Comunicação para quem quer ser mochileiro?

Estou querendo viajar por um ano pela America do Sul e depois arriscar uma passada em alguns países da Ásia. Meu inglês é básico e estou com medo de passar apertos e não saber me virar.

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro, Estudante, Natureza, Fotógrafo

Responda a dúvida de Mariane

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

3 Respostas

André Renato Ramos

MELHOR RESPOSTA

André Renato Ramos São Paulo

respondeu 3 anos atrás

Oi Mariane! Tudo bem?

Tanto a América do Sul quanto a Ásia sem dúvida tem destinos maravilhosos, então primeiramente parabéns pela escolha! Quando não falamos o idioma local sempre surge aquele frio na barriga, mas para o básico sempre dá para se virar.

Na América do Sul as pessoas no geral são como nós, então provavelmente não vai passar aperto, agora na Ásia vai precisar exercitar muita mimica. Agora se a improvisação falhar, você pode usar a função do Google Tradutor que traduz simultaneamente o que você fala e vise versa.

Isso mesmo! Você clica no ícone do microfone e após falar ele repete o que você disse na língua escolhida e faz o mesmo quando a outra pessoa falar. Claro que a conversa fica meio engessada e também pode ter um erro ou outro na tradução, mas vai ajudar bem.

Você pode baixar no Google Play ou na App Store.

Dica: Se for para a Ásia vá conhecer a cidade de Luang Prabang no Laos...é mágica!

Abraço e ótima viagem!

André Renato Ramos adicionou foto de América do Sul,Ásia Foto 1

Lugares mencionados
Marcia Lessa

Marcia Lessa Timóteo - MG

respondeu 3 anos atrás

Bom dia, Mariane.

Olha eu planejei gastar R$6.000,00. E poderia ter gastado até um pouco menos, só que no finalzinho como sou mais "coroa" eu estava cansada e aí troquei os hostels por um hotel melhor.

Outro fator que aumentou um pouco o gasto  foi sair do roteiro planejado. Por exemplo, eu iria ficar em Tacna e Arica, porém chegando lá, não gostei e fui direto para Arequipa. Nesta cidade eu ficaria apenas um dia e acabei decidindo fazer o passeio ao Canyon Del Colca (ótima decisão por sinal). Em Puno decidi dormir em um hotel de totora no meio do lago Titicaca, foi o mais caro de todo o passeio. 

Outro exemplo, agora de como poderia ter gastado menos. Durante a travessia do Salar fiz amizade com uma estudante alemã e decidimos seguir juntas para o Atacama. Ela como estudante não tinha grana, mas muito mais disposição do que eu, por ser bem jovem. Então, ela alugou uma bike e fez um monte de passeios legais, já eu optei por contratar os passeios. Resultado ela gastou 20.000 pesos e eu 63.000, é uma grande diferença não é mesmo.

Mas isso é o legal do mochilão sozinha, podemos trocar a programação e seguir do jeito que mais nos agradar. Valeu cada centavo gasto a mais. 

Seja qual for seu orçamento, vá. Viajar é a melhor coisa da vida e as experiências que vivemos nos marcam para sempre.

Bjusss......

Marcia Lessa

Marcia Lessa Timóteo - MG

respondeu 3 anos atrás

Que delícia Mariane.

Olha fiz um mochilão de 20 dias pela América do Sul, meu inglês também é básico e me virei super bem. 

No deserto de Uyuni fiquei três dias com dois alemães, uma americana, uma coreana e um inglês e à noite não tinha nada para fazer além de conversar. Foi engraçado, mas a galera tem super boa vontade. Em Atacama no Chile fiquei amiga de duas holandesas e depois nos encontramos de novo em Machu Picchu, também foi 10. 

Quem tá na estrada quer muito conhecer outras pessoas de diferentes lugares e estão dispostos a tentar te entender. Já os nativos falam o espanhol, que a gente sempre entende, embora eles tenham dificuldades de entender o português, mas em pouco tempo você vai estar conseguindo falar muitas coisas em espanhol.

Já na Ásia estou programando um mochilão para o final de 2017. Nas minhas pesquisas a galera relata que é tranquilo, embora seja bom conhecer o básico de francês, que é mais falado por lá.

Beijos e se joga, você vai adorar.

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para América do Sul, Ásia,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.