Como organizar suas fotos de viagem


  América, Europa, Ásia, África, Oceania, Antartida  1905 visualizações

Chegou o momento mais esperado... Aquela viagem que vinha sendo programada há tempos, máquina fotográfica em mãos, celular também, muitas fotos registrando todos aqueles momentos. E agora? Como manter uma organização de todos esses registros para que não se percam no decorrer do tempo e que os lugares onde foram fotografados não sejam esquecidos?

Eu, como uma eterna apaixonada por fotografia e viagens, montei um formato já há alguns anos e que tem funcionado bem para guardar os meus registros. Espero que possa ajudar ou de alguma forma dar uma idéia de caminho a seguir.

 1) Pré-viagem - Criando estrutura de pastas

Comecei montando uma organização de pastas onde pudesse sempre me achar.
Talvez essa estrutura possa ser um pouco detalhada demais, mas já me acostumei e tenho seguido dessa maneira.

Tenho 2 pastas principais: Originais e Tratadas.
Na pasta original guardo todas as fotos assim como foram copiadas da máquina ou celular.
Na pasta tratadas guardo apenas as fotos que selecionei e que já dei o tratamento de cor.

Dentro dessas 2 pastas, tenho exatamente a mesma estrutura interna, que segue essa sequência:

§Ano§ / Lugares / §País§ / §Estado§ / §Cidade§ / §mês MM§.§dia DD§ - §nome do lugar§

Segue exemplo:

Leila Conz adicionou foto de América,Europa,Ásia,África,Oceania,Antartida Foto 1

Escolhi o ano como a pasta inicial, porque um ano acaba e não volta mais, então quer dizer que quando terminar de selecionar e tratar as fotos que quero, muito pouco preciso voltar e mexer naquela pasta novamente.
Se optasse por ter a pasta principal como país, eventualmente poderia voltar a mexer nessa pasta se viajasse de novo para esse país, aumentando um pouco o risco de acabar confundindo e apagar coisa sem querer.

O importante é definir uma estrutura de pastas que você vai decorar, sempre usar e principalmente atender as suas necessidades.

2) Pré-viagem - Passando as fotos para o computador

Primeiro de tudo, vamos olhar para todos os equipamentos que você utiliza e como você fará para passar as fotos para o computador. No meu caso, sempre carrego comigo:

- Máquinas fotográficas
- Filmadora
- Celular

Tendo isso em mente, agora se prepara para como fará o download do conteúdo: 

Máquinas e Filmadora: Para as máquinas que utilizam o cartão SD, o meu notebook já tem a ranhura para ler o cartão, então não preciso fazer nada. Para as que utilizam o miniSD, tenho um cartão SD do tamanho padrão mas que é um adaptador para o miniSD.

Celular: Tenho um serviço de nuvem gratuito e que sincroniza todas as fotos com a nuvem sempre que estou em algum Wi-Fi, é só baixar a app e habilitar a função de sincronizar as fotos. Achei essa forma a mais rápida e fácil.

Os dois passos anteriores é um trabalho único... depois que definiu a forma de se fazer, não precisa refazer :)

3) Chegou a hora de viajar

Agora é a parte crucial... todos aqueles lugares visitados e nomes que estão fresquinhos na cabeça... O que fazer com tudo isso??

Normalmente faço uma dessas coisas:
- Tiro foto de placas que indicam o nome daquele lugar;
- Não tendo placa indicativa, faço um vídeo com o celular dizendo o nome do lugar;
- Tiro uma foto com o celular para aproveitar a informação do GPS que fica armazenado na foto.

 Algumas máquinas (normalmente SLR) tem a opção de criar pastas para armazenar as fotos e com nome de sua escolha. Quando existe essa opção, ajuda bastante também.

                                      Leila Conz adicionou foto de América,Europa,Ásia,África,Oceania,Antartida Foto 2

Durante a viagem, sempre levo comigo meu notebook.

Loucura? Talvez... mas sou uma paranóica e morro de medo de perder as fotos da viagem... e isso pode acontecer por diversos motivos: perder ou roubarem a câmera, o cartão parar de funcionar, entre muitas outras coisas... então por garantia, toda noite antes de dormir, sempre tiro um backup das fotos das máquinas no notebook.
Do celular não me preocupo pois estarão sincronizadas com a nuvem, lembra?

Isso também me ajuda com que eu não tenha um outro problema: ficar sem espaço no cartão de memória e ter que escolher o que apagar.

4) Separar as fotos nas pastas

Esse é uma atividade que vai precisar de um bocadinho de paciência e é a mais chata... que é separar foto a foto seguindo a estrutura que você definiu no passo 1.

Normalmente faço à noite, durante a viagem, quando estou tirando backup das fotos pelos seguintes motivos:

- Quando terminar a viagem, isso já vai estar feito e posso demorar o tempo que for pra começar a selecionar e tratar as fotos porque já está organizado onde foi cada uma delas; 
- Se acontecer de eu esquecer de registrar o nome do lugar (e acontece)... ainda estará tudo fresquinho na minha cabeça...
- Vai ser rapidinho, pois são fotos de 1 dia só... e se tiver conexão de internet, melhor ainda que já separo junto as fotos do celular, caso contrário serão as únicas que deixo para separar em casa.

Se acabar deixando para fazer ao final da viagem... as fotos de vários dias estarão acumuladas.. e querendo ou não, dá muuuito mais preguiça... 


5) Pós-viagem - Tratamento e Armazenamento

Chegamos então na parte final...

Depois de selecionar as fotos que quero, trato as cores e salvo o arquivo com o mesmo nome do original adicionando a letra ’a’ no final, pois assim sei que aquele arquivo é o tratado e está em alta resolução. 

Todas essas fotos tratadas, vou colocar na pasta ’Tratadas’ que mencionei no passo 1.

Depois de tratada, eu particularmente gosto e utilizo muito há anos o serviço do flickr.
Gosto da forma que pode organizar por álbum, marcar no mapa, coleções, regras de privacidade, o compartilhamento até de fotos bloqueadas se quiser e o mais importante... é de graça com um espaço de 1TB.

Faço então o upload das fotos no flickr, e os álbuns são criados por §cidade§ - §ano§.

Leila Conz adicionou foto de América,Europa,Ásia,África,Oceania,Antartida Foto 3

Dessa forma, depois de estarem no flickr, muito pouco e em casos muito específicos que preciso acessar as pastas que estão guardadas as fotos no computador, pois faço o download diretamente do site. 
Caso decida por buscar as fotos nas pastas, criei uma relação entre o nome do álbum e a estrutura que criei, facilitando bastante e não gastando muito tempo para achar.

Hoje minha conta tem quase 22 mil fotos, que é toda a minha vida e da minha família em fotos desde 2006, e a maior parte delas, é de viagem...

6) Backup

Depois de tudo isso feito, mantenho backup das seguintes formas:

- Flickr: É o menos seguro, pois o site pode sair do ar a qualquer momento, mas acaba mantendo apenas backup das fotos tratadas.

- HD Externo: Tenho 1 HD externo com todas as fotos da pasta Originais e Tratadas.

- Nuvem: Apesar de ser um modelo de backup muito controverso e que gera muitas discussões, já utilizo serviço de nuvem há aproximadamente 4 anos e nunca perdi nada. Acho uma forma segura e em alguns momentos bem prática, já que acesso de qualquer lugar que esteja. Na nuvem, tenho um espelho do HD e guardo também as fotos que ainda não foram tratadas.

- HD do computador: É a opção que uso unicamente para as fotos que ainda não selecionei e tratei. Todas as fotos que já foram tratadas e estão no flickr, elas ficam apenas na nuvem e no HD externo.

Essa é a minha forma de organizar e armazenar as fotos que faço em viagens, espero ter ajudado de alguma forma você a organizar as suas também.
Se faz de outra forma, me conta, pois idéias sempre são bem vindas e a forma que fazemos as coisas sempre podem ser melhoradas.

- - - -

Querem mais algumas dicas de fotos em viagens?
Me conta, se eu puder, ficarei bem feliz em ajudar e escrever sobre o tema.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Fernando Ceron

Fernando Ceron comentou 2 anos atrás

Ficou muito bom, detalhado e explicado. Parabéns.

Lou Mariano

Lou Mariano comentou 2 anos atrás

Ficou ótimo! Já estou repensando minha organização rsrs. Sobre armazenar as fotos durante a viagem, tenho levado cartões de memória extra e pendrives para celular (para fotos tiradas pelo celular). Se tiver wifi onde estou hospedada subo para a nuvem para garantir.

Lou Mariano

Lou Mariano comentou 2 anos atrás

E parabéns pelo post!

Joao Vedovello

Joao Vedovello comentou 2 anos atrás

Parabéns pelo post Leila! Algumas destas coisas eu também fazia, mas não com este nível de detalhe e cuidado... confesso que para a próxima viagem vou mudar meu jeito de armazenar as fotos e seguir suas orientações... valeu mesmo! Abraços!

Karen Mello

Karen Mello comentou 2 anos atrás

Muito bacana mesmo o post, Leila!! Parabéns! Me inspirou a dedicar um tempo a mais para organizar as fotos que já tenho e também a planejar desde já a organização das fotos da minha próxima viagem! Abraços ;)

Karen Angélica Seitenfus

Karen Angélica Seitenfus comentou 2 anos atrás

Parabéns pela organização! Gostei do post, bem detalhado com dicas interessantes!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para América, Europa, Ásia, África, Oceania, Antartida,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.