Machupicchu by yourself!


  Machu Picchu, Peru, Cuzco, Cuzco  12255 visualizações

Nada melhor do que viajar do seu jeito, sem agenda pré-determinada e aqueles “passeios padrão” que não te permitem curtir os pontos mais interessantes do destino como você gostaria, né?!

Fui para Machupicchu há 2 semanas e queria contar a vocês o que nenhum site conseguiu me explicar sobre como funcionam as coisas por lá e como fazer tudo (ou quase tudo) por conta própria!

 Lari Daroz adicionou foto de Machu Picchu,Peru,Cuzco,Cuzco Foto 1

O Peru foi minha escolha de destino para fazer minha primeira viagem sozinha (falarei sobre viajar sozinha em outro post aqui do Dubbi) e decidi fazê-la 4 dias antes de embarcar, portanto deixei pra decidir meu roteiro lá mesmo (e mesmo que eu tivesse tido tempo, teria feito o mesmo, rs!).

#DICA: Deixe para comprar os passeios em Cusco! É muuuito mais barato (tipo metade do preço), você pode pesquisar nas centenas de agências que existem lá (visite várias agências e negocie!) e elas têm saídas diárias para todos os tipos de passeios (pois se unem para conseguir fechar grupos). No entanto esteja muito atento a todas as informações da agência e peça que descrevam no recibo  TUDO que está incluído - inclusive horário do trem de volta de Machupicchu e ônibus de volta de Ollantaytambo até Cusco - pois eles são um pouco aproveitadores nisso. Eu mesma passei alguns perrengues por lá... então se eles fizerem algo diferente do serviço contratado e quiserem cobrar a mais para consertar, exija o prometido sem pagar nenhum adicional.

Comprei minha passagem com pontos + dinheiro e de início reservei apenas 2 dias de hostel através do HostelWorld, me baseando nas avaliações do site.

#DICA: Quanto mais próxima sua hospedagem for da Plaza de Armas, melhor! E assim que decidir os dias que estará fora de Cusco devido a trilhas ou passeios, já faça reserva de hospedagem para todos os dias necessários, pois os melhores hostels ficam sem vagas muito rapidamente!

 

SOBRE OS PASSEIOS:

Além da visita a Machupicchu, há diversas opções de visitas a ruínas Incas na região de Cusco e também outros passeios mais longos até pontos turísticos espalhados pelo Peru (Linhas de Nazca, ilhas, lagos e etc.).

No próprio Centro Histórico de Cusco há muita coisa para se ver! Reserve ao menos 1 dia para isso. A Praça de Armas é incrível tanto de dia quanto à noite e repleta de bons restaurantes no segundo andar dos prédios a sua volta; ficar sentado na praça admirando o lugar e as pessoas em si só já é uma delícia! As igrejas e museus do Centro Histórico valem a visita, assim como o Mercadão Municipal de San Pedro e as muitas feirinhas de artesanato.

#DICA: Vá se afastando da Praça de Armas para o lado de trás da Catedral, que ainda é uma área turística. Lá você vai encontrar mais feiras e lojinhas de artesanato, onde os preços são melhores!

Do centro de Cusco é possível avistar um Cristo no alto na montanha. Se não estiver sozinhA você pode caminhar até ele e visitar algumas ruínas que ficam alí por perto.

#DICA: Todos os dias rola um Free Walking Tour que sai da fonte da Praça de Armas às 12h30. Se puder faça em seu primeiro dia em Cusco, pois é uma boa chance de conhecer o centro e aproveitar melhor os outros dias na cidade (neste tour você vai chegar quase até o Cristo também, então é ótimo para já aprender o caminho caso decida ir andando até lá outro dia).

Se você tem pouco tempo e/ou pouca grana e precisa escolher um passeio principal, opte pelo do Vale Sagrado pois é o que inclui as principais ruínas da região. Ollantaytambo, Pisac e as Salinas de Maras são os que mais valem a pena!

#DICA: Se não estiver sozinho, vale muito mais a pena pegar ônibus ou dividir taxi para ir até esses locais, assim é possível aproveitá-los com calma e curtir tudo que eles oferecem! Ollantaytambo tem uma área de ruínas bem grande, então sugiro ir de Cusco até lá de ônibus, conhecer as ruínas ao longo do dia e pernoitar por lá, assim você deixa Pisaq e as Salinas para o dia seguinte!

 Lari Daroz adicionou foto de Machu Picchu,Peru,Cuzco,Cuzco Foto 2

* Agora vamos ao ponto principal! *

O que é importante você saber sobre o passeio a Santuário de Machupicchu?

Existem 4 maneiras mais conhecidas para se chegar ao Santuário, sendo 3 delas através de trilhas, com diferentes graus de dificuldade (a duração da maioria das trilhas é de 3 a 5 dias, mas existem opções mais curtas e mais longas, dependendo da agência), sempre com o último dia dedicado à visita ao Santuário de Machupicchu.

INDO POR TRILHAS

*Trilha Inca Clássica: É a trilha mais tradicional, pois nela você percorre caminhos construídos pelos incas até Machupicchu. No entanto o número diário de usuários é limitado devido a sua preservação. Sendo assim, é necessário fazer reserva com pelo menos 2 meses de antecedência junto a alguma agência – o valor da trilha normalmente inclui barracas e alimentação durante os dias de trilha, além de ingresso para o Santuário de Machupicchu, visitado no último dia de trilha.

*Trilha Salkantay: É a menos tradicional e a de maior grau de dificuldade, pois além do trajeto ser bem maior, passa perto da montanha nevada Salkantay, então é garantia de baixas temperaturas e muitas subidas – pense que com a altitude a respiração é mais difícil e aumenta a dificuldade do caminho. As agências em Cusco possuem saídas diárias para essa trilha, então deixe para fechar lá que sai mais barato! O valor da trilha normalmente inclui barracas e alimentação durante os dias de trilha, além de ingresso para o Santuário de Machupicchu, visitado no último dia.

*Trilha Inka Julgle Trek: Também não é muito conhecida, mas é uma boa opção para quem quer chegar a Machupicchu fazendo alguma trilha, mas não conseguiu vaga para fazer a Trilha Inca e também não está com preparo físico para fazer a Trilha Salkantay. O primeiro dia é composto de um trajeto de carro + 3mil metros de descida de bike -em uma rodovia meio perigosa, mas vc pode optar por fazer esse trecho no carro se preferir - , o segundo dia inteiro de caminhada (muita subida) em meio às florestas do Vale Sagrado e o terceiro dia com tirolesa, pequeno trecho de carro e caminhada acompanhando a linha do trem que chega a Águas Calientes (povoado mais próximo de Machupicchu). O valor da trilha normalmente inclui o aluguel da bike e equipamentos de segurança, transporte, pernoite em hostels e alimentação durante os dias de trilha, além de ingresso para o Santuário de Machupicchu, visitado no último dia.

 Lari Daroz adicionou foto de Machu Picchu,Peru,Cuzco,Cuzco Foto 3

INDO DE ÔNIBUS + TREM

Se você não pode ou não quer fazer nenhuma das trilhas, você pode pegar um ônibus, taxi ou van até Ollantaytambo, e de lá um trem para Águas Calientes. Há duas empresas que realizam o trajeto de trem: Inka Rail e Peru Rail (a passagem na classe econômica custa cerca de 75 dólares por trecho e é melhor ser adquirida com antecedência – em Cusco mesmo - para garantir lugar nos horários que você precisa). Para voltar é o mesmo processo trem + ônibus ou taxi ou van. Não se esqueça de comprar antes seu ingresso para o Santuário de Machupicchu!

Lari Daroz adicionou foto de Machu Picchu,Peru,Cuzco,Cuzco Foto 4

INGRESSO DE MACHUPICCHU

Os pacotes e trilhas normalmente incluem, mas se você decidir ir por conta própria, compre sua entrada para o Santuário através do site oficial do Governo do Peru (www.machupicchu.gob.pe) ou em Cusco, na loja oficial do governo (que fica no Centro Histórico  e é onde até mesmos as agências compram os ingressos). O preço é tabelado (cerca de 40 dólares) e uma vez comprado não é possível alterar a data de visita.

No momento da compra você terá que decidir se quer comprar apenas o ingresso para o parque, ou se quer adicionar a seu ingresso a entrada para alguma das montanhas que cercam o Santuário: Huaynapicchu (aquela mais famosa, que aparece em todas as fotos) ou Montanha de Machupicchu (não é a mais famosa, mas é a mais alta e com o visual mais bonito para fotos). Ambas possuem uma trilha de cerca de 2 horas de subida intensa (trilhas meio perigosas e com alguns penhascos) e número limitado de visitantes por dia. (Obs.: A montanha de Huaynapicchu é mais disputada, então se quiser subi-la é necessário adquirir o ingresso com pelo menos 1 mês de antecedência).

#DICA: No momento da compra do ingresso para qualquer uma das duas montanhas, é necessário escolher o horário de início da sua subida: entre 7h e 8h ou entre 9h e 10h. Se você tiver ido até Machupicchu fazendo alguma trilha, normalmente você já tem incluso em seu pacote 2 horas de tour guiado (das 7h às 9h), então opte por comprar ingresso para subir a montanha entre 9h e 10h da manhã. Se você não tiver nenhum tour guiado contratado para a sua manhã em Machupicchu, opte por comprar ingressos para subir no primeiro horário, em que o sol é mais fraco.

Lari Daroz adicionou foto de Machu Picchu,Peru,Cuzco,Cuzco Foto 5

DICAS importantes para O DIA DA VISITA A MACCHUPICHIU:

*Chegando em Águas Calientes há 2 maneiras de subir até o Santuário de Machupicchu: Através de ônibus que saem o dia todo da rua principal de Águas Calientes a partir das 5h da manhã (24 dólares para subida + descida e o guichê de venda fica em frente ao local de saída dos ônibus) ou caminhando até o topo da montanha onde fica o Santuário (cerca de 2 horas de intensa subida em escadarias de degraus gigantes). Recomendo investir esses 24 dólares para fazer a subida e descida de ônibus, assim te sobra mais pique para curtir o Santuário o dia todo (lá você já vai encontrar muitas subidas e descidas, rs).

*Se já estiver em Águas Calientes, acorde muito cedo no dia de subir a Machupicchu, para poder ver lá de cima o sol nascendo atrás das montanhas (e leve uma blusa, pois nesse horário é bem frio)! Apesar do primeiro ônibus para Machupicchu sair apenas às 5h30 da manhã, às 5h já há filas kilométricas para os primeiros ônibus, então recomendo chegar na fila no máximo 4h40 da matina.

*Leve snaks e bebidas para seu dia lá em cima, a não ser que você não se importe de gastar 15reais em uma lata de refrigerante, por exemplo (lá em cima há alguns restaurantes do lado de fora da entrada do parque, mas são extremamente caros). De qualquer forma, você pode entrar no parque com comida, mas só pode consumí-las do lado de fora - lá dentro é proibido o consumo de alimentos.

*A maioria das pessoas descem de volta a Aguas Calientes no começo da tarde, pois compram o trem deretorno para a tarde... Acredito que seja um super desperdício, pois o parque fica aberto até as 16h e começa a esvaziar só a partir das 14h - que é o melhor horário para curtir cada pedacinho daquele paraíso com tranquilidade.... Então para aproveitar mais o seu tempo no Santuário de Machupicchu e ainda sobrar tempo para subir alguma das montanhas sem pressa, recomendo comprar o trem de retorno a Ollantaytambo para o período da noite (o último sai por volta das 18h30/19h00) ou para a manhã do dia seguinte (então você pode pernoitar em Águas Calientes e aproveitar a noite na cidade).

#DICA: Tudo em Águas Calientes é bem mais caro do que em Cusco, então deixe para comprar souvenires e produtos típicos em Cusco mesmo.

O Peru é um país maravilhoso e muito propício para viajar sozinho!

Ir "sem rumo" foi a melhor coisa que fiz e com certeza gastei bem menos e aproveitei muito mais!

Quando for ao Peru curta cada cantinho e se possível leia sobre a história dos Incas antes de ir, pois é uma cultura extremamente rica mas não muito bem explicada lá. Prove alguns das centenas de tipos de milho e batatas existentes, se tiver coragem coma o Cuy (roedor consumido na época Inka) e não deixe de tomar Pisco e Inka Cola.

#NÃO ESQUEÇA: A maioria das pessoas leva cerca de 2 dias para se acostumar com a altitude. Então tome uma "SorochPill" por dia (as tais píluas milagrosas que ajudam na aclimatação) e se possível já comece a tomá-la 2 dias antes de embarcar. Chá e balas de caramelo de Coca ajudam bastante também!

Lari Daroz adicionou foto de Machu Picchu,Peru,Cuzco,Cuzco Foto 6 

***ENJOY Cusco!***

;)

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

David Andrade

David Andrade comentou 3 anos atrás

Sensacional Lari!!! Vai ajudar muitos e muitos viajantes :) Parabéns por inspirar pessoas a viajarem mais.

RUTECN

RUTECN  comentou 3 anos atrás

Adorei! Muito bem escrito e detalhado. Parabéns!

Denise Santos

Denise Santos comentou 3 anos atrás

Muito bom o relato. Adoro fazer minhas viagens por conta e sempre ler bastante antes. Suas dicas serão guardadas com certeza pois pretendo usá-las as que possível. ????

Marcos Arata

Marcos Arata comentou 3 anos atrás

Caramba! Texto muito bom!! Mandou muito bem!!

Renata Saltorato

Renata Saltorato  comentou 3 anos atrás

Olá!!! Ótimo post!! Qual das trilhas você fez??

Lari Daroz

Lari Daroz comentou 3 anos atrás

Oi, Renata! Como nao tinha mais vagas para a trilha inca e eu nao tinha preparo físico para fazer a Salkantay (rs), fiz a Inka Jungle Trek!

Vanessa Estrela

Vanessa Estrela comentou 3 anos atrás

Começando minhas pesquisas, e seu texto já foi uma enorme mão na roda!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Machu Picchu, Peru, Cuzco, Cuzco,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.