia, África,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.