De SP a Arraial em um feriado


  Arraial do Cabo, Rio de Janeiro, Cunha, Paraty, São Paulo, Angra dos Reis

Eram 5h da manhã quando acordei. As malas estavam prontas, o carro abastecido e o sol nem tinha começado a clarear o dia. Ele nasceria quando eu estivesse na estrada, rumo a Arraial do Cabo - RJ.

Minha namorada dormia do meu lado encolhidinha. Pra variar, ela pediu miseravelmente por mais 5 minutinhos, que eu, sem dó nem piedade, não dei. Puxei os cobertores, acendi a luz do quarto e enchi ela de beijos e mordidas até que não aguentou mais e saiu da cama.

- Saco! - disse vencida com os olhos vermelhos de sono.

- Não reclama que você vai dormindo na estrada enquanto eu dirijo - respondi, cortando a reclamação pela raiz.

Às 5h45 entramos na estrada. O céu escuro estava sendo tingido de dourado pelos primeiro raios de sol. A sensação de liberdade irradiava meio peito a cada km que eu me distanciava de São Paulo. Puta que pariu, como é bom pegar o carro e partir!, pensava.

Nossa primeira parada foi em Cunha, quase na divisa de SP e RJ. A gente poderia ter tomado banho em alguma das cachoeiras próximas a cidade ou ter apreciado a vista da Pedra da Macela, mas paramos apenas para o café da manhã. E aproveitamos para conhecer o Lavandário, um campo de plantio de lavanda que é provavelmente a atração turística mais conhecida de Cunha. O ingresso de visitação custa 10 reais e, naquele dia, a destilaria da plantação não estava funcionando porque era feriado, então não pude ver o processo de como a fragrância é extraída das plantas. Confesso que não sei se a visita vale os 10 reais, mas, mesmo assim, gostei do Lavandário.

Stefano  Giorgi adicionou foto de Arraial do Cabo,Rio de Janeiro,Cunha,Paraty,São Paulo,Angra dos Reis Foto 1

De Cunha partimos para Paraty em uma estrada que apelidamos carinhosamente de Estrada do Deus me Livre. Eu ainda não fui para a Estrada da Morte na Bolívia, mas depois de ir de Cunha a Paraty acho que nem preciso mais...

A estradinha foi pavimentada e reaberta no ano passado. As condições do asfalto e da sinalização são boas, o que fode é a descida, as curvas e a largura da estrada em si. Foi bom para dar um pouco de adrenalina ao trajeto.

Chegando em Paraty, só alegria. Como eu amo aquela cidade! Os passeios de barco estavam saindo a 50 reais por hora por barco (e não por pessoa!). Minha vontade foi pular em uma embarcação e partir para as ilhas paradisíacas da região, mas minha namorada estava morrendo de fome. Então, fomos dar um passeio pela cidade e almoçar.

O legal de Paraty é isso. Passear pelas ruazinhas, entrar nas igrejas e nos ateliês e conhecer os personagens locais, tipo o Homem-Borboleta, de quem eu comprei/ganhei um livro que ele mesmo tinha escrito quando estava preso na Tailândia. Já o problema de Paraty é que tudo é caro, especialmente as refeições pelo centrinho.

Stefano  Giorgi adicionou foto de Arraial do Cabo,Rio de Janeiro,Cunha,Paraty,São Paulo,Angra dos Reis Foto 2

Depois de um almoço relativamente simples e bem acima do preço, pegamos a estrada de novo. E, como tinha sido impedido de entrar no mar anteriormente, resolvi dar um mergulho na Praia Vermelha em Angra. Já eram 15h e o sol começava a baixar. Ou aproveitava aquele momento ou tomaria meu banho de água salgada só no dia seguinte.

A Praia Vermelha em Angra é pequena, mas bem gostosa. A água é limpinha e a areia é fofa. Escolhi a praia por uma questão de praticidade e dei muita sorte por ter sido uma escolha tão boa! O azar seria a estrada de Angra até o Rio. Diferentemente da estrada de Cunha a Paraty, a estrada de Angra até o Rio é um saco. 40km por hora, inúmeros radares pela frente e muitos motoristas babacas te enchendo o saco.

Depois de quase 3 horas dirigindo, a ideia era cruzar diretamente a ponte Rio-Niterói e seguir para a região dos lagos. Mas a fome falou mais alto e eu resolvi levar minha namorada para um dos meus lugares favoritos na Cidade Maravilhosa: o Galeto Sat’s.

Para quem não sabe, o Sat’s é um dos pontos mais tradicionais de comida no Rio de Janeiro. Eu o descobri muito antes de morar na cidade, por um programa de televisão chamado Anthony Bourdain - Sem Reservas. No programa, o chef Anthony Bourdain viaja o mundo em busca de tesouros locais. E, em uma dessas viagens, ele mostrou o Sat’s. Anos depois de ter assistido aquele episódio sobre o Rio de Janeiro e o famoso galeto, eu resolvi provar. E aprovei. Tanto que nessa última viagem levei minha namorada lá.

Stefano  Giorgi adicionou foto de Arraial do Cabo,Rio de Janeiro,Cunha,Paraty,São Paulo,Angra dos Reis Foto 3

O restaurante em Copacabana parece um botecão (talvez seja um botecão, até hoje não sei). É uma típica joia escondida, já que a fachada não diz em nada que a comida ali é maravilhosa! Minha pedida foi o Galeto ao molho Sat’s (que é um molho com base cítrica codimentado com alho, pimenta, ervas e cebola), arroz com brócolis e uma porção de coração. Não tem erro, foi sucesso total. Recomendo.

Chegamos em Arraial às 23h30 daquela noite. Foram quase 20 horas de viagem, com várias paradas. Uma trip exaustiva, mas que rendeu.

Falar sobre Arraial e a Região dos Lagos do Rio requer praticamente um post inteiramente novo. A cor da água e a natureza de Arraial é fora de série. Mas a quantidade de farofeiros também (pelo menos dessa vez que fui). De um lado da balança água azul e areia branquinha. Do outro, gente escutando alguma música no último volume de uma caixinha de som, jogando lixo na areia e gritando. É um contraste difícil de avaliar. Mesmo assim, se decidir ir para lá, te digo uma coisa: você vai conhecer um dos lugares mais bonitos do nosso país! E, já que uma imagem vale mais do que mil palavras, termino esse post com uma foto da Praia do Forno para você avaliar se vale ou não vale a pena ir conhecer ;)

Stefano  Giorgi adicionou foto de Arraial do Cabo,Rio de Janeiro,Cunha,Paraty,São Paulo,Angra dos Reis Foto 4

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Daniele B. T. Santana

Daniele B. T. Santana comentou 1 ano atrás

Boa Tarde Stefano ! Vou p/ Arraial do Cabo dia 15/10, estou mega anciosa rsrs. Vou ir de carro saindo de São Paulo. Você achou o caminho seguro ? Qual horário passou na linha vermelha ? Estou com um pouco de medo do caminho rsrs.

Stefano  Giorgi

Stefano Giorgi comentou 1 ano atrás

@Daniele, minha namorada tinha a mesma preocupação. Acabamos passando pela linha vermelha às 19hrs. Não tivemos problema. Mas o clima no Rio está um pouco mais tenso... Vá tranquila, mas sempre tome cuidado

Daniele B. T. Santana

Daniele B. T. Santana comentou 1 ano atrás

Obrigada Stefano, você passou em Copacabana tbm né ? Também queria muito conhecer o Cristo Redentor e o Pão de açúcar, você acha que seria muito perigoso ?

Stefano  Giorgi

Stefano Giorgi comentou 1 ano atrás

Copacabana é um bairro bem tranquilo. Morei lá. E tanto o Cristo quanto o Pão de Açúcar são bem seguros. Só ficaria um pouco cheio de mais fazer tudo em um dia só...

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Arraial do Cabo, Rio de Janeiro, Cunha, Paraty, São Paulo, Angra dos Reis,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.