Fazendo trilhas: mente sã, corpo são!


  Brasil, São Paulo, Europa  1543 visualizações

Eu sempre opto por conhecer lugares a pé. Gosto dessa possibilidade de observar ambientes que eu certamente não observaria direito se estivesse dentro de um veículo!

Há cerca de um ano, minhas caminhadas se estenderam, além das cidades, também para as áreas naturais. Foi então que descobri um novo hobby: fazer trilhas!

A cada trilha que faço, aprendo e descubro algo novo! É um aprendizado em constante construção!

Resolvi escrever sobre o que aprendi fazendo trilhas, para que vocês se inspirem e também experimentem trilhar!

Tissiana de Souza  (Rodas nos Pés) adicionou foto de Brasil,São Paulo,Europa Foto 1

Foto: Trilha das Piscinas da Laje, na Ilha do Cardoso, litoral sul de São Paulo. Trilha de nível difícil, com um total de 25 km de extensão (ida e volta). Foto feita pelo meu namorado Matheus.

O primeiro ponto é a auto-organização. Em geral, os locais onde as trilhas acontecem não possuem estrutura e cada pessoa precisa levar os alimentos que irá consumir, garrafas de água, protetor solar, repelente, boné, etc.

Chegar à quantidade certa de alimento e de água é um desafio pessoal, pois muitas vezes levamos comida em excesso ou pouca água. Quanto mais trilhas você fizer, mais você compreenderá suas necessidades corporais e chegará às quantidades apropriadas! Além disso, é preciso se alimentar bem na véspera da trilha e, se possível, ter uma boa noite de sono para descansar o corpo.

Sempre dependemos da ajuda de outras pessoas!

Algumas trilhas necessariamente precisam de guias credenciados. A mata pode ser linda, mas achar pontos de referência em seu interior é muito difícil! Os guias não estão ali apenas para conduzir o grupo, mas para auxiliar caso apareça algum animal silvestre, caso alguém sofra um acidente e para superar os obstáculos do percurso.

Dependemos também dos nossos companheiros de trilha e de suas palavras de incentivo! Pode ser que você se sinta incapaz de passar por trechos mais difíceis e as palavras dos colegas são essenciais para seguir o caminho! Digo isto por experiência própria!

 Tissiana de Souza  (Rodas nos Pés) adicionou foto de Brasil,São Paulo,Europa Foto 2

Foto: Trilha "Caminhos do Mar", a Estrada Velha de Santos, com 9 km de descida acentuada (somente ida) entre São Bernardo do Campo e Cubatão - SP, classificada como nível médio. O homem de calça verde e camiseta branca foi o nosso guia. Ele sempre vai na frente do grupo para inspecionar o caminho.

O terceiro ponto que ressalto é seguir em frente! Quando estou trilhando, não penso nos obstáculos que ficaram para trás. Sempre penso concluir o percurso!

 Tissiana de Souza  (Rodas nos Pés) adicionou foto de Brasil,São Paulo,Europa Foto 3

Foto: Trilha do Pai Zé, única trilha que dá acesso a pé ao Pico do Jaraguá, na cidade de São Paulo. A trilha é curta, com 3600 metros (ida e volta), porém devido ao desnível e às variações do caminho, é considerada de nível difícil. Eu sou a pessoa de camiseta azul. Foto feita pelo meu amigo Pinheiro.

Curtir todo o caminho!

É muito comum no Brasil que as trilhas tenham um ponto auge, que geralmente é o nome da trilha: “Trilha da Cachoeira X; Trilha da Pedra Y”. Muitas pessoas vão para a caminhada somente pensando na cachoeira ao final do percurso ou no mirante que há na pedra. Mas, por exemplo, se estiver chovendo, é bem provável que não seja possível ver absolutamente nada do tal mirante, e isso pode gerar uma decepção muito grande! Por isso, meu conselho é: curta todo o percurso! Você verá plantas, animais e escutará sons incríveis vindos da mata pelo caminho! Se o tempo não estiver bom, isto não é motivo para desistir de trilhar!

 Tissiana de Souza  (Rodas nos Pés) adicionou foto de Brasil,São Paulo,Europa Foto 4

Foto: Trilha do Ribeirão das Ostras e Cachoeira de Meu Deus, em Eldorado - SP. Curtindo o percurso em uma das quedas d’água do ribeirão das Ostras. Trilha de aproximadamente 6 km. 

Novos aprendizados sobre ambiente e cultura! Os guias, além de terem o conhecimento sobre o caminho a percorrer, também sempre dão uma verdadeira aula sobre hábitos culturais e têm um profundo conhecimento sobre o ambiente. Assim, além de fazer um passeio por uma área natural, também levo para casa informações interessantes sobre a região onde se localiza a trilha.

Tissiana de Souza  (Rodas nos Pés) adicionou foto de Brasil,São Paulo,Europa Foto 5

Foto: Calçada do Lorena, na Trilha "Caminhos do Mar". Estrada histórica de 1792, considerada o primeiro caminho pavimentado da região da Serra do Mar, ligando o Porto de Cubatão a São Paulo. 

Consciência ambiental! Quando estou em uma trilha percebo como nós, seres humanos, somos capazes de alterar a natureza. Ao ver os rios cristalinos, entendo o quão poluídos são os rios das áreas urbanas! Percebo o tanto de lixo que produzo e vejo como é sujo o ar que respiro!

Autoconhecimento e superação é o sexto ponto que aprendi fazendo trilhas! Você pode estar em uma trilha de nível fácil, médio ou difícil! Você pode ter pesquisado muito sobre aquela trilha, mas no final das contas, você só saberá as dificuldades do trajeto enquanto o estiver percorrendo! É durante a caminhada que você descobrirá verdadeiramente os limites do seu corpo, dos seus pensamentos e do seus medos! É sempre importante pensar o tempo todo que você é capaz!

Por último, destaco a sensação de renovação! Ao concluir uma trilha, você pode estar fisicamente cansado. Mas, ao mesmo tempo, você se sentirá renovado e confiante por ter passado por todos os obstáculos, superado seus medos, chegado ao ponto auge da trilha, por ter visto uma paisagem deslumbrante, por ter nadado em um rio de águas transparentes! A sua mente estará limpa e pronta para o próximo desafio!

Para saber mais sobre essas trilhas, conheça o meu blog: www.rodasnospes.com

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo)

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo) comentou 2 anos atrás

Desejo que vocês trilhem mais e mais quilômetros mundo afora! Belas fotos, belo incentivo! bj Ana

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Brasil, São Paulo, Europa,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.