PETAR é esPETARcular


  Iporanga

Passei um fim de semana no PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira) e voltei encantada com tudo o que ví. O Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira é considerado uma das Unidades de Conservação mais importantes do mundo. Abriga a maior porção de Mata Atlântica preservada do Brasil e mais de 300 cavernas.É considerado hoje um patrimônio da humanidade, reconhecido pela UNESCO. A região é dividida em alguns núcleos: Núcleo Caboclos, Núcleo Casa de Pedra, Núcleo Ouro Grosso e Núcleo Santana. Visitei o Núcleo Santana, então é sobre lá que vou dizer. Segue o relato.

 Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 1

Ficamos hospedados na Pousada Rancho Hanna, lugar simples mas super gostoso e com a simpatia e cordialidade no atendimento do Salatiel, dono da pousada.

No fundo da pousada passa o Rio Betary, onde é possivel fazer boiacross além de tirolesa e arvorismo, mas disso eu falo mais pra frente. A comida servida na pousada é simples, mas muito saborosa (comi, dentre outras coisas, doce de cenoura com coco, sorvete de abacate e um suco de jaca deliciosos). Á noite o pessoal acendeu uma fogueira perto do rio, onde nos reunimos para contar histórias de ETs, lobisomens, assombrações e afins... foi muito legal. A pousada conta com uma área de camping também.

 Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 2Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 3Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 4

Chegamos no sábado  e, logo após o check-in e o café da manhã fomos á Caverna do Diabo, ou Gruta da Tapagem, seu nome original. Eu já tinha visto em vídeos e lido matérias dela e já achava linda e era minha maior expectativa para o passeio. Eis que estava enganada. Se achei bonita por vídeos, pessoalmente ela é incrível! Ela tem 6500 metros conhecidos (a maior do estado de SP), mas apenas 700 são abertos á visitação; tem o teto bem alto e em cada um dos salões uma surpresa diferente. Ela é toda adaptada para o turismo, inclusive para quem tem alguma restriçao motora, tanto que são realizados ensaios fotográficos e até casamentos dentro dela, toda iluminada artificialmente, o que acentua a beleza das formações dentro dela (que são lindas e me deixaram de queixo caído). O guia que acompanhou meu grupo contou várias histórias à respeito dela... Em um momento apagaram todas as luzes da caverna para a gente ver como era se sentir como os primeiros exploradores e também para mostrar o "dono" da caverna, que dá nome à ela. Amei!!! Consegui entender porque o Batman morava em uma caverna. Fiquei pra mim que o que Deus cria não tem que ser alterado pelo homem... E que Deus cria e o diabo leva a fama...

 Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 5Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 6Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 7Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 8

Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 9

Saindo dali fomos para a trilha do Vale das Ostras, que leva à Cachoeira de Meu Deus. A trilha tem mais ou menos 8 km com trechos em terra e outros na água e é linda!! Passei por lugares que duvidei que passaria (passagens estreitas, altas, me pendurei em cordas para escalar trechos, passei por pinguelas...) e fiquei orgulhosa de mim. Passamos por 10 cachoeiras (são 15 no total), paramos em algumas para mergulho, até chegar na principal, que é a mais alta (53 metros) e... Meu Deus!!! Literalmente... Ela é linda...

 Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 10Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 11

Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 12


No domingo fomos a mais duas cavernas: a Caverna da Água Suja, que tem uma entrada (ou sumidouro) sinistra, que parece que vai te engolir, e é úmida. Boa parte do trajeto é feito nas águas do rio Betary, que em pontos mais fundos passa da cintura. Essa não tem interferência do homem e tinha até morcegos voando por ali. Ela tem 1300 metros explorados e 92 de desnível. Não sei o que gostei mais... As formas e cores das rochas, o som da água batendo com força nas paredes, as estalactites, estalagmites, colunas e afins enormes... Fiquei encantada com tudo aquilo. Nessa usamos capacetes com lanternas para poder caminhar e em alguns momentos fizemos apagões e andamos em silêncio no breu total, pegamos pedras e fizemos fogo como os primitivos, e brincamos um pouco em uma cachoeira que tem dentro dela, que pra mim foi o ponto alto dessa caverna. Juro que não sabia que eram lindas assim.

 Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 13Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 14Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 15Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 16

Caverna Santana- essa é seca, tem pouca interferência do homem e a segunda maior do estado de São Paulo com 8 km de extensão. Nessa brincamos de descobrir formas nas rochas: tinha pata de elefante, cabeça de cavalo, águia, nossa senhora, os peitos da Fafá de Belém... Kkkkkkk... Enfim... De tudo um pouco. Em um dos salões, quando tocamos nas rochas, elas produziam som e o guia "tocou" pra gente... Confesso que chorei... Foi lindo e emocionante, apesar de parecer bobo. Ela também tem umas formações lindas e algumas paredes brilham... São tantos detalhes que não conseguiria descrever. Só visitando e conferindo pessoalmente mesmo para entender,

Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 17

Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 18Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 19Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 20Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 21

*Todos os guias que nos nos acompanharam deram um show à parte... Muita informação, muitas curiosidades... Uma aula de ciências. É obrigatória a contratação de um guia para cada 8 pessoas para as cavernas, mas mesmo que não fosse é muito melhor com um guia credenciado. 

*Para vistiar as cavernas é obrigatório calça comprida, camiseta/blusa de manga (não precisa ser longa... só não pode ser regata) e calçado fechado, preferencialmente antiaderente.

 
 Por fim, mas não menos importante, encarei o boiacross. Sai de casa com muita vontade de fazer, mas chegando lá e vendo as bóias de perto achei que não ia conseguir (pernas curtas para isso e dúvidas quanto ao meu senso de equilíbrio), mas depois de algum incentivo acabei indo... E consegui. Tudo bem que houve um tombo (ou dois... ou três... ou mais)... Mas deu certo!! Foi um trajeto de 2 km em um rio com corredeira em uma bóia adaptada para o esporte... Faria de novo com certeza. O boiacross sai bem perto da pousada em que estava (no meio do trajeto passamos por ela). Também tem uma tirolesa até o rio e um percurso de arvorismo pequeno... ou seja... não faltam atividades.

Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 22

Rhode Tatiane Ramos adicionou foto de Iporanga Foto 23

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Joao Vedovello

Joao Vedovello comentou 2 anos atrás

Adorei seu texto Tatiane, parabéns por todos os detalhes! Há muito tempo eu fui apenas à Caverna do Diabo (que é linda mesmo), mas lendo seu texto me deu vontade de voltar e aproveitar melhor. Os guias vocês contrataram na pousada ou em algum site específico? Abraços!

Rhode Tatiane Ramos

Rhode Tatiane Ramos comentou 2 anos atrás

Oi João. Obrigada!! Fui de excursão, tudo pronto já. Mas sei que as pousadas indicam sim os guias, e também na entrada de cada núcleo é possível formar grupos com guias. As visitas em cada caverna demora cerca de 2 hs e entra um grupo a cada 20 ou 30 min. Quero muito conhecer os outros núcleos agora... adorei a experiência.

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Iporanga,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.