Edimburgo: o lugar perfeito para o seu Réveillon


  Edimburgo  2566 visualizações

Em 2014, durante uma conversa de Skype com a minha melhor amiga, que estava fazendo um intercâmbio na Itália por seis meses, decidi que as minhas férias de final de ano seriam ao lado dela na Europa. Passamos o Natal em Paris, depois viajamos para Copenhagen (Dinamarca), Malmö (Suécia), Edimburgo (Escócia), Irlanda e Portugal, para matar a saudade que sentia desde que morei lá entre os anos de 2007 e 2008.

Considerando que a gente já conhecia vários dos principais países da comunidade europeia e queríamos fazer algo diferente, planejamos esse roteiro de forma a aproveitar o máximo desses lugares. E foi então que paramos para pensar: “Nosso Réveillon precisa ser memorável. Mas onde podemos encontrar boa festa e diversão, sem repetir algum lugar que já conhecemos?”.

Com base nisso, o nosso amigo Google nos indicou uma festa chamada Hogmanay, em Edimburgo. Mal sabíamos que seria uma opção inesquecível!

Ao chegar à capital escocesa, que possui aproximadamente 500 mil habitantes, logo percebemos que ela destoa das demais capitais europeias mais conhecidas e por que ela é reconhecida como patrimônio mundial pela Unesco.

Tiago Imperatori adicionou foto de Edimburgo Foto 1

A hospedagem foi no Castle Rock Edinburgh Hostel, que fica, na minha opinião, na melhor localização da cidade: aos pés do Castelo de Edimburgo. Decorado com armaduras de ferro, bandeiras escocesas, objetos medievais e outros objetos, o albergue poporciona sensações incríveis para que os hóspedes possam sentir de forma mais viva a história do país. Aliás, os funcionários são muito atenciosos com seus hóspedes e presentearam cada cliente com um ingresso para o Hogmanay, o Ano Novo escocês (falarei dele mais adiante).

Como o nosso estilo de viagem é mais "solto" decidimos fazer um Free Walking Tour, ou seja, uma espécie de passeio turístico a pé e gratuito, em que um guia local comanda um grupo de viajantes e turistas para conhecer alguns dos principais pontos da cidade durante aproximadamente três horas. Já fiz várias vezes esse tipo de tour e, particularmente, gosto bastante, pois me permite conhecer mais livremente a cidade, fazer amizades e trocar experiências com os outros participantes - além de ser gratuito (dica: a gorjeta ao final é um sinal de respeito e consideração).

Cada passo dado pela cidade traz uma novidade. Homens trajados com a saia típica do país (o famoso kilt) e tocando gaita de fole no meio da rua, lojas vendendo uísque, uma antiga igreja que hoje é um pub, parques, edifícios antigos e muitas outras atrações bacanas.

Tiago Imperatori adicionou foto de Edimburgo Foto 2

Dividida em Old Town (cidade velha) e New Town (cidade nova), a primeira mantém a estrutura medieval desde o “nascimento”, abrigando uma das principais vias que conecta o Castelo de Edimburgo ao Palace of Holyroodhouse. A Princess Street separa a área antiga da parte nova, que é caracterizada pelo estilo neoclássico e também pelo seu imponente Calton Hill, um morro com monumentos históricos, ideal para apreciar o pôr do sol e a cidade.

Nossa viagem foi durante o inverno e mesmo com tempo nublado prevalecendo, aproveitamos tudo ao máximo, de pontos turísticos a bares e restaurantes. Fizemos amizades com pessoas de vários países (inclusive Brasil, óbvio) e conseguimos cumprir nosso roteiro conforme o planejado.

Apreciamos a cidade durante a noite, conhecemos a National Gallery, o Royal Museum, o Museum of Scotland e visitamos alguns dos lugares que inspiraram a autora J. K. Rowling a escrever cenários e personagens nas histórias de Harry Potter (ela morou na cidade por alguns anos). Entre as atrações do famoso bruxo está o cemitério Greyfriars, onde a escritora encontrou os nomes Riddle e McGonagall, usados em personagens da série, sendo que o lugar também ajudou a criar os cenários de "O Cálice de Fogo” e o famoso portão de Hogwarts. Ainda sobre Harry, visitamos a City of Chambers (Câmara Municipal) onde está a marca da mão de J. K. Rowling no chão.

Tiago Imperatori adicionou foto de Edimburgo Foto 3

PASSEIOS E DICAS

O desenvolvimento de Edimburgo ocorreu ao longo da Royal Mile, uma via formada por quatro ruas antigas que levam até o Castelo e ao Palace of Holyroodhouse (residência da rainha, quando ela está na cidade). O castelo, erguido sobre uma rocha de origem vulcânica, é o principal ponto turístico e atualmente é o local onde partem os fogos de artifício durante a virada de ano. O ingresso para visitação se dá mediante pagamento de ingresso, no valor de 16,50 libras (R$ 67) para adultos; 13,20 libras (R$ 53,50) para pessoas acima de 60 anos; e 9,90 libras (R$ 40,10) para crianças de 5 a 15 anos.

Tiago Imperatori adicionou foto de Edimburgo Foto 4

Muito próximo a ele está a famosa Câmara Obscura e o World of Illusions, passeios onde é possível ver a cidade de um ângulo diferente. Para se ter uma ideia, este último é uma espécie de "museu" de ilusões de ótica. Além disso também há o incrível The Scotch Whisky Experience, que é o local onde é demonstrada a produção e cada etapa de fabricação de uísque, uma verdadeira cultura e tradição escocesa.

Tiago Imperatori adicionou foto de Edimburgo Foto 5

Algumas dicas básicas:

- A moeda local é a libra esterlina, a mesma utilizada na Inglaterra;

- Não é necessário visto para ingressar no país, sendo a entrada autorizada no momento da chegada, quando o visto de turismo poderá ser concedido pelo prazo máximo de até seis meses;

- Vacinas não são exigidas;

- Para quem pretende dirigir pelo país não pode esquecer de emitir a PID (Permissão Internacional para Dirigir);

- É importante ter um adaptador para tomadas. As do Reino Unido geralmente têm três pinos chatos;

- Para chegar na cidade, vindo do aeroporto, é possível pegar um ônibus (linha N22 ou o Airlink, linha exclusiva para o terminal).

HOGMANAY

É a celebração de Ano-Novo dos escoceses, realizada durante três dias, de 30/12 a 1º/1. As atividades atraem multidões todos anos e de todos os cantos do mundo. Veja a programação dia a dia:

- 30 de dezembro - Procissão com Tochas (Torchlight Procession)

Um dos momentos mais mágicos da passagem pela Escócia foi participar da procissão, que é a cerimônia de abertura das festividades do Hogmanay. A cidade inteira assiste ao evento ou participa dele, percorrendo algumas das principais ruas da cidade com tochas na mão. A caminhada tem início na Parliament Square em Old Town às 18h30 e chega próximo ao Calton Hill às 19h45, quando o fogo é utilizado para incendiar um barco simbólico, seguido de um show de fogos de artifício.

Quem tem interesse pode comprar as tochas pelo site oficial do evento (www.edinburghshogmanay.com) ao preço de 6 libras (R4 24,30). É preciso chegar cedo para acompanhar a procissão, que começa ao som de uma banda tradicional escocesa com tambores e as famosas bagpipes (gaitas de foles).

Tiago Imperatori adicionou foto de Edimburgo Foto 6

- 31 de dezembro - Show no Princess Gardens

Para quem procura uma festa com música animada e diversão, esta é a opção. Normalmente, bandas britânicas de pop-rock se apresentam na festa, que tem início às 21h e vai até a madrugada do primeiro dia do ano. Mas para quem quer um lugar privilegiado para assistir aos fogos é bom chegar bem cedo.

Tiago Imperatori adicionou foto de Edimburgo Foto 7

Quando participamos, entre 2014 e 2015, a cantora Lily Allen comandou a apresentação, seguida de um cover da banda Abba. Foi muito divertido e ainda concedi entrevista ao vivo para a rede de televisão BBC!

Como os jardins Princess Gardens estão em frente ao Castelo, este é um excelente lugar para ver os tradicionais fogos de artifício à meia-noite. Mas atenção: é preciso comprar os ingressos com bastante antecedência, pois eles são vendidos com muita rapidez.

Por isso, muitas pessoas preferem ficar na festa de rua, que fica na Princess Street, ao lado do show, onde DJs, algumas bandas ao vivo e outros tipos de entretenimento se apresentam. Telões e bares são montados em diversos pontos.

Tiago Imperatori adicionou foto de Edimburgo Foto 8

- 1º de janeiro - The Loony Dook

Conhecido por ser um evento de mais de 25 anos e destinado aos mais corajosos (ou que se esbaldaram na noite de Réveillon), é a hora de pular, nadar e entrar nas águas gélidas do rio Forth (vestido ou não). Acredite: muitas pessoas participam, inclusive para curar a ressaca da noite anterior.

Conhecer a Escócia é imperdível e sua capital, Edimburgo, depois de tudo isso, é uma daquelas cidades que encantam e deixam um gostinho de quero mais. Certamente ter esse destino em seu roteiro será uma escolha certeira.

Tiago Imperatori é brasileiro, gaúcho, advogado, viajante e amante do mundo. “Wanderlust” o define. Siga: @imperatoriwanderlust. Contatos: [email protected] e [email protected]

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Fernando Ceron

Fernando Ceron comentou 2 anos atrás

parabens pelo post e ter vivenciado esse evento.

Marcos Arata

Marcos Arata comentou 2 anos atrás

Muito bom Tiago! Conheci Edimburgo e utilizei muito as suas dicas que você já deu aqui pelo Dubbi. A cidade é única mesmo!

Já imaginou fazer uma viagem 100% personalizada e feita sob medida para você?!

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em criar roteiros 100% personalizados e sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e interesses e recebe uma consultoria grátis de um Especialista de viagens. Após fazer o orçamento, basta realizar o pagamento que o Instaviagem organiza toda a sua viagem do começo ao fim!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.