Nosso primeiro perrengue


  Ubatuba, São Paulo  1830 visualizações

É hora da coxinha em um posto na beira da Dutra - com certeza, a primeira de muitas. Acabamos de começar a viagem de volta ao mundo. Serão três anos na estrada e dezenas de países e histórias na bagagem.

 A gente só não imaginava que esse simples salgado traria logo o primeiro perrengue da expedição. Ainda não acostumados com o “Carona” - um Toyota Bandeirantes adaptado - nós simplesmente trancamos a chave dentro do veículo.

 “Se já começou assim nos primeiros 50 km, imagina como vai ser nos outros 180 mil?”, pensamos. Olhamos um para a cara do outro e tivemos a dimensão da besteira que fizemos. Era hora de tentar encontrar uma solução.

Fred Mesquita adicionou foto de Ubatuba,São Paulo Foto 1

 Saímos perguntando para quem encontrávamos se tinham uma chave de fenda ou qualquer outra ferramenta que pudesse abrir o carro. Nada. Tentamos nós mesmos, não deu nem graça. Vários homens também deram a sua contribuição, mas a trava continuava intacta. A solução parecia ser chamar um chaveiro. Mas a brincadeira ia ficar cara.

 Até que, nesses encontros que parecem de roteiro de filme, um grupo de romeiros que estava indo a pé de São Paulo até Aparecida do Norte, alguns deles já com os pés enfaixados, tamanho o desgaste da peregrinação, disse que conseguia destravar o carro.

 E não é que, com uma faquinha dali, uma faquinha de lá, realmente conseguimos o que estava impossível até então. Parecia um milagre!

 Agradecemos o pessoal, aprendemos a lição, e era hora de seguir viagem rumo a Ubatuba, dessa vez sem maiores percalços.

 Quer dizer, isso era o que nós queríamos, mas não o que de fato aconteceu. Poucos quilômetros depois, na íngreme e tortuosa serra, que os mais antigos diriam que “dá até para ver a bunda do carro”, começou a sair fumaça do carro.

 -  “Para tudo, para tudo, encosta o carro. Caramba!” 

 Achamos que era fogo no motor, mas, para nossa sorte, o queimado vinha do freio e em pouco tempo já tinha parado e pudemos seguir viagem. A explicação para o que tinha acontecido veio com amigos.

Fred Mesquita adicionou foto de Ubatuba,São Paulo Foto 2

 Habituados com nossos carros com freio ABS, nós dirigimos o “Carona” como se fosse um deles. Mas não, o veículo exige uma atenção especial, principalmente em serras. O controle do freio tem que ser a todo instante, levando o veículo em marcha lenta e freando somente quando necessário.

 Ok, duas lições aprendidas no mesmo dia. Ou melhor, duas lições aprendidas já no primeiro dia de viagem. Essa volta ao mundo promete.

Fred Mesquita adicionou foto de Ubatuba,São Paulo Foto 3

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

David Andrade

David Andrade comentou 4 anos atrás

Que história hemm Fred! Boa sorte nessa trip, vou estar acompanhando de perto! Abraços!

Kakau Fonseca

Kakau Fonseca comentou 4 anos atrás

Uma sugestão, vai marcando com vermelho no mapa o trajeto que estão percorrendo assim fica mais fácil para seguirmos. Que essa viagem seja perfeita. Beijos

Adriana Machado

Adriana Machado comentou 4 anos atrás

Desceram a serra pela Osvaldo Cruz? Repararam na quantidade de calotas perdidas pelo caminho? Muita gente fica sem freio nessa descida, a receita é essa mesmo. Adoro Ubatuba, tomara que consigam aproveitar muito, boa jornada!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Ubatuba, São Paulo,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.