Pedro Raimundo

É possível fazer marrocos sem guia?

estou indo para o Marrocos dia 28 de março, e estou querendo fazer Marraquexe, um dia de Saara, e fez, e voltar de barco para a Espanha onde vou seguir para Portugal. Alguém aqui já fez o Marrocos sem Guia, ou uma guia pontual, ou seja pra cada tour que eu queira fazer?
Os preços estão proibitivos, uma vez que estarei numa viagem ao total de 34 dias.
Algumas Perguntas:
-É possível fazer roteiro de carro sem guia?
- É tranquilo viajar de carro?
-Alguém tem indicação de hotéis mais baratos?

Sei que são várias perguntas, mas estou reticente com o que já ouvi de amigos. Não sei se encontrarei a mesma estrutura de outros lugares no mundo.
Obrigado.

Meu perfil de viagem:

Responda a dúvida de Pedro

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

1 Resposta

Aldo Cruz

Aldo Cruz São Paulo

respondeu 5 meses atrás

Oi Pedro,

Totalmente possível fazer sem guia. Todo marroquino se acha um guia em potencial, então em qualquer cidade alguém vai te abordar, e você decide se quer usar o serviço da pessoa ou não. Mas é tudo muito fácil e tranquilo. 

Eu fui em 2011, entrei por Marrakesh, de avião direto de São Paulo, e sai por Tanger, indo pra Espanha passar uns dias.

Copio aqui um post que fiz há algum tempo.

Em 2011 passei 15 dias no Marrocos e fui para Marrakesh, deserto do Saara, Casablanca, Meknes, Fez e Rabat. É tudo muito surpreendente e gostei muito da viagem. A cidade que sem dúvida foi mais instigante para mim foi Marrakesh, seguida por Fez.

Sobre transporte: fizemos todos os trechos de trem, que é seguro, funciona bem, no horário, e tem uma primeira classe razoável, com cabines para 6 pessoas. Dá pra comprar as passagens por lá mesmo, na véspera ou mesmo no dia da viagem. A estação de Marrakesh é maravilhosa.

Sobre segurança: em nenhum momento nos sentimos inseguros. Estava eu e duas mulheres sendo uma morena e uma oriental. O país é uma monarquia, e a maioria das pessoas é muçulmana. Todos adoram a família real (ou fazem que) e é impressionante a demonstração de fé das pessoas. Nas horas das preces, todas as mesquitas anunciam, e tem gente que chega a estender seu tapete na rua e fazer sua oração ali mesmo. Em todas as cidades nos sentimos muito seguros.

Sobre mulheres: é um país de maioria muçulmana, porém liberal. Tem mulheres que andam inteiramente cobertas, algumas só com véu no rosto, outras só com lenço na cabeça, outras com calça jeans e camiseta, enfim, tem de todo jeito. Só não é adequado usar roupa cavada e decotada nem shorts. Tem até prostituta na rua, do jeito que a gente conhece, e com as roupas que a gente conhece.

Sobre bebida: Dentro da Medina (cidade murada) só se encontra bebida alcoólica nos hotéis, mas na cidade moderna tem muitos bares que vendem bebida na boa.

Sobre o assédio: Como o lugar é pobre, acho que todo marroquino se considera um guia turístico, e eles assediam mesmo. Mas é só resistir que eles desistem, sem ofensas nem agressão.

Casablanca: Não foi das cidades preferidas. No Marrocos os não muçulmanos não podem entrar em mesquitas, mas em Casablanca está a segunda maior mesquita do mundo, a Mesquita Hassan II, que vale a pena visitar, mesmo que só a parte externa. É impressionante. 

Marrakesh: A cidade é incrível e tem muito o que se fazer e ver. As atrações principais são a Mesquita Koutubia, Palácio Bab Aganou, Palácio El Bahia,  Túmulos Saadianos, Palácio El Badi, e o grande lance é a Place Jama El Fnaa, onde se encontra de tudo, desde barbeiros, amestradores de macacos, dentistas, vendedores de água, encantadores de serpentes etc. etc. etc. A praça tem muitas barracas de comida, e vai se transformando no decorrer das horas. É um lugar muuuuuuito interessante e dá pra ficar horas por lá. Claro que vai depender do seu perfil de viajante e do quanto você pode se interessar por outras culturas. Ah, não deixe de tomar um suco de laranja e comer um monte de tâmaras, pistaches e damascos. Também não deixe de conhecer (e se perder) no souk de Marrakesh. Souks são os mercados de rua onde você vai encontrar de tudo, desde roupas, artesanato, móveis e objetos de decoração, jóias, bijouterias, calçados.......... Uma festa pros olhos.  

Ficamos cinco dias em Marrakesh e no sexto dia fomos para o deserto e passamos uma noite em uma tenda. Contratamos o serviço em Marrakesh mesmo, porque lá tem muuuuuuuitas agências locais que fazem esse programa.

Contratamos um carro com motorista que nos levou até Zagora, uma das entradas do deserto do Saara. Foram 8,5 horas para percorrer 370 km até Zagora, pela montanhas Atlas, passando por várias cidades, entre elas Ouarzazate. Uma paisagem espetacular. Saimos de Marrakech às 8:30 e chegamos em Zagora às 17, e na tenda às 18:25, depois de 1:25 h de camelo. Voltamos no dia seguinte, após uma noite no deserto.

Uma experiência inesquecível. Muito bom mesmo.

Boa viagem

Já imaginou fazer uma viagem 100% personalizada e feita sob medida para você?!

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em criar roteiros 100% personalizados e sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e interesses e recebe uma consultoria grátis de um Especialista de viagens. Após fazer o orçamento, basta realizar o pagamento que o Instaviagem organiza toda a sua viagem do começo ao fim!

Recomendamos para você:

Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.