Serra do Cipó (Cardeal Mota) – MG – Alguns atrativos da entrada à saída


  Santana do Riacho, Conceição do Mato Dentro  1141 visualizações

Olá pessoal! Após alguns meses (clique aqui para ler o post que escrevi sobre Pomerode - SC) estou de volta, dessa vez para compartilhar com vocês algumas das minhas andanças pela Serra do Cipó – MG.

Numa rápida pesquisa no Google, conseguimos vários sites sobre a Serra do Cipó com dicas, roteiros, história, como chegar etc. O meu objetivo aqui é mostrar um pouco dos meus passeios por lá e dar algumas dicas para quem quiser curtir o local. Os atrativos lá são inúmeros e contribuições/dicas serão bem vindas nos comentários.

Mas antes de começar, as primeiras dicas: as cachoeiras não são próximas umas das outras. Recomendo algum meio de transporte motorizado e que dê conta de algumas estradas de terra. Recomendo também o uso de algum aplicativo com mapas offline. Da penúltima vez que estive lá com minha família, utilizamos o Maps.me e funcionou perfeitamente, com uma precisão incrível. Com relação à hospedagem, há inúmeras pousadas excelentes e com os mais variados preços. Basta pesquisar no Google. Caso não queiram se dar ao trabalho de pesquisar, recomendo a Pousada Aconchego da Serra, da minha amiga Ayla, que tem uma estrutura simples, objetiva e com um preço acessível. Fica ao lado do Restaurante Chapa-rral´s, bem pertinho do Camping da ACM (uma das entradas para a Cachoeira Véu da Noiva).

O primeiro ponto a ser visitado é a Cachoeira Grande. Ela está localizada na entrada da Serra, após a ponte do Hotel Veraneio. Há estacionamento gratuito, mas paga-se o valor de R$ 30,00 por pessoa para entrar no local (consultar antes, pois pode haver variação). A trilha que leva à Cachoeira Grande é de facílimo acesso e recomendada para pessoas de todas as idades. O local é bem sinalizado e bastante limpo. Há estrutura com banheiros, mas não há restaurantes ou assemelhados lá dentro.

Na ida ou na volta para a Cachoeira Grande, vale desviar um pouco da trilha principal e seguir as placas para a Cachoeira do Tomé e Poço da Chica. É possível fazer excelentes fotos nestes locais e descansar nas pedras ou bater uma bolinha com as crianças.

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 1

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 2

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 3

Voltando um pouco até a entrada da Serra, é possível pegar a estrada que leva até a portaria do Parque Nacional da Serra do Cipó.  Para quem está chegando à Serra é a estrada de terra que fica à direita, logo após o Hotel Veraneio e antes da ponte. Fora de épocas chuvosas a estrada é boa e dá pra percorrer de carro os seus aproximadamente 3 km até a portaria.

Atualmente não há cobrança de entrada e nem de estacionamento no Parque. Há uma estrutura com bebedouros, banheiros e área para descanso. Há também uma empresa que aluga bicicletas lá na porta. Se você não tiver sua própria bicicleta e quiser bater um pedal lá dentro, vale a pena alugar uma.

Uma vez lá dentro é preciso disposição para andar ou pedalar pelas trilhas até os vários atrativos ali existentes. E quando me refiro à disposição, falo pela distância e não pela dificuldade das trilhas. O Parque é muito bem sinalizado e as trilhas são muito fáceis.

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 4

Estive lá apenas uma vez com minha esposa e pedalamos até o Cânion das Bandeirinhas (aproximadamente 14 km a partir da portaria). O energia gasta no pedal é rapidamente recarregada ao chegar no Cânion. O local é fantástico.

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 5

Quem tiver disposição, pode pedalar ou caminhar na volta até a Cachoeira da Farofa. Minha esposa e eu optamos por fazer essa trilha em outra oportunidade...

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 6

Obs. 1: Em apenas um dia não é possível visitar todos os atrativos do Parque. As distâncias são muito grandes.

Obs. 2: A portaria que mencionei aqui é a portaria Areias. Há outra portaria, que se chama Retiro. Nessa portaria não há nenhuma estrutura de banheiros, bebedouros e afins. Para quem está visitando o local pela primeira vez, não recomendo entrar por aqui.

Saindo do Parque (ainda pela portaria Areias) e seguindo pelo asfalto até o centro da Serra, chega-se ao centro comercial. Ali temos várias lojas, restaurantes para todos os gostos (do simples ao requintado, do barato ao caro, do rústico ao moderno, do silencioso ao barulhento etc), farmácia, supermercado, padarias, pousadas, academia, posto de combustível etc. O que não falta ali é estrutura para receber o turista. Há opções também de contratação de passeios e veículos off-road.

Ainda seguindo pela estrada, mas já fora do centro comercial ainda temos mais alguns restaurantes e pousadas e chegamos à Cachoeira Véu da Noiva, que é uma das mais visitadas da Serra.

Há duas formas de se conhecer a Véu da Noiva. A primeira é pelo camping da ACM. Paga-se um valor que eu não sei informar visto que nunca entrei por ali, mas tem-se acesso a uma ampla estrutura com banheiros, área de camping e afins. Nesse caso, é possível chegar na parte de baixo da cachoeira.

A outra forma é subindo pela famosa Trilha dos Escravos. Para chegar à trilha, é preciso subir, a partir da entrada do camping, uns 400 metros pela estrada. Para quem estiver de carro é possível deixá-lo estacionado nas imediações da entrada do camping ou em frente à entrada da trilha (há uma pequena área de estacionamento na beira da estrada, do lado esquerdo de quem sobe em direção à Conceição do Mato Dentro). A entrada por aqui ainda é gratuita. Quem optar por deixar o carro na entrada da trilha, saiba que há risco de furto de som, rodas etc. Já ouvi inúmeras histórias nesse sentido ali.

Para subir a trilha é preciso muita disposição. Acredito ser aproximadamente 1 km de subida íngreme, com nível intermediário. Mais ou menos na metade da trilha, haverá uma bifurcação à direita. Deve-se seguir por aí e não continuar subindo. Todo o esforço valerá a pena. O local é muito bonito e há vários poços para banho, além de uma vista muito bonita da parte baixa da Serra.

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 7

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 8

Continuando estrada acima temos um mirante de onde é possível tirar belíssimas fotos. A parada aqui é obrigatória.

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 9

Outro ponto que não deve deixar de ser visitado são as cachoeiras Serra Morena I e II. Elas ficam em uma propriedade privada e pagamos (minha família e eu) R$ 30,00 por pessoa para entrar (deve-se informar antes se não houve alteração).

A partir da trilha dos escravos, deve-se continuar subindo em direção a Conceição do Mato Dentro por aproximadamente 4 km. Haverá uma bifurcação na estrada, com uma entrada à esquerda para uma estrada de terra. Quando estivemos lá a estrada estava em boas condições e muito bem sinalizada. Andamos aproximadamente uns 8 km e chegamos à entrada do local. Há estacionamento, restaurante e uma pousada lá dentro.

A caminhada até as cachoeiras é muito fácil, sendo que o acesso a Serra Morena I é o mais tranquilo. Há várias pedras ali onde é possível descansar e curtir a tranquilidade do local. É possível nadar no poço existente. Já o acesso a Serra Morena II é um pouco mais complicado, pois há uma descida bastante íngreme, mas vale MUITO a pena. A vista lá do alto é exuberante e ainda há uma “prainha” para curtir o local.

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 10

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 11

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 12

Para finalizar, deve-se visitar a famosa estátua do Juquinha. Voltando até o asfalto, deve-se continuar no sentido Conceição do Mato Dentro por aproximadamente 14 km. Nesse sentido a estátua estará à esquerda. Ela é muito visitada pelos turistas, que adoram tirar fotos ali. Voltando ao centro comercial ou à pousada, sugiro procurar conhecer a história do Juquinha, figura ilustre da Serra.

John Gabrich adicionou foto de Santana do Riacho,Conceição do Mato Dentro Foto 13

Como afirmei no início do post, os atrativos da Serra são inúmeros. Não é possível conhecer todos numa única visita. Se você já conhece alguns (poste aí nos comentários), volte e conheça outros. Se você ainda não conhece a Serra, não perca tempo e embarque pra lá no primeira oportunidade que tiver!

Até o próximo post!

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Santana do Riacho, Conceição do Mato Dentro,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.