Bayamo, Sierra Maestra e a Casa do Fidel


  Bayamo, Cuba, América Central  1278 visualizações

Bayamo é uma cidade próxima a Santiago de Cuba, pequena com seu ritmo de interior, a cidade em si não tem muito que fazer, o principal motivo de vir para essa cidade é para conhecer Sierra Maestra, local onde Fidel ficou escondido de 1956 a 1958.

Quando Fidel saiu do México rumo a Cuba no iate Gramma, ele ia com mais 82 guerrilheiros, quando desembarcou na ilha, logo na sua primeira batalha em Cuba muitos foram mortos e outros presos, sobrando apenas 12, incluindo Fidel, Che, Camilo e Raul Castro, com poucas pessoas o jeito foi se esconder nas serras ao sul da ilha, que contém uma grande área de mais de 300 km por 14/18 km de largura, dando uma excelente área para se reorganizar, assim foi por 2 anos o esconderijo da turma do Fidel, onde realizavam pequenos ataques a batalhões de Batista para obter armas, comida e roupa, onde construíram a Radio Rebelde que serviu para divulgar a mensagem da Revolução e ganhar apoio da população, lá se deram as batalhas mais pesadas e duras, após vencer as investidas de Batista, veio o contra ataque, que levou Fidel a vitória.

Lembrando que as tropas de Batista contavam com 80 mil homens, Fidel começou com 12 que depois veio a ser 350 homens e assim foram aumentando conforme o tempo, um guia nos contou que a batalha não foi ganha na força e sim na inteligência.

 Rafael Oliveira adicionou foto de Bayamo,Cuba,América Central Foto 1

 

- Como chegar

Quem vem de Santiago de Cuba só precisa pegar um caminhão que sai pela manhã e custa 20 pesos próximo a Praça da Revolução, para mim que estava em Baracoa foi mais cansativo, tive que pegar um caminhão ate Guantánamo que saiu 50 pesos, depois um ônibus municipal ( numero 8) que saiu por 1 peso ate o terminal de ônibus, ai um caminhão ate Santiago de Cuba, 25 pesos, quando cheguei a Santiago, não havia mais transporte para Bayamo, peguei um caminhão ate Contramaestro por 20 pesos, e lá tomei um táxi compartilhado de 24 pesos, enfim essa viagem toda durou 14 horas, foi cansativo porque viajar em caminhão é complicado e acabamos ficando muitas horas nele, outro jeito mais fácil porém mais caro é pegar um ônibus da Viazul por 23 Cuc´s que vai direto para Bayamo.

- Hospedagem

Ficamos hospedados próximo ao centro na Praça da Revolução, em uma casa que nos cobrou 13 Cuc´s, a senhora não entende que somos mochileiros pobres, chorei ate 12, ela nos 15, ai ficou nos 13... como eu estava muito cansado, acabei deixando para lá, pedimos informação sobre onde comer barato e ela nos mandou no restaurante mais caro da cidade hahaha, essas coisas dão uma cansada, mas fiz questão de explicar para ela no dia seguinte que existe muitos tipos de viajantes, incluindo aqueles sem muito dinheiro que viajam de caminhão por 14 horas para economizar uns 18 dólares hahaha.

 Rafael Oliveira adicionou foto de Bayamo,Cuba,América Central Foto 2

 


- Alimentação

Próximo a estação de trem tem vários restaurantes a ótimos preços, fomos la que comemos, o que gostamos também foi de alguns lugares que vendem hambúrgueres e piña colada, sai extremamente barato e deu para dar uma variada no cardápio hehehe.

- Segurança

Como toda Cuba, aqui é muito seguro, não tivemos nenhum problema ate agora na ilha e Bayamo se mostrou que é igual a outros lugares.

- Câmbio

Como toda cidade, é só buscar as CADECAS, que são os locais onde o governo efetua a troca da sua moeda para o Cuc e o Cup, como eu tinha trocado um bom valor em Santiago de Cuba não precisei trocar aqui.

 

 Rafael Oliveira adicionou foto de Bayamo,Cuba,América Central Foto 3

- Passeios

Bayamo em si não tem muito que fazer, é uma cidade pequena que em algumas horas andando você acaba conhecendo ela inteira, o que vale a pena é ir a Sierra Maestra e aqui vou contar todos os detalhes para chegar lá.

SIERRA MAESTRA

Antes de chegar na cidade estudamos um pouco a região para tentar chegar a cidade da forma mais barata possível, vimos que daria para pegar um caminhão ate uma cidade que fica próxima a Santo Domingo, exatos 20 km, e depois teríamos que ver alguma forma de percorrer essa distância, nem que fossemos andando, mas como tínhamos pouco tempo preferimos não arriscar e contratamos um cara que iria nos levar. Bayamo a San Domingo daria uns 60 km, nos esperar e nos trazer de volta, isso por 45 Cuc´s, meio caro, mas sabíamos que hoje seria um dia que explodiríamos nosso orçamento, mas tínhamos a certeza que valeria a pena, chegamos na entrada do parque ao meio dia e escutamos que não teríamos como fazer o passeio porque os guias com os motoristas saem as 8 da manhã e o parque se encerra as 14:30, ficamos putos da vida porque o cara do carro falou que daria para fazer, comecei a discutir com o cara, ate que chegou um guia e falou que daria para nos levar com uma condição, se andássemos rápido e completássemos tudo no tempo, o guia falou com o chefe dele, falou que eramos jovens e brasileiros e bla bla bla, o cara deixou, ficamos esperando o motorista aparecer para percorremos 5 km estrada acima ate o começo da trilha, nesse período ficamos batendo papo e o cara mostrou que gostava muito do Brasil, sorte a nossa, ficamos no maior papo sobre a vida cubana e ele nos explicando como funcionava as coisas por aqui, e Paulo gravando tudo nas escondidas hehehe

O carro chegou e partimos, ai a trilha começou, são apenas 3 Km, mas como chove muito tem partes que são fodas, eu e Paulo fomos burros e fomos de chinelos, ou seja tivemos que fazer descalços para fazer rápido, coitado dos nossos pés que deram cada lapada nas pedras e pisadas em espinhos, uma hora eu não aguentei porque estava escorregando muito, coloquei o chinelo e escorreguei quebrando a minha havaianas, fiquei ate triste na hora, mas quem disse que a vida de um revolucionário é fácil?! Hahaha

Ao chegar na parte das casas é proibido tirar fotos ou fazer vídeos, a não ser que você pague 5 Cuc´s por isso, mas já estávamos amigo do guia e ele fez um esquema lá para que a gente não pagasse, e ele falou para nós “ Quando é europeu ou americano eu não faço isso, mas quando sei que é povo da America do Sul, eu ajudo” ele nos explicou como tudo funcionava, onde ficava a radio rebelde, a enfermaria que o Che trabalhava, a casa de visitação, o armazém, a cozinha e o mais importante a casa de Fidel, onde ele dormia e passava suas horas de descanso, o guia amava Fidel, isso percebemos na hora e ele contava as historias de guerra com uma paixão que posso dizer que foi o nosso melhor guia ate agora, também foi o único rs, depois de toda visita era fazer o caminho de volta voando porque já era 2 da tarde, voltamos quase correndo em algumas partes e percorrer aquela selva, passando pelos mesmos lugares que muitos revolucionários, é algo especial e único, ao chegar lá embaixo de novo, ganhamos um sanduíche e um refrigerante, o guia se despediu e eu falei que jamais esqueceria o que ele fez por nós, que se não fosse ele não conheceríamos Sierra Maestra, ele se demonstrou muito feliz e respondeu “ Fico feliz em ter ajudado meu povo”, fiquei muito feliz nessa hora pois compartilho do mesmo pensamento dele, somos todos latinos, somos todos irmãos, fomos nos encontrar com o taxista que estava nos esperando e voltamos para Bayamo.
 

O que eu posso recomendar agora para fazer com segurança, é passar uma noite em Santo Domingo e pela manhã sair para o tour guiado, o que fizemos foi totalmente errado, mas não tínhamos conhecimento, se não fosse o guia provavelmente não teríamos conhecido uma das melhores coisas a se fazer em Cuba e ficaríamos tristes, mas é isso ai... Sierra Maestra é um lugar lindo com muita historia para contar, Bayamo só funcionou como cidade base mesmo.

 

 

 Rafael Oliveira adicionou foto de Bayamo,Cuba,América Central Foto 4

Espero que tenham gostado do relato e... para maiores informações só acessar o www.followtheportuga.com.br

 Follow me

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Bayamo, Cuba, América Central,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.