7 coisas maravilhosas que aprendi durante meu intercâmbio!


  Grenoble, Europa  1720 visualizações

Foi só um aninho. Um ano inteirinho de experiências incríveis, histórias extraordinárias e pessoas deslumbrantes. Ou qualquer outra combinação desses substantivos e adjetivos.

E aí que não dá pra viver tudo isso e deixar de compartilhar o que aprendi. Além disso é comecinho de ano e sete é meu número da sorte, rs. Decidi, então, escrever este textinho contando um pouco do porquê que eu acho que todo mundo deveria se jogar nesse mundão. Bora lá? :)

Laisy Wakidera adicionou foto de Grenoble,Europa Foto 1

1) Você entende profundamente que não são bens materiais que te fazem feliz.

Pra começo de conversa, sua vida cabe numa mala, haha. E não existe nada mais libertador do que se dar conta de que é possível SIM viver com menos. Você perde menos tempo se preocupando com COISAS e aí sobra mais tempo pra se preocupar com o que realmente importa: PESSOAS e EXPERIÊNCIAS! E isso não há mala que carregue. Leve de transportar, é assim que preenchemos nosso corpo e alma por completo.  

2) Você aprende a confiar nas pessoas

Os noticiários só falam das desgraças que acontecem no mundo. Vivemos com medo, um medo real, e cada dia mais nos fechamos em nossa bolha chamada carro, em nosso mundo perfeito chamado rede social. Mas não nos damos conta do quanto isso tudo é aprisionador. É entrar nessa bolha do medo tentando se proteger do que há de mau no mundo, mas ver que infelizmente não conseguimos fazer uma proteção seletiva. A superfície da bolha não é um filtro. Ou se vive fechado nela, aquém dos sentimentos ruins E dos sentimentos bons, ou permite-se viver fora dela, aberto às novas experiências, sejam elas boas ou ruins. Porque vida é isso. VIVENCIAR TODOS OS MOMENTOS, de forma inteira e vulnerável. (Sobre ser vulnerável e viver uma vida mais completa, recomendo fortemente esse TED: The power of vulnerability. Tipo livro preferido de cabeceira, mas em formato de vídeo

3) Você percebe o valor de não julgar os outros

Você muda de país, se insere numa cultura completamente diferente da sua, ouvindo um idioma totalmente novo, entrando em contato com costumes super inusitados. O final dessa história tem data marcada e você só quer poder viver tudo isso como um local, sem ser visto como um turista, se aproximando dessas pessoas que tem coisas tão diferentes pra te mostrar. Você só quer abraçar e aprender com o diferente e aqui, aqui é quando nos damos conta que para haver troca é preciso haver conexão. E só há conexão onde não cabe o julgamento.

4) Você descobre a beleza da efemeridade da vida

Como dito, intercâmbios normalmente tem tempo determinado. Você sabe, tem certeza que dali a pouco não vai mais estar morando naquele lugar e quer aproveitar tudo o que essa experiência pode te oferecer. Você puxa assunto com um estranho na estação de trem, experimenta aquela comida inusitada que achou que nunca provaria, anda quilômetros explorando uma cidade. Você vive experiências únicas que encantam, marcam nossas vidas e passam, acabam. E é aí está a beleza. Tudo passa, tudo acaba. E o que fica é a lembrança do que foi vivido. Não é a nossa vida também um tipo de intercâmbio? Qual efemeridade você vai viver hoje e se lembrar com carinho daqui 10 anos?

5) Você aprende a ser completo quando sozinho.

Pode parecer contraditório eu primeiro dizer que aprendi a confiar nas pessoas pra depois dizer que aprendi a ser completa sozinha. Mas juro que não é. Viver um ano de intercâmbio é conhecer gente nova o tempo todo. É fazer muitos amigos, de diversas nacionalidades. É passar por muitos países, assimilar um pouquinho de cada canto e deixar um pouco de si, também. É passar por tudo isso e ver que foi vocezinha que vivenciou todos esses momentos, criou todos esses laços, escreveu todas essas histórias. É com você que essas lembranças ficam, é com si próprio que você vai ter que conviver a vida toda, é pra você que tudo isso tem que fazer sentido. 

6) Você percebe que o momento de começar a agir é AGORA.

Sabe, sempre fui dessas que sonhava de mais e fazia de menos. Sempre achei que fosse preciso ter um plano muito bem estruturado antes de dar continuidade a um projeto. Sempre achei que precisava ter tempo para conseguir fazer algo bem feito. Sempre esperei todos esses fatores acontecerem simultaneamente e nunca me senti preparada o suficiente. E daí veio meu intercâmbio. Um turbilhão de coisas acontecendo, todas ao mesmo tempo. Novas experiências, novas pessoas, novas histórias. Pela primeira vez na vida, eu estava me jogando e vivendo tudo isso. A gente precisa plantar hoje os sorriso que quer colher amanhã. Bora?

7) Você realiza que lar é o lugar onde seu coração está

Morei do outro lado do Atlântico por um ano. Longe da minha família, longe dos meus amigos de longa data, longe de tudo aquilo que eu conhecia na vida. Foi lá, do outro lado do oceano, que aprendi a olhar mais pra mim. Foi sem o apelo das escolhas que tinha feito na vida, que consegui mostrar quem realmente sou. Foi ouvindo histórias novas e entendendo culturas diferentes que abri minha mente pro mundo e ainda hoje, dois anos depois de voltar, continuo chamando de lar a minha Grenoble dos Alpes Franceses. Saudades de tudo isso

 Laisy Wakidera adicionou foto de Grenoble,Europa Foto 2

Pode ser que você tenha lido tudo isso e achado que não vivemos no mesmo mundo. Só queria esclarecer que eu não tô falando que o mundo é perfeito, não. ELE NÃO É. Tem muita coisa errada, muita injustiça, muuuita desigualdade. Mas o que eu tô falando é que ele não precisava ser assim. E que a mudança vem de dentro, partindo de cada um de nós.

E eu espero que, talvez, compartilhando aqui o que aprendi do pouco que vivi, você também possa se sentir instigado a descobrir onde é que está essa sua voz interior que te diz que ainda há sim, coisas que valem a pena neste mundo.

Um 2017 transformador pra você. Repleto de experiências incríveis, histórias extraordinárias e pessoas deslumbrantes. Ou qualquer outra combinação desses substantivos e adjetivos.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Rhode Tatiane Ramos

Rhode Tatiane Ramos comentou 2 anos atrás

Belíssimo texto!!! Adorei!!! Que vc tenha muitas experiência como essa.

Laisy Wakidera

Laisy Wakidera comentou 2 anos atrás

Muito obrigada pelo comentário, Rhode!! Fico muitíssimo feliz de saber que gostou do que escrevi. Experiências incríveis pra todos nós. Grande beijo :D

Ernani Pena

Ernani Pena comentou 2 anos atrás

Poxa, muito show sua reflexão!! Muito legal mesmo!

Laisy Wakidera

Laisy Wakidera comentou 2 anos atrás

Muito grata pelo comentário positivo, Ernani! :) Me alegra demais saber que minha reflexão faz sentido pra mais alguém!! Grande beijo

Leandro Carandina

Leandro Carandina comentou 2 anos atrás

Laisy, texto espetacular! É confortante saber que há pessoas valorizando a essência do viver e pensando fora do "sistema". Aproveitando o contato, eu e minha esposa buscamos alguém para iniciarmos o aprendizado do francês, poderia nos ajudar? [email protected]

Laisy Wakidera

Laisy Wakidera comentou 2 anos atrás

Leandro! Brigada pelo comentário!! Fico muito feliz com suas palavras. É muito bom saber que mais gente se identifica com tudo isso que foi e é tão importante pra mim. Quanto ao francês, acho que posso ajudá-los, sim. Te enviei um e-mail. Abraços!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Grenoble, Europa,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.